Categories
Turismo

Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim

Museu Madame Tussauds, popularmente conhecido como “Museu de Cera de Madame Tussauds”, é sempre uma visita muito, muito divertida. Já mostrei aqui a unidade-mãe, em Londres, e também a de Amsterdã. Daqui a poucos dias, publicarei um artigo especial sobre a unidade de Berlim, com muitas dicas e fotos.

Nem tudo que vemos nessas unidades são alegrias. Por exemplo, em Londres, há a Câmara dos Horrores, com cenas de torturas históricas, criminosos famosos, recriações de epidemias de pestes, etc. Isso é reviver a História. Apesar de macabro, é interessante, e às vezes o museu dá conta de impor um tom cômico a uma cena pesada.

.

O boneco de Hitler

Uma das coisas que mais chamaram a minha atenção na unidade de Berlim foi o boneco de Adolf Hitler. Com um realismo impressionante, dava até medo olhar para ele!

Mas realismo é o que se espera do Madame Tussauds. Minha grande surpresa não foi ver a perfeição do boneco. Foi uma placa na frente dele. Você verá isso daqui a pouco.

Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim

Hitler é retratado em seu famoso bunker, nos dias desesperadores que marcaram o final de seu reinado maligno.

Veja estas outras fotos. Observe a riqueza de detalhes — até as rugas, o olhar. Vale ressaltar que fotografias desses bonecos nunca mostram o que eles são quando vistos ao vivo. Câmeras prejudicam o realismo, principalmente quando se usa flash. Imagine, portanto, que a experiência ao vivo é ainda mais incrível.

Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim

Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim

.

A placa junto ao boneco de Hitler

Ao lado do cenário do bunker, vemos esta placa:

Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim
(Você pode tocar nesta imagem para vê-la ampliada em outra janela.)

Até aqui, tudo bem. Algumas exibições têm nomes e descrições.

O diferencial, no caso de Hitler, é o museu pedir para os visitantes NÃO interagirem com o boneco.

O Madame Tussauds sempre encoraja os visitantes a interagirem com os bonecos. Essa é a maior diversão do museu. As pessoas tocam, abraçam, beijam os bonecos, fazem poses para fotos. Ali, com Hitler, pede-se que, para evitar insultos a outros visitantes, e por respeito aos milhões de vítimas da II Guerra Mundial, os visitantes contenham-se. Que não fotografem ali, que não tenham interações com o boneco. (É claro que eu tinha que fotografar, para mostrar aqui no blog, mas fui discreto e não interagi com ele.)

Veja o aviso:

Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim
(Toque nesta imagem para vê-la em outra janela.)

Interessante essa atitude do museu. Mais uma vez, os alemães mostram a vergonha que sentem por esse passado tenebroso. Em outros locais de Berlim, eu notei esse mesmo tom de vergonha. Eles parecem sempre pedir desculpa pelas atrocidades do ditador.

Compreensível. E louvável.

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

2 comentários a “Adolf Hitler no Museu Madame Tussauds de Berlim”

Deixe um comentário