Categories
Tecnologia

Ops! Água em seu celular ou smartphone durante a viagem?!

Aconteceu! Aquilo que só acontecia com os outros — histórias que chegavam a ser cômicas, por isso você dava boas risadas.

Que desespero!

Mas agora aconteceu… com você!

Seu smartphone caiu na água!

Isso é muito mais comum do que imaginamos. A situação fica ainda mais incômoda quando a vítima está em viagem. Aliás, a própria correria de uma viagem aumenta a chance de a pessoa fazer besteira. Por exemplo, derrubar o aparelho em um… vaso sanitário de aeroporto. Ouço muito esse tipo de história.

Celular na água da privada

Independentemente de ser água de vaso sanitário, de chuva, de piscina ou de qualquer outro lugar (desde que não seja água salgada), há uma dica muito boa para você tentar recuperar seu aparelho. Vamos aos passos:

  1. Retire o cartão SIM e, se possível, a bateria.
  2. Seque o aparelho quanto puder, gentilmente, sacundindo-o um pouco e usando um pano seco.
  3. Encha com ARROZ um pote de plástico e “mergulhe” o aparelho dentro.
  4. Deixe o aparelho por lá durante umas 24 horas. O arroz deve absorver a água naturalmente.
  5. Nesse período, mude a posição do aparelho umas três vezes, para evitar maior concentração de água em um só ponto.
Celular em um monte de arroz

Observações:

  • Não coloque o aparelho em microondas.
  • Evite o uso de secador de cabelo.
  • Não coloque em forno comum nem elétrico.
  • Não exponha ao sol.
  • Em vez de arroz, pode ser usada uma porção de granulado higiênico para gatos.
  • Se usar arroz e o procedimento não der certo, acrescente água, sal e óleo e mande pro fogo. Bom apetite!

Atualização: este artigo já está muito antigo. Smartphones de hoje são, afinal, à prova d’água

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

10 comentários a “Ops! Água em seu celular ou smartphone durante a viagem?!”

Glauco
Repassei hj, a dica p/ retirar a água no celular.É claro que a receita do celular não repassei.
Mandei, elas entrarem no toth!
abraço

Hahahahha!!! E deu risada mesmo, e até hoje eu deu, Glauco e Luisa!!!
E mesmo naquela época eu achei muita graça… E pra ser sincera, não senti dó não!!! Muahuahuahuahuahuahuahua!!!!!

É, Glauco… você podia ter me dado essa dica antes.
Não sei se encontraria arroz cru no aeroporto de Guarulhos, mas faria um grande esforço para.
Apesar que aquele celular cheio de coliformes fecais me deu tanto desgosto, que já foi pro lixo faz tempo.

Ahahahah

Tadinha, Luísa! Aquele dia eu fiquei com muito dó de você! Mas hoje a gente lembra e acha até bem engraçado, né? 😛 Mas não me xingue! A Laura também riu até! 🙂

Genial essa dica!
Logo, hj que uma amiga, falou que a diarista dela, teve o celular totalmente molhado, na brincadeira de molha-molha, durante o carnaval. Só não passarei, a receita de arroz ao celular,ahahahaha!

Puxa, Albani, então a dica chegou em boa hora para ela.

Dê, sim, a receita do arroz. Depois me diga se ficou gostoso! 😛

Ah, e não adianta levar na assistência para tentar usar a garantia. Quase todos os celulares agora vêm com uma fitinha que fica rosa ou quadriculada quando é molhada. E não adianta secar, ela continuará rosa ou quadriculada para sempre. 🙂

Outra dica para os aparelhos que visitaram o vaso sanitário (público ou não) é limpar bem com álcool as partes móveis e que ficam em contato com o rosto, mesmo que isso agrida a tinta da carcaça do aparelho. Melhor um aparelho feio do que infectado. 😉

José Antônio! 🙂 Prazer você aqui! 🙂

Obrigado por complementar as informações.

Pessoal, ele é o responsável pelo ZEletron, que indico e elogio neste post. Conheçam! 🙂

Deixe um comentário