Categories
Turismo

Água termal: acrescente este “milagre” a sua mala de viagem ao Egito

Água. Água. ÁGUA. É um pensamento frequente durante o turismo no Egito – exceto no inverno, alta temporada por lá. O que poucas pessoas sabem é que, em dias quentes, água não deve ser farta apenas para beber. Há uma água para homens e mulheres passarem na pele… e ela pode salvar o dia. Um efeito que eu – com exagero, ou um bom toque de drama – chamo de “milagroso”.

Água termal

O que é

A água termal é muito diferente da água de torneira ou da água mineral que sempre tomamos.

Como é a diferença com relação às fontes?

Não é frescura. Homens e mulheres podem e devem usar

Em uma fonte, a água flui por ela até a superfície da Terra. No processo, minerais são dissolvidos na água quando ela passa pelas rochas subterrâneas. Se coletada corretamente, a água é pura e limpa, e geralmente tem pH neutro.

Uma fonte termal é uma fonte de água naturalmente quente. O calor é produzido pela água que sobe da crosta terrestre. A água aquecida é capaz de conter mais sólidos dissolvidos do que a água fria. Por isso, as fontes termais têm um alto conteúdo mineral. Nessa diferença estão todos os benefícios. Seu uso para fins medicinais e estéticos chega à Antiguidade. Ainda hoje, locais ricos nessa água atraem turistas à procura de tratamentos de saúde ou de um simples relaxamento.

Hum… Não sei, Glauco… Ainda não me convenço da vantagem de levar essa água ao Egito. É mais fácil e mais barato eu comprar lá mesmo uma pequena garrafa de água para refrescar minha pele em dias muito quentes. Ou usar água de torneira!

Se não houvesse tanta diferença, você acha que eu me preocuparia em dar a dica sobre a água termal? Acha que eu faria você gastar à toa? Eu não tenho nenhuma parceria com vendas dessa água. 😉

Por causa deste blog e do Meu Egito (turismo no Egito), eu dou a dica a muitas pessoas, e todas elas – homens e mulheres – me agradecem depois. Antes da minha dica, aliás, a maioria nunca tinha ouvido falar sobre essa água.

Água termal no Egito.

Água termal no Egito

Homem sofrendo de calor.

O calor no Egito pode ser massacrante em alguns dias. Para piorar, muitas visitas são a céu aberto, e até mesmo em desertos. Você, um visitante, não está habituado a isso, portanto enfrenta uma possibilidade muito maior de incomodar-se ou de passar mal. Chamo a atenção especialmente para crianças e idosos.

É preciso preparar-se para condições climáticas não habituais. Nenhum cuidado extra é exagero

Em momentos mais complicados, quando nos sentimos mal por causa da temperatura e da secura, a água termal surge como santa salvadora. Eu espirro nos braços, no pescoço, na nuca e principalmente no rosto. Se você não se importar de espirrar na área do couro cabeludo (geralmente mais fácil para homens), terá um efeito ainda melhor. Eu faço isso também.

(Artigo continua após este recado.)
Turismo no Egito? Conheça o Meu Egito. Eu mesmo, G. DAMAS, lá recomendo os melhores guias de turismo egípcios — aqueles em quem eu mais confio. Em um destino exótico e complexo como esse, a sua viagem está nas mãos dos guias. Por isso, tenha preocupação com qualidade. Para saber mais, siga depois AQUI.

Eu insisto, Glauco: será que não seria a mesma coisa se eu usasse água mineral ou de torneira?

Em outras palavras, você diz: “Será que isso não é frescura?”.

Eu falo por experiência. E, sinceramente, não sei como explicar esse efeito da água termal. É muito mais intenso que uma outra água qualquer (fiz vários testes de comparação no Egito). Há uma sensação imediata de frescor, de alívio, de hidratação, e a sensação dura MUITO mais tempo do que se eu usasse água não termal. Eu, que sofro muito em calor, sinto meu corpo menos quente durante vários minutos. Eu me recomponho. Ganho energias para continuar.

Cito três exemplos de uma viagem recente que aconteceu no verão.

Estava terrivelmente quente no dia em que eu decidi entrar outra vez na Pirâmide de Quéops. Repito para chamar a atenção: entrar. Entrar na pirâmide. Imagine o calor e o abafamento.

No meio do complicado caminho lá dentro, em direção à tumba, eu fiquei mal (sou mesmo uma pessoa do frio, por isso eu passo mal facilmente com calor). Tive dúvida se completaria a visita. Parei para descansar, apoiado em uma enorme rocha que formava a parede. Fui respirando fundo… e me molhei com água termal (pequeno frasco que estava no bolso da calça). Em poucos minutos, estava refeito, pronto para continuar. Com ânimo. Eu sentia mais baixa a temperatura em meu corpo.

Glauco Damas dentro da Pirâmide de Quéops.
Feliz e emocionado… dentro da Pirâmide de Quéops. Objetivo alcançado. Faltava então o caminho de volta.

Naquele verão, aconteceu a mesma coisa quando visitei o Templo de Edfu e os Templos de Abu Simbel (aqui, sensação térmica de uns 55 graus). Sem a água termal, não sei se eu teria conseguido fazer tudo.

Corredor no Templo de Edfu.
Ponto onde eu fiquei mal no Templo de Edfu. Oh, água salvadora!

Como levar água termal

Praticidade é a regra. O ideal é comprar uns frascos pequenos para adicionar à mala. Depois, durante os passeios, você levará facilmente cada um deles em bolsa e até em bolso de calça.

Importante: não espere comprar isso no Egito. Compre antes da viagem.

Lembre-se, também, de não colocar os frascos em mala de mão. A quantidade de líquido poderá não ser tolerada em vistorias de aeroportos. Não corra o risco de ver seus frascos apreendidos.

Qual marca comprar

Esteja de olho nas famosas águas termais da FRANÇA. Há muitas ótimas marcas para escolher. Destaco La Roche-Posay, Vichy, Uriage, Avène.

Sei que produtos de marcas assim são caros no Brasil. Mas eu acho que realmente vale a pena investir nisso, principalmente se a sua viagem for no verão. Por outro lado, se você é um leitor que mora na Europa, como eu, poderá comprar a preços bem acessíveis. (Ideia – Mora no Brasil e estará na Europa antes do Egito? Compre na Europa a água termal. Será uma boa economia.)

Água termal La Roche-Posay.

Com ou sem água termal, de preferência com essa água, eu desejo que você viva dias incríveis no fabuloso Egito.

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

4 comentários a “Água termal: acrescente este “milagre” a sua mala de viagem ao Egito”

Um dos melhores blog de viagem que eu já encontrei (olha que eu pesquiso muito as coisas rs)
Parabéns pelo seu blog!
Julho/2020 estarei no Egito e suas dicas estão sendo valiosas.
Grata!

Laís, muito obrigado por sua mensagem tão gentil.
Observe o dia (24/12). Ganhei de você um presente de Natal.
Boas Festas e um 2020 de paz e saúde.

Caro Abel, eu agradeço, com muita emoção, essas palavras carinhosas — palavras que vão bastante além do que eu mereço. Um grande abraço.

Deixe um comentário