Categories
Tecnologia

Como cadastrar-se na Apple para vender livros pela iBookstore

A venda de livros eletrônicos pela fantástica iBookstore, da Apple, finalmente foi liberada a qualquer pessoa, em diversos países. Tal como na Kindle Store, da Amazon.com, você não é dependente de uma editora. (Eis uma das razões por que muitos editores estão de cabelos em pé diante da fervorosa popularização dos livros eletrônicos.)

Autores em vários países comemoraram a novidade. Então, esfriaram um pouco ao esbarrar em certas dificuldades para um cadastro na iBookstore. Cadastrar-se e vender na Kindle Store são tarefas para criança; a Amazon facilita as coisas. A Apple é mais “detalhista”. No entanto, agora que tenho aprovada a minha conta, olho para trás e vejo que o processo não é complicado como parece, e a Apple tem razão ao tomar certas precauções.

========

Atualização (janeiro de 2013):

O restante deste post foi eliminado. Estava muito superficial. Estou concluindo um livro sobre cadastro na Apple para a iBookstore. Inclui dicas de marketing, administração de vendas, etc. Daqui a poucos dias o livro estará disponível na iBookstore. Avisarei aqui.

=======

Atualização (fevereiro de 2013):

O livro foi lançado. Saiba aqui:

https://gdamas.com///publicacao-livros-ibookstore/

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

16 comentários a “Como cadastrar-se na Apple para vender livros pela iBookstore”

Amigo,
tenho um livro já com isbn, e em pdf.
Esta obra já foi publicada em forma impressa e foi um sucesso, tenho vontade de distribuir esta obra em forma de e-book, como faço?

Olá Glauco, obrigada pelas dicas.
Estamos tentando cadastrar como pessoa física, mas não estamos conseguindo. No item 9a do formulário tentamos a opção Other e especificamos como Individual e não aceitaram essa opção. Você sabe o que devemos preencher nesta opção?

Grata.

Ótimo artigo!

Tenho uma dúvida que gostaria de esclarecer se alguém puder ajudar-me.
Tenho um e-book multimídia (com vídeos) pronto para publicar.
O primeiro passo seria conseguir o EIN e o ISBN.
Tenho residência no Brasil e um apartamento nos Estados Unidos, conta bancária e cartão de crédito americano! Meu status lá é de Turista.
Pergunta: Posso cadastrar-me no EIN e ISBN com meu endereço americano?
Se alguém puder ajudar e agradeço muito

Detalhe: ao inserir um livro no sistema da iBookstore, cuidado com a DESCRIÇÃO. Algumas palavras-chave são banidas pela Apple.

Por exemplo, escrevi “Kindle” na descrição de um dos meus livros na iBookstore, ao dizer que ele tinha vendido bem na loja da Amazon. Resultado: o livro caiu na peneira e lá ficou até eu alterar a descrição.

Mais um detalhe, Aurélio.

Descobri, depois de publicar lá meu livro, que o iBooks Author não é a melhor ferramenta para criação de e-books de ficção (meu caso). O melhor é usar o Pages, da Apple, para depois converter o arquivo em ePub. Eu até vou reformatar meu livro para substituir o arquivo atual.

No SEU caso, entretanto, o iBooks Author é, sem dúvida, a melhor opção.

EXCELENTE artigo Glauco: completo, informativo e claro. Eu havia lido as páginas de suporte da Apple e alguns outros artigos sobre o tema, mas estava tudo muito nebuloso e escasso de informações sobre os procedimentos para não estadunidenses.

Valiosas também as informações sobre a comparação com a loja da Amazon, que por ter o processo mais simples e não exigir ISBN, será minha escolha no lugar da Apple.

Muito obrigado por compartilhar!

Oi, Aurélio!

Obrigado!

Já estou com o primeiro livro publicado na iBookstore.

Vi que você também é autor. Parabéns!

Chamo a atenção apenas para um detalhe. O processo todo na Amazon é mais simples, e a Amazon vende muito mais e-books que a Apple. Mas o seu caso é para livros didáticos, parece. As ferramentas da Apple para esse tipo de livro são muito melhores, por enquanto.

Abraço e boa sorte com seus livros! Mantenha contato para dizer como foi.

Glauco Adams

Deixe um comentário