Categories
Turismo

Capri, Itália: um pedaço do Paraíso

Capri, Itália

Até hoje parece que foi apenas um sonho. Estar em CAPRI, Itália, nos deixa com a sensação de fazer parte de um grande cenário de cinema. Difícil explicar isso. Já estive em muitos lugares bonitos, de incrível beleza natural. O diferencial de Capri é a maneira como enxergamos todo o ambiente — parece uma… uma projeção cinematográfica em 3D, um ambiente virtual do qual você faz parte.

Ocupada por gregos e depois habitada pelos imperadores Augusto e Tibério, Capri é destino comum a quem visita a Itália. A seguir, você verá dezenas fotos e algumas dicas para que a sua visita ao lugar seja ainda mais inesquecível. E, caso não pense em ir para lá, ao menos saberá um pouco o que turistas veem. Outros destaques neste post: a importância de roupas adequadas a pessoas mais sensíveis a vento e frio; óculos de sol como item indispensável; o atendimento em restaurantes, que, de tão ruim, chega a ser cômico; o despenhadeiro de onde Tibério empurrava amantes; a famosa Grotta Azzurra, com seu misterioso brilho azul; um inesquecível passeio de barco ao redor da ilha; as impressionantes cores do Mediterrâneo; motoristas de ônibus “malucos” que quase saem voando da ilha; o “espírito” de uma “ninfa marítima” que apareceu em uma de minhas fotos (epa!!!  😉 ).

___________________________________

O caminho até Capri é feito via Nápoles, onde pegamos um ferry. É uma viagem pequena mas muito emocionante, de aproximadamente 5 quilômetros sobre as águas paradisíacas do Mediterrâneo. De repente, lá está nosso destino, erguendo-se diante de nós com imponente beleza. Vemos, por exemplo, os despenhadeiros do Monte Solaro, de 589 metros.

Capri possui apenas 6 quilômetros de comprimento por 3 de largura — um pequeno pedaço de terra habitado por menos de 10 mil pessoas. Na sua mente, habitará para sempre após a visita. (Estou poético? 😛 )

Capri, Itália
Em Nápoles, chegando ao porto para pegar um ferry.

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália
No ferry. Aqui, na parte coberta. Saí dali para fotos externas (a seguir).

Capri, Itália

Capri, Itália

Chegando a Capri, na Marina Grande, descemos do ferry e apreciamos um pouco a parte de baixo da ilha. Aproximadamente 5 mil turistas por dia descem ali durante o verão. O lugar é muito apreciado por famosos e por ricos anônimos, por isso há restaurantes e lojas com preços mais altos que o próprio Monte Solaro (mas não se preocupe, também há restaurantes e lojas bem mais acessíveis).

Um problema é o atendimento [muito] mal-educado em restaurantes. Não acontece em todos, é claro, mas é comum — aliás, em toda a Itália, inclusive em lugares mais finos. Prepare-se para isso, tente não se estressar, ou o seu dia acaba bem na hora do almoço. Vi muitos turistas se irritarem por causa disso.

Com a minha família aconteceu uma cena irritante que, hoje, achamos cômica, de tão inacreditável. O garçom que nos atendeu era MUITO mal-educado. Irritava-se com nossas perguntas sobre a comida e com nossas escolhas, nossas preferências. Resmungava em voz alta e às vezes saía de repente enquanto ainda falávamos. Depois, quando a comida chegou, minha irmã, que havia escolhido massa, pediu um pouco de queijo ralado. O garçom se irritou, porque achava que a comida não precisava de queijo… e pronto, simplesmente não levou o queijo. Minha irmã insistiu e ele se afastou praguejando. Voltou pouco depois com um potinho cheio de queijo… e JOGOU o pote na mesa. E saiu resmungando! 😮

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Temos agora ônibus e teleférico para seguir ilha acima em direção às cidades de Capri e Anacapri, com pitorescas paradas para comer e fazer compras em pequenas lojas. Podemos também fazer um passeio de barco ao redor da ilha. ESTE É O GRANDE CHARME DA VISITA — para mim, a parte mais inesquecível do dia. Se você puder escolher (se já não for tudo programado de acordo com excursão), faça esse passeio em primeiro lugar.

Muitos turistas compram pacotes de viagem que não incluem Capri. É comum, então, ser oferecido, lá mesmo na Itália, um pacote extra de um dia com esse destino. Paga-se à vista, em euros (sai mais caro, por isso é melhor, financeiramente, incluir Capri ao comprar seu pacote). Sendo esse o seu caso ou se você viajou por conta própria, sem excursão, fica muito mais fácil escolher o dia da visita. Principalmente devido ao passeio de barco ao redor da ilha, recomendo que evite ao máximo dias chuvosos, porque todo o prazer da visita pode se desfazer em uma grande decepção. Aliás, passeios especiais na ilha podem ser cancelados se o mar estiver revolto.

A seguir, algumas fotos do passeio de barco. Uma pena as fotos não mostrarem toda a beleza do lugar.

Capri, Itália
Início do passeio de barco ao redor da ilha. Aqui, minha linda irmã. 😉
Capri, Itália
Os barcos possuem parte coberta para quem prefere ficar mais protegido — principalmente do vento. E que vento! Dá para ver pela minha camisa… Mas, sem dúvida nenhuma, só aprecia mesmo o passeio quem fica na parte exposta.
Capri, Itália
Entende agora? Ficar ali dentro é perder 90% da graça da viagem. Ah! No alto, vê-se um falante, pelo qual o condutor fala sobre alguns pontos da ilha. O meu falou em inglês, italiano e espanhol.

Capri, Itália

Capri, Itália
Observe a estátua de um garoto sentado na pedra, acenando.

Capri, Itália

Capri, Itália
Aqui eles chamam nossa atenção para as cores do Mediterrâneo. Observe a divisão de cores na água… e — como eles dizem — o verde-esmeralda.
Capri, Itália
Mais um pouco da água. O pior é que… eu consigo enxergar um ROSTO nela! Você também vê? (Buuuuuuuuuuuuuuuuuuu! 😛 ) Curiosamente, isso foi em frente à Grotta Azzurra, que veremos daqui a pouco. O local está relacionado com a “ninfa das águas”, um espírito ou deusa-espírito. Será que uma ninfa nos observava? 😉

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália
Esta abertura fica bem no alto. Dizem que o imperador Tibério entrava por aí com amantes…
Capri, Itália
Bem no alto fica o “Palazzo di Tiberio” (ou Villa Jovis). Atrás, o inacreditável (mesmo!) “Salto di Tiberio”, onde Tibério empurrava amantes (homens e mulheres — quanto mais jovens, melhor) de penhascos ao final do jardim, em um “jeito prático” de se livrar deles.
Capri, Itália
Na “Grotta Azzurra”, a mais famosa da ilha, um misterioso brilho azul encanta os turistas — depende do ângulo de visão. Pelo visto, o efeito é causado pela refração da luz solar pelas laterais da entrada (de 1,3m de altura) em conjunto com o reflexo do fundo de areia branca. Este é o lugar associado a ninfas das águas, que vimos há pouco. Tibério construiu aqui um santuário para as ninfas por volta do ano 30 d.C.

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália
Estas rochas espalhadas ao redor da ilha reforçam muito a “sensação de estúdio de cinema” que eu comentei no início do post. Passar entre elas é indescritível!

Depois desse passeio, pegamos, finalmente, um ônibus para subir na ilha. Aqui o turista pode enfrentar um problemão: motoristas que pisam fundo no acelerador, fazem curvas sem nenhum cuidado, quase voam com o ônibus para fora da ilha. O motorista do meu ônibus era assim. Não sei como consegui tirar bonitas fotos no meio do caminho. Em um momento, cheguei a falar alto: “Vai bater!”. Passamos por casas sem calçada, já com janela e porta na rua. O retrovisor esquerdo do ônibus quase arrancava janelas, vasos, pedaços de parede! Eu não me conformo por não ter ido lá na frente do ônibus para brigar e EXIGIR calma do motorista. Se você também tiver um psicopata como motorista, não deixe de fazer isso — é direito seu!

Ao menos as imagens vistas no caminho são espetaculares:

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália

Há muito mais para mostrar sobre essa visita, mas fica para um outro post. Agora, vamos para a volta a Nápoles. É o fim do passeio… que ainda traz mais surpresas com belas paisagens. Veja abaixo.

Capri, Itália
Ferry boat usado no retorno a Nápoles. Nesta parte interna, é possível comer e beber. O passeio é muito, muito agradável. Há grandes janelas para ver lá fora.
Capri, Itália
Parte de cima do barco — área coberta, ótima para dias chuvosos. O teto é transparente, o que ajuda a apreciar até o céu. O vento é fortíssimo e é praticamente impossível ficar sem óculos de sol. Aliás, NÃO DEIXE DE LEVAR ÓCULOS DE SOL AO VISITAR CAPRI.
Capri, Itália
Na parte não coberta.

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália
Pássaros acompanham o barco o tempo todo, dando um festival à parte a essa viagem. (Breve, aqui no TOTH, mostrarei isso durante cruzeiro pelas ilhas gregas. Pássaros até vão comer nas mãos de turistas e viram atração extra!)

Capri, Itália

Capri, Itália

Capri, Itália
Uma bonita imagem na despedida a Capri, com o sol do final do dia iluminando um caminho no mar…

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

44 comentários a “Capri, Itália: um pedaço do Paraíso”

boa tarde, gostaria de uma dica, vou passar 3 dias em Capri e gostaria de saber se e melhor ficar de frente ao mar ou no centrinho da cidade. Estou cotando dois hoteis da mesma categoria. Aguardo, obrigada

O porto de onde saem os barcos de Napolis para Capri se chama Mollo Beverelo. O guia nos disse que no fundo do mar nesta região , não tem areia , somente pedrinhas brancas ; por isso a transparência das aguas. O nome do castelo do porto de Napolis é São Benito só por curiosidade!!!!!

Que delícia uma viagenzinha bááásica para Capri! A ilha é um dos destinos mais charmosos e glamurosos da Itália. Eu acrescentaria que é possível organizar a viagem sozinho, sem excursão, talvez dormindo pelo menos uma noite para poder viver o espírito da ilha. O site oficial de Capri traz agora muitas informações detalhadas em português para quem quer organizar tudo sozinho: de como chegar (incluindo horário de balsas) até os horários das lojas, restaurantes, dicas de passeios e lugares para conhecer. Dá uma olhada aqui: http://bit.ly/11SavJi (no final da página tem um info gráfico com informações muito úteis!).
Um abraço para você e espero ver você em breve novamente aqui na Itália,
Abs
Barbara

Você vai se encantar com Capri. O perfume daquele lugar é algo que inesquecível.

Não deixe de experimentar “limoncelo” e de comprar uns saches de limon, característico da ilha.
é o perfume do lugar.
Quanto a restaurante, não me lembro o nome de onde almoçamos, pq fizemos um pacote para o dia, com barco, passeio e almoço.
Não deixe de tirar a foto característica do local, no mirante. Aproveite, vce irá se apaixonar.
E qdo passar de barco pela pedra “tem q dar um beijo no marido” é praxe do local.
E não fique com medo de subir com os microônibus, eles são loucos, mas sabem o que fazem,
aproveite pq eles cantam, chingam, mas a paisagem recompensa tudo.

Olá!
Adorei suas fotos.Estou indo para Toscana em junho, vou fazer um passeio de bike de 8 dias partindo de Siena.Depois seguirei para Positano ficando uns 5 dias.
Eu e meu marido vamos a Positano sem excursão e pretendemos visitar Capri.Em um dia dá para fazer tudo? Algum restaurante que vc indica? Ouvi falar que tem uns barquinhos saindo de Positano e indo pra lá e outros destinos, será que é fácil assim mesmo?
Fico aguardando seu retorno e agradeço muito as dicas e fotos que vc compartilha com todos!

Salvador-Bahia-Brasil
Adorei sua descrição sobre Capri,você, quem escreveu o blog, é poeta, comico, e alegre, há menos de um mês visitei este paraíso…
Tive mais sorte que vocês: nosso motorista foi muito bom, calmo, quando podia, vocês viram as estradas estreitas e cheias de curvas, parava a nossa solicitação; no restaurante, atendimento bom e educado. Nós almoçamos em Anacapri, em um restaurante que fica quase em frente a descida para a Gruta Azul.
Pensei em adiconar uma foto desse lugar que estou falando, a descida para a Gruta Azul por terra, porém não acertei fazê-lo.Há um ancoradouro junto a entrada da gruta, com uma escadaria de mais ou menos uns 50 degraus.

Conheci Capri em julho de 2012 é magnífica.Adorei suas fotos tenho parecida com as suas .Carpri é um lugar inesquecível .

Nossa, é tudo exatamente como se vê nas fotos. Fui para Capri em maio/2012, e conheci todo o norte da Itália. mas, Capri jamais será esquecido. Vale lembrar que o cheiro de limoncelo é inesquecível.
É só falar de Capri e logo sinto aquele aroma. Tenho fotos muito parecidas com as suas. É uma beleza, um lugar que todos que visitam
a Itália devem conhecer. Linnndo.

Cirlene, acho Capri uma das áreas mais belas da Itália. Olho para muitas fotos minhas de lá e ainda parecem montagens, cenários. Tão bonitas que parecem irreais.

Olá, adorei as fotos de Capri.Estamos indo em junho/12 e gostaria de saber de vc, se nessa epóca chove em Napoles e Capri.
Devemos estar em Roma no dia 08/6 e iremos à Napoles no dia 09/6.
Meus avós paternos nasceram em Napoles, porisso quero conhecer.
Dá para comprar a viagem em Roma?
Obrigada e um grande abraço!
Continue com o seu post. É maravilhossssso!!!!!

Eu estou indo para la por estes dias que bom assim vou ter uma otima noção do que vou ver é muuuuuuuuuuuuuuito lindo adorei as fotos

adorei as fotos como vc dise eu fui ate roma e nao fiz o passeio ate capri me arependi agora depois de 10 anos estou indo novamente para fazer a costa malfitana econhecer esta parte maravilhosa do sul da italia gostaria que vc me enviasse estas fotos pois vou ficar sonhandocom minha viagem

ooooooooooooooooooo oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

Bonito Glauco, parabens. Estou indo dia 10/agosto. Se importa em responder nome do barco e seu valor. Obrigado

Olá…fiquei babando com as suas fotos.
Capri é lindo e mágico. Sempre procuro por fotos da Italia, mas
iguais essas há muito tempo eu não encontrava.
A familia da minha mama é de Nápolis e quero muito um dia ir.
Claro que vou começar por Capri e acredito que um dia só é pouco
para conhecer e desfrutar de tudo.
Um beijão, Julie.

Gostei muito de suas explicações mas tenho mais algumas perguntas: Pode-se ir de carro a Capri ????, um dia dá para ver tudo ???Capri e Anacapri ????
Estou indo por conta própria, por lá eu compro a excursão ??? a Capri e Anacapri ??? sabe quanto ?????
Desde já muito obrigado pelas respostas

carlos paiva

Olá Glauco,

Amo a Itália!!!Linda, linda, linda… ainda não fui, mas agora já sei por onde começar 🙂
Parabéns, pelas lindas fotos e dicas!!!

Muita paz, amor e luz em sua caminhada!!!

Abraços

Att,

Ana Cláudia Gomes

Olá!!!!!!!!!!
Estive em Capri no mês de setembro e tu falaste algo que é realmente verdade, as fotos não mostram na íntegra a beleza da ilha, a solução é mesmo conhecê-la.
Seu post é maravilhoso, que bom que estás dividindo conosco. Se ela existe ou não, não sei, mas que ela estava atrás de ti é verdade e eu estou quase acreditando que a ninfa existe…..hahaha…..
Um abraço,
Eirles (Fortaleza-Ce)

Olá!
Fui agora em julho conhecer Capri, voltei apaixonada por lá e devoro tudo que encontro na internet do lugar! Adorei seu post,gostei de comparar suas experiencias com as minhas,ver suas fotos que são lindas! Como não seriam num lugar desses??Só não consegui ver a ninfa na sua foto…..
Obrigada por repartir com a gente as emoções de suas viagens!!
Abs!

Nossa…Fiquei surpreendido com essas fotos também,suas visitas em lugares do mundo me surpreendem muito,suas fotos são magnificas e concordo Capri é mesmo um pedaço do paraíso…

Filipe, fiquei mesmo convencido de que Capri é um pedacinho do Paraíso aqui em plena Terra.
😉

Abração!

O rosto masculino que falo, não é nas aguas do mar, mas na camisa de um homem, na ultima foto do post.
abraço

Acredito, que ela não ficará brava.Apesar, que a imagem parece um rosto masculino.As fotos, que suas que confisco, são guardadas com muito carinho.
abraço
Albani

Nossa, amigo! Um belo post.As Ninfas deviam está a lhe abençoar.Luz e paz em tua trajetória.
Adorei as fotos, e confisquei algumas,rsrsrsrsr!
bjs

AHAHAHAH

Obrigado pelos elogios, João.

Mas olha… quanto ao “rosto”… não é montagem, não. Só uma coincidência na imagem. Dias depois, em casa, ao abrir as fotos, eu me espantei ao ver aquilo. Mas é só um reflexo. Ou será que TINHA MESMO uma ninfa de olho em mim??? 😉

Deixe um comentário