Categories
Turismo

Turismo no Egito: diferenças entre os cruzeiros no Rio Nilo

Grandes destaques do turismo no Egito estão em Cairo, Saqqara, Alexandria. No entanto, quanto mais eu conheço o Egito, mais considero que a fase do cruzeiro no Rio Nilo é a melhor parte da viagem. A mais bonita, a mais emocionante, a mais intensa, a mais pitoresca, a mais… charmosa. Por isso, quando alguém me fala sobre a possibilidade de excluir o cruzeiro do pacote de viagem, eu tenho uma resposta pronta, tentando convencer a pessoa a — ao contrário — privilegiar o navio. Chega a ser melhor tirar um ou mais dias de uma outra região para usar essa sobra como extra no navio.

Ao lidar com as propostas de viagem, turistas costumam ficar confusos com as diferentes possibilidades de cruzeiros que surgem. Afinal, qual a diferença entre elas? Na prática, qual é melhor?

Bandeira do Egito no navio em cruzeiro pelo Rio Nilo

.

Cruzeiro no Rio Nilo: as diferenças

As diferenças entre as opções de cruzeiro no Rio Nilo estão em quatro detalhes: dia de início; local de início; duração; qualidade do navio.

.

Início, local de partida e duração

Há dois dias para início de cruzeiro: segunda-feirasexta-feira.

O cruzeiro que começa na segunda-feira parte de Luxor. Os turistas embarcam na segunda e já dormem no navio, mas ele começa a navegar na terça-feira. O final da viagem será em Aswan, na sexta-feira.

A viagem que começa na sexta-feira parte de Aswan. As pessoas embarcam nesse dia e dormem no navio, mas ele passa a navegar no sábado. O final será na segunda-feira, em Luxor.

Note, portanto, que é um vai-e-vem do navio, que recebe turistas na segunda (Luxor) e na sexta (Aswan).

(Artigo continua após este recado.)
Turismo no Egito? Conheça o MEU EGITO. Eu mesmo, G. DAMAS, lá recomendo os melhores guias de turismo egípcios — aqueles em quem eu mais confio. É uma parceria oficial. Lembre-se: em um destino exótico e complexo como esse, a sua viagem está nas mãos dos guias. Por isso, tenha preocupação com qualidade. Para saber mais, siga depois AQUI.

Muito bem, Glauco! Agora, uma idéia piramidal: que tal eu fazer o percurso completo, ida e volta?

Dificilmente um turista permanece no navio durante um percurso completo de ida e volta. Eu nem vejo motivo para isso. Seria tudo repetido, e você só ia gastar dinheiro a mais. O normal é fazer um dos percursos e então, com a bênção dos deuses egípcios, voltar ao Cairo de avião.

Observe, também, que a melhor opção é a que começa na segunda-feira, porque tem um dia a mais. Os turistas aproveitam muito mais os prazeres do cruzeiro, e fazem com mais calma as visitas programadas para quando o navio parar em algumas cidades (é quando conhecemos o Templo de Luxor, o Templo de Karnak, o Vale dos Reis, o Templo de Hatshepsut, os Templos de Abu Simbel, o Templo de Kom Ombo, o Templo de Edfu, etc.).

Incrível! Mas… Glauco… o que ainda me incomoda é essa necessidade de pegar vôo doméstico para ir até a cidade do início do cruzeiro, e então um outro vôo para voltar ao Cairo.

Isso é tranquilo. Eu estive no Egito mais uma vez, recentemente, e peguei lá bons vôos pela EgyptAir. A estrutura dos aeroportos está muito boa, aliás. Lembre-se, também, de que são vôos curtos, de menos de uma hora. (Preocupado com segurança no Egito, inclusive nos aeroportos? Leia depois aqui.)

Cruzeiro no Rio Nilo

.

Qualidade

Outra diferença, esta bastante óbvia, é a qualidade do navio. Você deve escolher um 4 ou 5 estrelas.

A quem viaja pelo Meu Egito, por exemplo, costumamos oferecer navegação pelo Radamis II, um 5 estrelas.

.

Inserindo o cruzeiro na viagem

Não se estresse se os passeios pelo Cairo tiverem de ser interrompidos por causa do cruzeiro. O cruzeiro nunca atrapalha nada. O roteiro pode e deve ser adaptado de acordo com ele.

Tomemos como exemplo o cruzeiro que começa na segunda-feira.

É comum o turista chegar ao Egito em um sábado ou domingo. Neste caso, recomendo que ele aproveite para já fazer uns passeios no Cairo. Então, essa fase é interrompida para ele pegar um vôo, na própria segunda-feria, com destino a Luxor. No final do cruzeiro, ele volta ao Cairo e continua os passeios por ali e na região, que pode incluir Saqqara — e quem sabe, até, uma visita a Alexandria.

Se a sua chegada ao Egito for na mesma segunda-feira, considere a idéia de chegar ao Cairo e já pegar um vôo para Luxor. Todo o Cairo fica para o final da viagem.

Cruzeiro no Rio Nilo

Organize-se bem… e você poderá descobrir uma viagem para depois dizer, como eu: “O Egito é A viagem da minha vida”.

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

3 replies on “Turismo no Egito: diferenças entre os cruzeiros no Rio Nilo”

Por favor, poderia informar o preço do ingresso da Biblioteca de Alexandria?Poderia dar mais informações sobre alexandria. Vou inicio de novembro. Obrigada

bom amigos da telinha. Tai mais uma importante matéria do amigo Glauco. Confesso que fui ao Egito agora recentemente entre dias 31/07 a 04/08, e segui as dicas e recomendações do Glauco. Contratei o guia Ihab, do MEU EGITO, e fui muito feliz na escolha. Assim sendo, achei importante eu deixar a minha opinião sobre as dicas do Glauco, que tirei a prova pessoalmente e foram excelentes, assim como, minha opinião sobre o Gui Ihab, que foi muito profissional e uma segurança para mim e minha família. Com relação a matéria, novamente o Glauco é esclarecedor e realista com relação ao tema Egito, aeroporto e voos, assim sendo, na próximo vez que visitar o Egito, buscarei as dicas deste blog, sem dúvidas. Obrigado Glauco, obrigado Ihab. Um grande abraço do Brasil, Luis Guilherme, Marcia e Guinevere.

Deixe um comentário