Categories
Turismo

Cruzeiro no Rio Nilo: a parte mais fantástica do turismo no Egito

Grandes destaques do turismo no Egito estão em Cairo, Saqqara, Alexandria. No entanto, quanto mais eu conheço o Egito, mais considero que a fase do cruzeiro no Rio Nilo é a melhor parte da viagem. A mais bonita, a mais emocionante, a mais intensa, a mais pitoresca, a mais… charmosa. Por isso, quando alguém me fala sobre a possibilidade de excluir o cruzeiro do pacote de viagem, eu tenho uma resposta pronta, tentando convencer a pessoa a — ao contrário — privilegiar o navio. Chega a ser melhor tirar um ou dois dias de uma outra região para usar essa sobra como extra no navio.

Por causa deste blog, e também pelo Meu Egito, muitas pessoas me fazem perguntas sobre o cruzeiro. Chegou o momento de responder a todas de uma vez. Portanto, pegue seu chicote de Indiana Jones, ou a sua pistola de Lara Croft, e embarque comigo para entender quase tudo o que envolve o cruzeiro.

Que os deuses egípcios nos acompanhem nessa navegação virtual.

Egito - Cruzeiro no Rio Nilo
Navio Radamis II.

.

Cruzeiro no Rio Nilo

Diferenças

Ao lidar com as propostas de viagem, turistas costumam ficar confusos com as diferentes possibilidades de cruzeiros que surgem. Afinal, qual a diferença entre elas? Na prática, qual é melhor?

As diferenças entre as opções de cruzeiro no Rio Nilo estão em quatro detalhes: dia de início; local de início; duração; qualidade do navio.

.

Início, local de partida e duração

Tradicionalmente, há dois dias para início de cruzeiro: segunda-feira e sexta-feira.

O cruzeiro que começa na segunda-feira parte de Luxor. Os turistas embarcam na segunda e já dormem no navio, mas ele começa a navegar na terça-feira. O final da viagem será em Aswan, na sexta-feira.

A viagem que começa na sexta-feira parte de Aswan. As pessoas embarcam nesse dia e dormem no navio, mas ele passa a navegar no sábado. O final será na segunda-feira, em Luxor.

Note, portanto, que é um vai-e-vem do navio, recebendo turistas na segunda (Luxor) e na sexta (Aswan).

Muito bem, Glauco! Agora, uma idéia piramidal: que tal eu fazer o percurso completo, ida e volta?

Dificilmente um turista permanece no navio durante um percurso completo de ida e volta. Eu nem vejo motivo para isso. Seria tudo repetido, e você só ia gastar dinheiro a mais. O normal é fazer um dos percursos e então, com a bênção dos deuses egípcios, voltar ao Cairo de avião (a pessoa já foi de avião de Cairo para Luxor ou Aswan).

Observe, também, que a melhor opção é a que começa na segunda-feira, porque tem um dia a mais. Os turistas aproveitam muito mais os prazeres do cruzeiro, e fazem com mais calma as visitas programadas para quando o navio parar em algumas cidades.

Incrível! Mas… Glauco… o que ainda me incomoda é essa necessidade de pegar vôo doméstico para ir até a cidade do início do cruzeiro, e então um outro vôo para voltar ao Cairo.

Isso é tranquilo. Eu estive no Egito mais uma vez, recentemente, e peguei lá bons vôos pela EgyptAir. A estrutura dos aeroportos está muito boa, aliás — cada vez melhor. Lembre-se, também, de que são vôos curtos, de menos de uma hora. (Preocupado com segurança no Egito, inclusive nos aeroportos? Leia depois aqui.)

.

Qualidade

Outra diferença, esta bastante óbvia, é a qualidade do navio. Você deve escolher um 4 ou 5 estrelas.

A quem viaja pelo Meu Egito, por exemplo, costuma-se oferecer navegação pelo Radamis II, um 5 estrelas.

Cruzeiro no Rio Nilo

.

Inserir o cruzeiro na viagem

Não se estresse se os passeios pelo Cairo tiverem de ser interrompidos por causa do cruzeiro. O cruzeiro nunca atrapalha nada. O roteiro pode e deve ser adaptado de acordo com ele.

Tomemos como exemplo o cruzeiro que começa na segunda-feira.

É comum o turista chegar ao Egito em um sábado ou domingo. Neste caso, recomendo que ele aproveite para já fazer uns passeios no Cairo. Então, essa fase é interrompida para ele pegar um vôo, na própria segunda-feria, com destino a Luxor. No final do cruzeiro, ele volta ao Cairo e continua os passeios por ali e na região, que pode incluir Saqqara — e quem sabe, até, uma visita a Alexandria.

Se o seu primeiro dia no Egito for na segunda-feira, considere a idéia de chegar ao Cairo e pegar um vôo para Luxor no mesmo dia. Todo o Cairo fica para o final da viagem. Mas atenção: deixe um bom intervalo entre a chegada ao Cairo e o vôo de saída para Luxor. Conte com a possibilidade de atraso na chegada ao Cairo! Não corra o risco de perder esse outro vôo.

OK, Glauco. Boas dicas! Mas eu gostaria de ir de trem/comboio do Cairo até o local do início do cruzeiro. Por que você fala apenas em vôos?

Viagem aérea é a única recomendação. A estrutura férrea é muito ruim no Egito. Aeroportos, por outro lado, estão cada vez melhores. A EgyptAir também surpreende muito. Tenho feito ótimos vôos por lá. (Sim, eu recuso a ridícula reforma ortográfica, por isso mantenho “vôo” no blog. Moro em Portugal, e o acordo é muito criticado aqui.)

.

O dia-a-dia no cruzeiro

Muitas pessoas pensam que o cruzeiro significa apenas ficar no navio. Só isso. Seguir navegando pelo Nilo, sem pisar em terra. Oh, grande engano!

Em primeiro lugar, temos o próprio charme do cruzeiro. Passar alguns dias ali é uma emoção indescritível. Então, destaco as saídas do navio para fazer grandes visitas.

(Artigo continua após este recado.)
Turismo no Egito? Conheça o MEU EGITO. Eu mesmo, G. DAMAS, lá recomendo os melhores guias de turismo egípcios — aqueles em quem eu mais confio. É uma parceria oficial. Lembre-se: em um destino exótico e complexo como esse, a sua viagem está nas mãos dos guias. Por isso, tenha preocupação com qualidade. Para saber mais, siga depois AQUI.

.

Visitas

Os turistas saem do navio várias vezes. Com o guia. Sempre com guia.

Nesses dias deliciosos, conhecemos alguns dos pontos mais encantadores e impressionantes do turismo no Egito. Destaco o Templo de Edfu, o Templo de Karnak, o Templo de Luxor, o Templo de Habo, o Templo de Philae, o Templo de Kom Ombo, o Templo de Hatshepsut, os Colossos de Mêmnon. Espere, o que falta de importante nessa lista? Oh, sim, o enigmático Vale dos Reis. Nesse vale, encontramos, por exemplo, a tumba de Tutancamon — com a múmia dele no interior. Iiiiiiimpeeeerdível! (Lembre-se: há vários objetos pessoais de Tutancamon no Museu do Cairo.)

Entre os passeios, o guia de turismo pode oferecer uns encantos extras com visitas a lojas típicas. Eu gosto muito de visitar uma loja de produtos de alabastro que fica perto do Templo de Hatshepsut.

E aqui vai uma dica especial, que nem sempre aparece nos roteiros de viagem. Não deixe de ir a Abu Simbel. Os templos que lá estão são dos mais impressionantes de todo o Egito. Essa visita se faz quando o turista está em Aswan. É uma viagem de carro, de quase 3 horas, em boas estradas. As pessoas vão e voltam no mesmo dia.

Cruzeiro no Rio Nilo

.

Mais aventuras no Rio Nilo

O majestoso Rio Nilo fica à espera dos turistas para aventuras adicionais.

O mais tradicional é participar de um passeio de faluca. Eu me refiro a uma embarcação típica, rudimentar, movida a vento. O programa dura uns 40 minutos. O melhor é fazer isso em Aswan, porque ali temos coisas interessantes para observar. Chamo a atenção, especialmente, para o famoso Hotel Old Cataract, que atrai olhares atentos por estar intimamente ligado à escritora Agatha Christie.

Estou adorando tudo isso, Glauco! Mas… você não vai mostrar mais o próprio navio, já que estamos a falar do cruzeiro?

Claro que sim! E tomo como exemplo o famoso navio Radamis II, no qual já estive algumas vezes.

.

O navio

O primeiro detalhe que deixa os turistas de queixo caído é o quarto. Não é grande nem luxuoso, mas oferece o necessário para uma boa viagem. O que torna o ambiente mais agradável — e impressionante! — é a ampla janela com vista para o próprio rio. Para dar um toque mais interessante ao clima, um funcionário dedica-se, todos os dias, a dobrar uma toalha no formato de um animal típico da África. Fica a expectativa: que bicho será hoje?

bar é um ímã de turistas. Quem é que não deseja aproveitar vários momentos ali? Os turistas deliciam-se com as cervejas egípcias, e logo descobrem o chá e o suco de hibisco, que rapidamente tornam-se um vício durante a viagem.

As lojas são um outro convite. Isso mesmo, lojas dentro do navio. É um bom momento para comprar roupas, jóias, bijuterias, enfeites de casa, etc. Precisa de um anel personalizado, com tamanho próprio para seu dedo e adornos à sua escolha? Encomende um no início do cruzeiro. Até o final, você receberá a sua encomenda.

Cruzeiro no Rio Nilo | Quarto
Pelo vidro, vemos o majestoso e enigmático Rio Nilo.
Cruzeiro no Rio Nilo | Corredor dos quartos
Corredor dos quartos.
Cruzeiro no Rio Nilo | Suco de hibisco
Que tal um suco de… hibisco?
Cruzeiro no Rio Nilo | Loja
Uma das lojas no navio.

O melhor de tudo é o convés. É ali que eu fico durante a maior parte da viagem. Temos piscinas, bar, mesa de jogos, cadeiras de sol. O turista esperto vai com a câmara ou com o smartphone preparado para tirar muitas fotos, porque passamos por belíssimos cenários. Destaco os quilômetros de tamareiras nas margens do Nilo.

Tamareiras??? UAU! Quantas eu posso comer?

Quantas seu estômago aguentar. Comece a salivar comigo: tâmaras fresquinhas, egípcias, que são as melhores do mundo.

Agora, esqueça as tâmaras por um minuto e pense em um alerta. Se a sua visita for no verão, será difícil ficar no convés durante o dia — pelo menos até umas 5h da tarde. O sol maltrata muito. A sensação térmica passa facilmente de 50 graus.

Cruzeiro no Rio Nilo | No convés do navio Cruzeiro no Rio Nilo | No convés do navio Cruzeiro no Rio Nilo | No convés do navio Cruzeiro no Rio Nilo | No convés do navio Cruzeiro no Rio Nilo | No convés do navio Cruzeiro no Rio Nilo | No convés do navio

Rio Nilo à noite
Aproveite o convés também à noite!
Cruzeiro no Rio Nilo | Tamareiras
Tamareiras!

E… comida, Glauco? Já sinto fome só de pensar em tantas coisas gostosas para ver e para fazer! E, você sabe, essa história das tâmaras despertou ainda mais meu apetite…

Vamos esclarecer isso. Mas, antes, namore mais um pouquinho a foto acima. Não são incríveis as tamareiras?

.

Refeições… e festas!

A hospedagem no navio costuma oferecer pensão completa. Isso significa café-da-manhã/pequeno almoço, almoço e jantar (bebidas pagas à parte, senão o dono do navio teria um prejuízo tão grande que nem os deuses egípcios seriam capazes de salvá-lo). As refeições acontecem em self-service.

Preocupado com os quilos que vai ganhar na viagem, depois de comer e beber muito… e abusar com as deliciosas tâmaras?

Oh, eu estou, sim!

Então use a academia que o navio oferece. Há aparelhos modernos para exercícios. Ou… deixe isso para depois da viagem. Por que se estressar agora? Aproveite o Egito incansavelmente! Cada minuto!

Aliás, fique de olho em avisos no navio. Se necessário, pergunte a um funcionário sobre eventos extras à noite. Depois de um jantar, eles costumam apresentar um show de músicas e danças típicas dos núbios. É muito divertido! Turistas entram na animação e às vezes saem dançando pelo navio, junto com os artistas. Esse show acontece no bar, não no restaurante.

Cruzeiro no Rio Nilo | Refeições e festas
Refeições com o Rio Nilo à vista? Oh, sim!

Cruzeiro no Rio Nilo | Refeições e festas Cruzeiro no Rio Nilo | Refeições e festas Cruzeiro no Rio Nilo | Refeições e festas Cruzeiro no Rio Nilo | Refeições e festas Cruzeiro no Rio Nilo | Refeições e festas

.

Não desperdice oportunidades

Há turistas que desperdiçam a incrível oportunidade de estar em um cruzeiro no Rio Nilo. Eu observo isso. Seja esperto: aproveite mais a viagem. Quando, afinal, você terá outra chance?

No convés, por exemplo, essas pessoas não saem da piscina, ou ficam horas e horas deitadas nas cadeiras de sol, com os olhos fechados. Enquanto isso, a rotina corre, e elas não percebem o que acontece ao redor. Perdem cenas emocionantes, registros fotográficos surpreendentes, interações culturais com a tripulação. Algumas passam mais horas no quarto que em outra parte do navio.

É maravilhoso usufruir o quarto, a piscina, as cadeiras de sol. Mas cuidado para não manter seu foco nisso.

Já vi inúmeros turistas perderem a cena interessante que se passa na Comporta de Esna. Sem prestarem atenção ao ambiente, não perceberam que, quando chega a essa comporta, o navio fica parado durante vários minutos, à espera de que o nível da água do Nilo se iguale ao nível do outro lado. Enquanto isso, barcos de vendedores se aproximam para vender produtos — principalmente toalhas, xales, cachecóis. Como eles vendem? Simplesmente, jogam os produtos de lá de baixo, direto para as mãos dos turistas ou para o chão do convés. As pessoas analisam os produtos. Se não quiserem, lançam de volta. Se decidirem comprar, jogam o dinheiro. É incrível!

Comporta de Esna
Enquanto a comporta não se abre, vendedores abordam os turistas aos gritos, lançando produtos. Esses têm estratégia de venda!

OK, Glauco, eu até sinto arrepios ao ler tudo isso sobre o cruzeiro. Mas… uma coisa me assombra: há a possibilidade de não haver cruzeiro no Nilo em meu pacote! E agora? Eu quero tanto uma experiência no Nilo!

Há uma idéia para o seu caso.

.

Sem cruzeiro? Há um consolo!

Você deve ter ao menos uma experiência ligada mais intimamente ao Rio Nilo. Sem o cruzeiro tradicional, você pode participar, ainda no Cairo, de um jantar em um navio. Após a refeição, eles apresentam um show típico. O evento dura aproximadamente duas horas.

.

Desejo que você viva intensamente o Egito… e que, ao voltar para casa, diga como eu: o Egito é a viagem da minha vida!

Cruzeiro no Rio Nilo | Bandeira do Egito

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

22 replies on “Cruzeiro no Rio Nilo: a parte mais fantástica do turismo no Egito”

Bom dia
Estou indo para o Egito em setembro. Tenho interesse em fazer o cruzeiro de 04 noites que sai de Luxor. Como faço para saber o preço?

Ola, td bem? Gostaria muitoooo de fazer um cruzeiro pelo Nilo. Porém ja fiz um cruzeiro marítimo e passei muito mal (o mar estava bem calmo). Quais vc acha que são as chances de eu passar mal num cruzeiro fluvial assim??? Obrigada!!

Gostaria de saber o preco hoje, do cruzeiro no Ramises 2,saindo de Luxor a Aswan.
Grato pela informações.
Atenciosamente,
Aderbal

Olá Glauco, Estou tentada a fazer uma viagem ao Egito que inclui este cruzeiro pelo Nilo. Eu vou com uma agencia de viagem e eles nos acompanham nos passeios. Só que eu vou sozinha, voce recomenda ? Estou com medo.
Obrigada e beijos.

Olá Glauco,
Estou tentada a fazer esta viagem ao Egito, iria com uma empresa de turismo e eles nos acompanham nos passeios. Só que eu vou sozinha, voce acha perigoso ? Estou com muita vontade de ir, mas estou com medo.
Obrigada e beijos.

alem do programa do jantar no Nilo, existe outros tipos de passeios? por exemplo: passeios de lancha para grupos de 3 ou 4 pessoas ou de catamarã para grupos maiores.

Glauco, Boa noite!
Gostaria de saber maiores detalhes sobre os valores para o cruzeiro no navio indicado acima e os passeios que conseguimos fazer. Onde posso verificar?

Parabéns pelo excelente trabalho Glauco, como tantos outros vou contar com a ajuda em Outubro de 2018 quando pretendo ir. Vou procurar saber o valor do Cruzeiro. Obrigado

Vou em novembro a roupa é de verão no Egito ? No cruzeiro qual tipo de roupa usar? Quando saímos para visitas tem que levar algo para proteger os ombros e levar saia para cobrir ?

Olá, Bernardete!

As temperaturas já ficam mais amenas em novembro. Devem estar em torno de 25 graus. Fica bem mais fácil fazer as visitas — em comparação com o verão. Ainda poderá usar roupas leves.

Não se estresse assim com roupas. Simplesmente, tenha a educação e o cuidado de usar roupas discretas, sem exibir mais partes do corpo.

Em áreas de mar e de piscina (a piscina do navio, por exemplo, durante o cruzeiro), você pode ficar mais à vontade, sem problema. Mas procure não usar um biquíni mais “ousado”. É apenas uma questão de respeito à cultura local.

Deixe um comentário