Categories
Turismo

Prepare-se para o Egito: itens essenciais na sua mala

Voltei de mais uma viagem ao Egito. Como sempre, foram dias maravilhosos. Costumo dizer que o país proporciona a viagem da minha vida.

Era fim de primavera. Com o verão já a bater à porta, as temperaturas estavam altíssimas. Vivi sensações térmicas superiores a 50 graus, principalmente na incrível fase do cruzeiro no Rio Nilo.

Uma viagem nessas condições exige cuidados extras dos turistas, com itens indispensáveis nas malas. Se você não observar isso, poderá ter problemas.

Mostro a seguir alguns itens que coloquei na minha mala. Preste atenção. Algumas dicas podem ser óbvias (óculos de sol, creme hidratante), mas outras talvez sejam novidades para você.

[Leitora] Que ótimo, Glauco! Estou ansiosa para conhecer as dicas!

Que bom! Turista precavido é turista inteligente.

[Leitor] Ahn… sabe, Glauco… sei lá… é que eu sou homem… e essa história de dicas de cremes e coisas afins… ahn… isso pode não pegar bem pra mim… eu tenho vergonha…

Deixe de frescura, homem! Continue a leitura. Você ainda vai me agradecer pelas dicas.

.

Fazendo as malas para o Egito (oba! uau!)

Sem mais enrolação, vamos à lista:

.

Chapéu ou boné

Poupe seu couro cabeludo. Chapéu (de preferência) ou boné são grandes aliados. Aliás, até fazem parte do figurino típico no Egito. Quem é que não gosta de exibir certo charme de arqueólogo? Com meu chapéu, eu parecia criança e me via como Indiana Jones!

O chapéu que levei na viagem dos últimos dias pode ser uma grande curiosidade para você. Ele é feito de cortiça. Moro em Portugal, onde produtos de cortiça são uma tradição muito bonita.

A desvantagem do chapéu ou boné é não poder tirá-lo depois de horas de uso, com muito suor. Os cabelos ficam tão feios que qualquer pessoa corre de você assustada.

Que exagero, Glauco!

Duvida? Espere para ver…

Chapéu de cortiça feito em Portugal
Meu chapéu de cortiça.
Minha sombra em Gizé
Feito criança, eu olho para a minha sombra ao lado da Pirâmide de Quéops e acho que sou Indiana Jones (não conta pra ninguém).
Indiana Jones
What?!

.

Óculos de sol

Em vários lugares, é impossível ficar sem óculos de sol. A claridade é tão intensa que sentimos dor nos olhos.

Confesso que não me agrada usar óculos de sol. Não gosto da forma como eles alteram as cores dos ambientes. E eu quero ver tudo em detalhes, em modo natural. Mas às vezes é impossível dispensá-los.

.

Garrafa térmica para água

Não poupe na qualidade. Compre uma garrafa capaz de manter a baixa temperatura da água por longas horas. Durante os passeios, tudo o que nós desejamos é água, água, água, ÁÁÁGUA.

Cuidado também com o tamanho da garrafa. Se for grande, será incômodo carregar o tempo todo. Você vai tomando as doses e compra mais água gelada entre os passeios, para encher a garrafa novamente.

Garrafa térmica para água.

.

Protetor solar

O sol é implacável. Não economize na qualidade do protetor solar. E que ele seja fator mínimo 30 (eu uso 50).

Aqui eu tenho uma dica especial de marca de protetor. Na viagem dos últimos dias, usei um protetor fator 50 da La Roche-Posay. É o que aparece na foto mais abaixo. Ele foi excelente. Excelente! Improvável eu encontrar um melhor. (Uau! Depois disso, será que eles me pagam um cachê?) Voltei para casa sem nenhuma marca vermelha na pele. Ele é um spray, não creme. Espirramos uma fina nuvem do spray na pele, inclusive no rosto. Esse modelo, marcado como “antibrilho”, seca rápido, sem deixar a pele brilhante nem oleosa. Também é ideal para pessoas com pele sensível (não é o meu caso, mas vale ressaltar mais essa vantagem).

O problema, para turistas brasileiros, são os preços dos protetores solares de alta qualidade. Tenho consciência disso. Imagino que esse protetor seja muito caro no Brasil. Esses produtos são bem acessíveis aqui em Portugal, onde eu moro.

.

(Artigo continua após este recado.)
Turismo no Egito? Conheça o MEU EGITO. Eu mesmo, G. DAMAS, lá recomendo os melhores guias de turismo egípcios — aqueles em quem eu mais confio. É uma parceria oficial. Lembre-se: em um destino exótico e complexo como esse, a sua viagem está nas mãos dos guias. Por isso, tenha preocupação com qualidade. Para saber mais, siga depois AQUI.

Desodorantes

Primeiro, as axilas.

Compre um superdesodorante. Garanto: você vai precisar de proteção extra.

“Acidentes” com cheiros podem acontecer com qualquer pessoa. Não esperamos tanto calor, tanto suor, por isso o desodorante com o qual estamos acostumados pode não dar conta do serviço. Como é comum eu perceber turistas com “um cheiro a mais”…

Em segundo lugar, preocupe-se com os seus pés. Leve um desodorante especial para eles. Você vai andar muito, seus pés vão esquentar, vão suar. Não corra o risco de tirar os sapatos no hotel e as pessoas saírem desesperadas pensando que é ataque terrorista com arma química.

Eu, sinceramente, nunca tenho problema com cheiro nos pés. Mas, por garantia, eu uso um produto.

.

Água termal

Oh, aqui está UMA GRANDE DICA, explorada por poucas pessoas no Egito. Preste atenção, porque essa água chegou a salvar meus passeios.

A água termal pode ser encontrada em farmácias. Vem em pequenos tubos de spray. Ela é bem diferente de uma água normal (de garrafa ou de torneira) que podemos jogar no rosto ou no resto do corpo. Tem um efeito mais intenso na pele. Hidrata mais, refresca mais. Proporciona um bem-estar intenso e imediato. Chega a ser difícil explicar isso.

Quando a situação apertava em termos de calor, eu espirrava essa água nos braços, no peito, no pescoço, e principalmente no rosto. Que alívio!

Durante a visita ao Templo de Edfu, eu de repente passei mal por causa da temperatura. Tive de me sentar. Tomei bastante água (daquela minha garrafa térmica) e… usei a água termal. Foi quase milagroso: essa água me refrescou, me reergueu em poucos segundos.

Quando entrei na Pirâmide de Quéops, a água termal foi responsável por eu chegar ao fim do penoso caminho lá dentro. A passagem até a tumba é complicadíssima – apertada, quente, sufocante. No meio do caminho, eu parei e usei a água termal. Incrível como ela me reacendeu para continuar até o fim.

Mais uma vez, vale a observação sobre preços. Parece que esse é um produto caro no Brasil. Mas garanto: VALE A PENA TER ISSO NO EGITO. Atenção! (Aliás, vou pedir porcentagem aos fabricantes de água termal. Por causa desta minha postagem, muitas pessoas — que nem conheciam a água — foram comprar o produto.)

.

Repelente de insetos

Não precisei de repelente durante os passeios. Os insetos só me incomodaram durante o cruzeiro no Rio Nilo, nos momentos em que eu ficava lá no alto do navio.

.

Protetor labial

O clima nada amistoso acaba também com os nossos lábios.

.

Creme hidratante

Nem preciso explicar. Nossa pele grita. Seca, racha, arde.

Eu passava creme antes de dormir. (Se você acha isso uma “frescura de mulher”, está muito por fora do mundo. E acredite: as condições climáticas farão você ter vontade de usar tudo isso.)

Itens essenciais na mala para uma viagem ao Egito
Meus produtos – Um creme hidratante à esquerda. Abaixo dele, o pequeno pote era o protetor labial. O tubo branco é a água termal. Depois dele, o protetor solar (repito: o melhor que já usei até hoje!). A faixa verde no protetor indica a atuação antibrilho (há outros modelos nessa linha). Então, vemos o meu repelente de insetos e um desodorante especial, resistente a calor, com proteção extra.

.

Lanterna

Isso mesmo, lanterna. É útil para iluminar certas partes escuras em templos, tumbas, etc.

Tenho uma lanterna LED pequena, mas potente. E o melhor: a carga dela é por dínamo. Portanto, não preciso de baterias.

Lanterna de dínamo
Minha lanterna. Basta girar a manivela para ter energia.

.

Carregador portátil de baterias

Não se estresse com fim de carga em bateria de smartphone, câmera, smartwatch. Tenha consigo um carregador portátil. Eu nunca viajo sem um, não importa o destino. Uso um ótimo carregador da RavPower. (Cuidado com marcas brancas! São perigosas! Esse tipo de bateria pode explodir ou danificar o aparelho a ser carregado!)

.

Uma bolsa para tudo

E como carregar quase tudo isso durante os passeios? Com uma bolsa, é claro. Leve uma especial, com compartimentos extras. Também há modelos masculinos bonitos e funcionais.

Entre os itens acima, eu só não colocava na bolsa o creme hidratante e o protetor solar. E por que não o protetor solar? Por ser de alta qualidade, ele resistia bem durante todo o dia. Eu não precisava repetir a aplicação.

Um detalhe. Os cuidados com segurança são rigorosos no Egito. Somos verificados várias vezes por dia em aeroportos, hotéis, pontos turísticos. Eles sempre abriam a minha bolsa para verificar tudo. Isso é muito bom para todos nós.

.

Espere, não acabou!
Remédios!

Como um turista cuidadoso, você levará também alguns remédios. Nunca sabemos o que pode acontecer em uma viagem.

Eu levo analgésicos, antibióticos, antiinflamatórios e remédios para diarréia e vômito. No caso dos analgésicos, são produtos leves. Não leve aqueles do tipo Tramal (tramadol), porque você até poderá ter problema na alfândega egípcia.

.

Enfim, cuidados extras nunca são demais ao preparar as malas..

Bons passeios! Que o fabuloso Egito seja também a viagem da sua vida!

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

10 replies on “Prepare-se para o Egito: itens essenciais na sua mala”

Oi Glauco
Estamos, eu e meu marido, indo visitar o Egito, a minha viagem dos sonhos .
Suas dicas, comentários e recomendações tem sido essenciais na preparação para esta viagem.

No próximo ano, estamos planejando um tour em Portugal.

Obrigada

Bom dia, querido faraó!
Vim matar a saudade de ler seus magníficos textos com domínio espetacular da tema´tica exposta. Ainda realizarei meu sonho de conhecer o Egito, mas com você como guia.

Olá Glauco!
Estou amando seu blog! Egito sempre foi uma vontade e parece que será onde passarei a minha lua de mel. Estamos cotando aqui com certeza!
To lendo tudo aqui como se nao houvesse o amanha rs
Obrigada por compartilhar conosco essa sua paixao! A mim só faz cada vez mais querer conhecer. Assim como voce, amo historia.
Bjks

Postagem magnífica! Seus detalhes são incrivelmente apropriados! Encantei-me com a sua forma de escrever, brincando e dominando o texto. Ler se torna delicioso.

Glauco Damas, seu blog é demais, é incomparável, principalmete para Egito. É uma leitura obrigatória que eu falo para todos os meus amigos, muito obrigado mesmo e parabéns.

Deixe um comentário