Categories
Turismo

Elevador de Santa Justa, em Lisboa: a emoção de subir nele

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Você está prestes a conhecer um dos pontos turísticos mais populares da fantástica Lisboa: o Elevador de Santa Justa. Inaugurado em 1902, a partir de um trabalho do arquiteto Raoul Mesnier du Ponsard, foi classificado como Monumento Nacional em 2002.

A seguir, faremos uma visita virtual ao lugar, com dicas e muitas fotos. No final, uma surpresa para a maioria dos visitantes: um restaurante que fica lá em cima.

.

O Elevador de Santa Justa

Horários, acessibilidade e preços

De outubro a maio, o elevador funciona das 7h às 22h. De junho a setembro, das 7h às 23h. O acesso ao miradouro é sempre das 8h30 às 20h30.

Paga-se 5€ pelo ticket, que é adquirido a bordo e vale para até 2 viagens. Quem possui um Lisboa Card tem acesso livre.

Pessoas com dificuldade de locomoção não conseguem acesso ao miradouro. Quando saímos do elevador, lá no alto, já conseguimos uma belíssima visão da cidade, mas o melhor está um pouco mais acima, no miradouro. Ainda é preciso subir escadas para chegar lá.

.

Localização

A visita ao Elevador de Santa Justa costuma acontecer quando o turista vai conhecer a região da Praça do Comércio. Lá estão, por exemplo, o famoso Arco da Rua Augusta e a própria Rua Augusta, visita obrigatória para todo mundo.

Como chegar ao elevador a partir do Arco da Rua Augusta? Cruze o arco e siga pela própria Rua Augusta. Na sétima esquina, vire à esquerda. Você verá o elevador.

Para localizar o elevador direto no Google Mapas, use este link.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa
A visão quando viramos à esquerda naquela esquina.
Elevador de Santa Justa, em Lisboa
Entenda melhor a região: (1) O balão vermelho aponta o Elevador de Santa Justa. (2) O belíssimo Arco da Rua Augusta, no qual os turistas podem subir para ter uma fantástica visão em 360 graus. (3) A Praça do Comércio. (4) Neste canto estão dois restaurantes incríveis: o Restaurante Martinho da Arcada (frequentado por Fernando Pessoa) e o Restaurante Museu da Cerveja. (5) O famoso Café A Brasileira (aquele com a estátua de Fernando Pessoa). (6) O Rossio. (7) O Castelo de São Jorge.

.

A visita

Parte inferior

Sempre espere enfrentar filas para subir no Elevador de Santa Justa, principalmente no verão. Aliás, o verão pede cuidados especiais. Você pode ficar muito tempo ali, por isso, esteja com óculos de sol e tenha consigo uma garrafa de água.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa
Parte da fila. Entramos ali pela direita.
Elevador de Santa Justa, em Lisboa
Em vez de ir ao elevador, com acesso ao miradouro, você pode seguir bairro acima ao passar por esta escada. Chega, assim, ao Chiado.
Elevador de Santa Justa, em Lisboa
Atrás do elevador, se você subir aquela escada.

Enfim, chegamos à “área de embarque”, junto à porta do elevador. Essa área está muito feia. Precisa de uns cuidados.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Ao entrar no elevador, você compra seu ticket com o funcionário que fica ali.

Como eu já disse, o cartão Lisboa Card dá acesso livre ao elevador e ao miradouro.

.

Subiiiindo…

A subida é muito rápida. Por isso, não se incomode se você não conseguir um assento.

Veja dentro do elevador:

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

.

Enfim, lá no alto

Ah, agora sim! Vemos que compensou a espera naquela fila.

Mas… observe a próxima foto. Você não vai se contentar com essa vista, certo?

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Suba a escada que está ali. Então, ufa!, você estará no MIRADOURO.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa
A escada.

Subiu a escada? Aaaaaaah! Agora melhora muito! 😉

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Aqui, é preciso tomar cuidado com o clima.

No verão, Lisboa sofre com um calor implacável. Use óculos escuros, protetor solar e tenha sempre consigo uma garrafa de água.

No inverno, o frio ali em cima congela até a alma dos visitantes. Esteja muito bem agasalhado. Considere usar gorro, cachecol e luvas.

Em termos de clima, os melhores períodos para a visita são a primavera e o outono.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Elevador de Santa Justa, em Lisboa
Com zoom na câmera: uma parte do Castelo de São Jorge.

Em minha última visita, há poucos dias, notei uma coisa curiosa — e preocupante, talvez. Por questões de segurança, Paris removeu os cadeados da Ponte das Artes. Ninguém mais pode colocar cadeado em lugar nenhum. Desta vez, no miradouro do Elevador de Santa Justa, observei vários cadeados nas grades. Essa moda vai pegar ali em Lisboa?

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Enfim, veja um breve e simples vídeo que eu fiz lá em cima:

.

Restaurante

Depois da visita, saímos por um corredor. Ainda na estrutura do miradouro, há algo que ainda surpreende muitos turistas: um restaurante. E é muito bom! Eu sempre paro ali para beber, comer. A vista é fantástica.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa
Ao atravessarmos este corredor, chegamos ao Restaurante Bellalisa.

Elevador de Santa Justa, em Lisboa

O restaurante é o Bellalisa. Não mostro detalhes agora porque há um artigo especial sobre ele aqui no Viagem Fantástica. Aproveite!

Por fim, vale destacar que, ao seguir caminho após o restaurante, o visitante sai no famoso Largo do Carmo. Ali está um prédio ligado a Fernando Pessoa. Contarei detalhes em outro artigo.

Bons passeios lá nas alturas!

NOTA:
Procura hotéis em PORTUGAL? Aproveite a parceria deste blog com a Booking. Vantagens costumam aparecer nas reservas. Siga aqui para conferir. (Esse é um link afiliado. Há uma pequena comissão ao blog, e isso ajuda a cobrir altos custos com servidor de qualidade, segurança, tratamento de imagens, etc. É assim que eu NÃO coloco aqui aquelas publicidades irritantes que atrapalham o conteúdo dos artigos. Por uma internet mais limpa! Eu agradeço.)

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

7 replies on “Elevador de Santa Justa, em Lisboa: a emoção de subir nele”

Como sempre excelentes artigos. Já estive em Portugal 3 vezes e vou voltar sempre que puder. Abraços
já sou cadastrada.

Muito obrigado pelo comentário e pelo gentil elogio, Lúcia.

Fico feliz por saber que gosta de Portugal. Se um dia vier aqui ao Algarve (Sul), avise-me. Quem sabe um café com você e sua família?

Deixe um comentário