Categories
Turismo

Holandês ia a Sidney, mas pegou vôo errado e chegou a… Sidney!

Ah, o frio na Holanda! Cansado das baixas temperaturas, o estudante holandês Milan Schipper, de 18 anos, pensou: “Que tal eu fugir um pouco desse clima?”.

Oh, sim, uma idéia genial. Feliz, ele fez pesquisas on-line e descobriu um ótimo preço para um bilhete aéreo com destino a Sidney. Uau, a AUSTRÁLIA! Quente, quente, quente!

E chegou o dia da viagem. Lá se foram as longas horas de vôo. De repente, algo estranho aconteceu. O avião desceu em… ahn… Toronto. Então, o jovem foi encaminhado a uma conexão por uma pequena aeronave da companhia Air Canada. Tudo ainda mais estranho, mas, até aqui, “tudo bem”. Devia ser apenas uma daquelas rotas malucas que as companhias aéreas fazem.

Finalmente, o jovem chegou ao destino da grande viagem: Sidney. Aleluia!

Mas… era outra Sidney — na Nova Escócia, CANADÁ.

Vôo errado: Sidney na Austrália e no Canadá

Foi um errinho de 17 mil quilômetros. Além disso, ele chegou a uma cidade com clima de -20 graus Celsius. Nada, nada bom para quem queria fugir do frio.

Distância entre os países
Um errinho simples.

Ao verem o passageiro assustado, funcionários da companhia aérea ajudaram-no a reservar um vôo para Toronto, de onde ele poderia regressar à Holanda.

No fim, ele parece ter se divertido com a aventura. Virou notícia em vários países, e ainda declarou que um dia terá uma história superinteressante para contar aos netos.

Se você riu, entenda que também pode ser vítima dessa confusão. Não são poucos os casos no mundo, envolvendo diversos destinos. Aliás, a própria confusão com Sidney já rendeu outras histórias cômicas. Um alemão cometeu o mesmo erro desse holandês. E um casal britânico. Vale lembrar, também, o turista que, na época da Copa no Brasil, queria ir para Salvador, Bahia, mas viu o avião descer em El Salvador, na América Central.

Fique de olho. Confira duas vezes os seus bilhetes aéreos. Se o seu destino for Sidney, confira três vezes.

Não, espere. Confira cinco vezes.

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

2 replies on “Holandês ia a Sidney, mas pegou vôo errado e chegou a… Sidney!”

Glauco eu adoro o seu jeito de escrever, é o melhor, a gente sente tudo diferente, e se é sobre um lugar já dá vontade de ir na hora. Os toques de humor eu amo.

Deixe um comentário