Categories
Turismo

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim
A poucos passos do Memorial do Holocausto, outros importantes pontos turísticos de Berlim, como o Reichstag (que abriga o Parlamento) e o Brandenburger Tor (Portão de Brandemburgo).

Você está prestes a conhecer um dos pontos turísticos mais famosos de Berlim, na Alemanha. O Memorial do Holocausto, apesar de sinistro, por marcar um dos pontos mais macabros da história da humanidade, é procurado pela maioria dos turistas, que emocionam-se muito por ali. (Alguns pontos turísticos populares marcam a tristeza da História, mas vale a pena a visita. Um grande exemplo é Pompéia, na Itália, devastada pelo vulcão Vesúvio no ano 79. O artigo sobre Pompéia é até hoje o mais lido neste blog.)

Eu estava a caminho do Brandenburger Tor (o Portão de Brandemburgo) quando parei para consultar o Google Mapas em meu smartphone. Sabia que o Memorial do Holocausto estava por ali. Pois eu nem precisei terminar a consulta no smartphone: ao olhar para o lado, vi o Memorial. Está a apenas 400 metros do Brandenburger Tor.

O Memorial do Holocausto, em Berlim
A caminho do Brandenburger Tor, que aparece ao fundo. Aqui, ao olhar para a direita, vi o Memorial do Holocausto.

O Memorial do Holocausto, em Berlim

Aberto ao público em 2005, o “Memorial aos Judeus Mortos da Europa” lembra os 6 milhões de vítimas da Segunda Guerra Mundial. O efeito visual é incrível. 2711 blocos de concreto cinza, paralelos e em tamanhos variados, espalham-se pela imensa área. O local ganhou um tom mais sombrio com o clima do dia em que eu o visitei. Era inverno, com céu fechado. Nesse período, Berlim escurece por volta de 3:30 da tarde.

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim
Ao fundo, a Fernsehturm Berlin, torre de TV na qual os turistas sobem a mais de 200 metros para ter uma belíssima visão de Berlim.

Compensa andar pelos blocos, explorar a área. Ali no meio, encontramos uma sala subterrânea que funciona como centro de informações. Uma exposição documenta e discute a perseguição e o extermínio dos judeus.

O Memorial do Holocausto, em Berlim

O Memorial do Holocausto, em Berlim

A visita não toma muito tempo. Aproveite para conhecer, em seguida, o Brandenburger Tor (visita obrigatória em Berlim), o Reichstag, a Potsdamer Platz e a Fernsehturm. Dá para fazer tudo a pé!

Berlim
Seta vermelha: o Memorial do Holocausto. Seta azul: o Brandenburger Tor. Seta verde: aproveite para conhecer o Museu Madame Tussaud de Berlim (é muito divertido!).

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

Deixe um comentário