Categories
Turismo

Conheça o Mercado de San Miguel, em Madri

Mercado de San Miguel | Madri

Eu ainda não conheço nenhum turista em Madri que não tenha ido ao Mercado de San Miguel. Você também vai conhecer esse mercado, é claro. No mínimo agora, aqui comigo, em uma visita virtual.

 

Gastronomia e cultura no centro de Madri

O Mercado de San Miguel não chama a atenção apenas pelos produtos que oferece. As próprias instalações do mercado são carregadas de interesse histórico.

A construção, concluída em 1916, na Plaza de San Miguel, é considerada Bem de Interesse Cultural na categoria Monumentos. É uma admirável arquitetura em planta baixa, com estrutura metálica de suportes de ferro fundido.

Não pense que a tradição começou em 1916. O mercado existia bem antes disso, a céu aberto. Foi em 1835 que surgiu o primeiro projeto para a cobertura de sua área — mas o trabalho não avançou.

Hoje, o mercado é uma AGITADA área de convivência entre madrilenhos e turistas de todos os cantos do planeta. Os comerciantes são profissionais da gastronomia local com foco em manter o espírito antigo das vendas. Cultuam a qualidade dos alimentos, a frescura, as compras diárias, e o atendimento mais íntimo e direto com os clientes. Essa intimidade, no entanto, acaba prejudicada pela multidão que forma-se ali constantemente. Mas tudo bem, o que vale é a intenção.

Mercado de San Miguel | Madri

Mercado de San Miguel | Madri

Justamente por ligarem-se a tradições, os comerciantes oferecem o melhor das tradições gastronômicas da cidade. O mercado é paraíso, por exemplo, para quem gosta do famoso jamón. Aliás, se você é um apreciador de queijos, não deixe de experimentar o queso (queijo) Manchego, verdadeira mania em Madri (eu comi um monte, todos os dias!). Fique de olho também nas enormes azeitonas espanholas, sempre de sabor muito intenso.

Mercado de San Miguel | Madri

Mercado de San Miguel | Madri

Mercado de San Miguel | Madri

Mercado de San Miguel | Madri
Frutos do mar também são uma especialidade. Que tal uma dose de camarões? Ou de caviar?
Mercado de San Miguel | Madri
Doces também são uma atração no mercado.

É uma pena eles às vezes falharem nas bebidas. Eu gostaria de dizer que ali você pode experimentar as melhores cervejas espanholas em todos os cantos. Mas, estranhamente, apesar do culto à tradição, eu vi pontos do mercado oferecerem cervejas alemãs, mas não cervejas… ahn… espanholas. Neste caso, fuja dali, procure outro ponto. Há várias cervecerías lá dentro. Aproveite para experimentar também os vinhos espanhóis.

Mercado de San Miguel | Madri

Mercado de San Miguel | Madri
Às vezes, a bebida vem até você.

 

Multidão

Lembre-se de que, ali em cima, eu escrevi que o mercado é “uma AGITADA área de convivência”. Não foi à toa que usei maiúsculas para ressaltar a idéia.

Isso chega a incomodar, porque fica difícil caminhar entre tantas pessoas. Filas demoradas formam-se em alguns pontos. Complica, também, a tarefa de achar uma mesa para você comer e beber com mais conforto. Por isso, muitos ficam mesmo de pé para deliciarem-se com as guloseimas.

Mercado de San Miguel | Madri

Mercado de San Miguel | Madri

Outro ponto para eu chamar a atenção são os banheiros. O que acontece com banheiros em lugares lotados? Adivinhou, certo? Sujeira, cheiro ruim. Em minhas duas visitas ao mercado, vi uma simpática funcionária a dedicar-se aos banheiros o tempo todo. Mas, por mais que ela se dedicasse, ficava difícil manter tudo em dia. Eu quase vomitei no banheiro, por causa do cheiro. Mas tudo bem, há lugares piores nesse aspecto. O cheiro dos banheiros do Museu do Louvre, em Paris, é bem pior! Uuuurght!

 

Prepare sua carteira

Multidão, dificuldade para andar, complicações para achar mesa vaga, banheiro fétido? Calma. Os gastos podem revelar-se a sua maior preocupação no mercado. Oh, eu devo dizer: os preços ali são uma exploração. Pela fama do lugar, os comerciantes mostram-se implacáveis ao definirem preços. Isso tem dificultado muito para turistas brasileiros, principalmente, devido ao demoníaco câmbio real-euro.

Cheguei a pagar 6€ por uma cerveja. Isso mesmo! Depois, eu paguei 1,50€ por um croquete de queijo que tinha o tamanho do meu dedo.

Apesar de tudo isso, eu ressalto: a visita ao Mercado de San Miguel vale muito a pena. É viver parte das emoções e das tradições de Madri. É um ponto básico do roteiro turístico na cidade.

 

Horários

O Mercado de San Miguel abre todos os dias. Estes são os horários:

  • Segunda-feira, terça, quarta e domingo:
    • Das 10h à meia-noite
  • Quinta-feira, sexta e sábado:
    • Das 10h às 2h da madrugada (oba!)
  • Dias especiais:
    • 24 de dezembro: das 10h às 19h30
    • 25 de dezembro: das 12h à meia-noite
    • 31 de dezembro: das 10h às 19h30
    • 1 de janeiro: das 12h às 2h da madrugada

 

Localização

Facilite a sua vida: localize o mercado direto no Google Mapas.

Mercado de San Miguel | Madri
Área da praça onde fica o mercado.
Mercado de San Miguel | Madri
Vai alugar uma bicicleta em Madri? Há uma estação de bicicletas ao lado do mercado.
Mercado de San Miguel | Madri
PONTOS TURÍSTICOS INTERESSANTES NA REGIÃO — Seta VERMELHA: Mercado de San Miguel. VERDE: Plaza Mayor. ROSA: Chocolatería San Ginés. AZUL: Plaza de Oriente. PRETA: Bar e Restaurante Café de Oriente. AMARELA: Palácio Real de Madri. MARROM: Catedral de la Almudena. | Você pode clicar/tocar nesta imagem para vê-la maior, em outra janela do navegador.

 

Para encerrar, sugiro que assista a este vídeo com a atriz Eva Longoria no mercado:

Viu? O mercado é local também de celebridades. E… VOCÊ será mais uma lá! 🙂

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

Deixe um comentário