Categories
Turismo

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa: vista fantástica

Há vários miradouros em Lisboa. Eu já mostrei, aqui no blog, um dos mais famosos: o Miradouro da Senhora do Monte. No entanto, o miradouro preferido pela maioria dos turistas fica perto do Castelo de São Jorge: é o Miradouro das Portas do Sol.

Vamos fazer uma visita virtual a ele, com dicas e fotos.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol

.

Localização

Para localizar-se melhor, as melhores referências são o Castelo de São Jorge, o Miradouro de Santa Luzia e a Igreja de Santa Luzia.

Use este link para encontrar o miradouro direto no Google Mapas.

.

Como chegar

Para um turista, os melhores meios de chegar ao Miradouro das Portas do Sol são o famoso Eléctrico 28, os carrinhos conhecidos como Tuk-Tuk e o Autocarro 737.

.

Tuk-Tuk

O Tuk-Tuk é um pequeno veículo que leva as pessoas aos principais pontos turísticos de Lisboa. Há inúmeros na cidade — para desespero dos taxistas, que os vêem como concorrência desleal. Os passeios são divertidos e até charmosos.

É muito fácil localizar um Tuk-Tuk e combinar um passeio. Para ir ao miradouro, o ideal é encontrar algum na região da Praça do Comércio.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa
Veículos Tuk-Tuk à espera de turistas na Praça do Comércio.
Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa
Este é para 2 pessoas. Há alguns um pouco maiores.

Eléctrico 28
e Autocarro 737

Maior charme, no entanto, é subir pelo supertradicional Eléctrico 28. Vivem-se mais as emoções e as energias da deliciosa Lisboa. Entrar no Eléctrico é sentir-se em uma viagem no tempo.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa
No Eléctrico 28.

Recomendo que você pegue o Eléctrico 28 na Rua da Conceição.

Como chegar ao ponto?

Na Praça do Comércio, cruze o Arco da Rua Augusta e siga pela própria Rua Augusta. Na terceira esquina, vire à direita. Logo você verá o ponto de embarque do Eléctrico 28 e do Autocarro 737. Fica bem perto da Igreja da Madalena. (Localize a igreja direto no Google Mapas.)

Espere filas demoradas durante o verão. O calor é intenso, por isso use óculos de sol e protetor solar, e tenha consigo uma garrafa de água.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa
Rua da Conceição — O ponto de embarque do Eléctrico 28 e do Autocarro 737. Ao fundo, a Igreja da Madalena.

O Eléctrico 28 segue até o Miradouro das Portas do Sol, mas eu recomendo que você desça um pouco antes, no Miradouro de Santa Luzia. Aprecie a vista nesse miradouro e siga acima a pé, apenas uns poucos metros, até o Miradouro das Portas do Sol. Depois, siga mais uma vez a pé em uma rápida caminhada até o Castelo de São Jorge.

O Autocarro (ônibus) 737 vai até o castelo, passando antes pelo Miradouro de Santa Luzia.

Uma nota especial: turistas com o cartão Lisboa Card têm acesso livre ao Eléctrico e ao Autocarro.

.

A região do
Miradouro das
Portas do Sol

Ansiedade para ver o miradouro? Vou fazer um pouco de suspense. Observemos o que há ao redor para você explorar.

.

Escada em direção
a Alfama

À direita do miradouro, uma looooonga escada leva até o labirinto de ruas estreitas de Alfama. Considere a idéia de descer ali para explorar o bairro.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

À esquerda
do miradouro

A região é formada pelo Largo de Santa Luzia e pelo Largo das Portas do Sol.

Na primavera e principalmente no verão, a área é muito agitada, animada. Músicas ao vivo preenchem o ambiente. Lanchonetes ficam lotadas. Os turistas aproveitam para sentar, relaxar, enquanto contemplam aquela vista fantástica.

Os turistas gostam de tirar fotos também junto à estátua de S. Vicente. Santo padroeiro de Lisboa, ele é representado com os símbolos da cidade — um barco com dois corvos.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Acesso ao Castelo
de São Jorge

Do miradouro ao Castelo de São Jorge, há uma caminhada de poucos minutos. Aproveite! O castelo é incrível, fantástico! E, em minha opinião, lá em cima há a melhor de todas as vistas em Lisboa!

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa
Neste ponto, se olhar para a esquerda, vejo o acesso ao miradouro. Se eu seguir em frente, até a esquina à direita, logo atrás desse eléctrico, verei a rua de acesso ao Castelo de São Jorge.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

 

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa
A esquina onde viro para ir ao castelo.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

 

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

OK!

.

Enfim…
o Miradouro das
Portas do Sol!

Prepare-se para a belíssima vista. Você vai pensar que compensou esperar para ver as fotos. Se for lá, pessoalmente, vai pensar que compensou a subida até ali.

A vista, panorâmica, fica sobre o histórico bairro Alfama. O que está ao fundo? O majestoso Rio Tejo.

Testemunhe um pouco da beleza:

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

No miradouro, olhando para trás, a visão é esta:

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Eu já estive ali várias vezes. Na última visita, um detalhe chamou a minha atenção (será que já havia isso antes e eu não reparei?).

Há cadeados nas grades do miradouro. A moda vai pegar em Lisboa? Os cadeados foram abolidos da Ponte das Artes, em Paris, devido ao perigo que representaram. Agora, vejo o possível início de uma “febre” em Lisboa. Nessa mesma viagem, encontrei cadeados também no miradouro do Elevador de Santa Justa.

Miradouro das Portas do Sol, em Lisboa

Assista, agora, a este breve e muito simples vídeo que eu fiz lá em cima:

NOTA:
Procura hotéis em PORTUGAL? Aproveite a parceria deste blog com a Booking. Vantagens costumam aparecer nas reservas. Siga aqui para conferir. (Esse é um link afiliado. Há uma pequena comissão ao blog, e isso ajuda a cobrir altos custos com servidor de qualidade, segurança, tratamento de imagens, etc. É assim que eu NÃO coloco aqui aquelas publicidades irritantes que atrapalham o conteúdo dos artigos. Por uma internet mais limpa! Eu agradeço.)

Eu espero que você visite o lugar, e que experimente ali as mesmas emoções que eu vivi. 😉

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

Deixe um comentário