Categories
Curiosidades

É verdade que as oliveiras podem viver por alguns… milênios?

As oliveiras sempre me fascinaram. Antes de morar em Portugal, eu vinha aqui a turismo. Na primeira viagem, estava ansioso para ver uma oliveira de perto, tocar, tirar fotos ao lado. Então, aprendi umas coisas que me fascinaram mais ainda. Por exemplo, a “diferença” entre “oliveiras de azeitonas verdes” e “oliveiras de azeitonas pretas”, e a verdade sobre pegar uma azeitona da árvore para comer imediatamente. Já expliquei tudo isso aqui no blog.

Oliveira em Portugal, com azeitonas
Agora, tenho o prazer de cuidar de uma oliveira em meu próprio jardim. Apesar de novinha, produz azeitonas.

A maioria das pessoas sabe que oliveiras são árvores que podem viver muito. Em Portugal, é comum encontrar oliveiras de 100, 200, 500, 900 anos. Isso gera uma curiosidade: será que elas podem chegar a alguns milênios?

SIM, elas podem.

A oliveira mais antiga de Portugal

Pesquisadores ficaram impressionados ao analisarem uma oliveira na casa de uma família de Santa Iria da Azóia, no concelho de Loures. Concluíram que a oliveira tem… ahn… 2850 anos.

Calma, Glauco. Volte e corrija seu erro de digitação nesse número.

Não foi erro. Eu disse mesmo 2850 anos. E o teste tem uma margem de erro de apenas dois por cento. Imagine quanta História essa árvore testemunhou!

Uau! Velhinha desse jeito, ela deve estar bem fraca, né? Quando ela gerou azeitonas pela última vez?

velhinha é resistente. Apesar da idade, mostra conservar certa juventude: ela ainda produz azeitonas!

Incrível, não?

NOTA:
Procura hotéis em PORTUGAL? Aproveite a parceria deste blog com a Booking. Vantagens costumam aparecer nas reservas. Siga aqui para conferir. (Esse é um link afiliado. Há uma pequena comissão ao blog, e isso ajuda a cobrir altos custos com servidor de qualidade, segurança, tratamento de imagens, etc. É assim que eu NÃO coloco aqui aquelas publicidades irritantes que atrapalham o conteúdo dos artigos. Por uma internet mais limpa! Eu agradeço.)

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

Deixe um comentário