Categories
Turismo

O Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, oferece uma vista deslumbrante

À beira do Rio Tejo, turistas encontram um dos pontos mais simbólicos de Lisboa: o monumento PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS. Foi inaugurado em 1960, em referência aos 500 anos da morte do Infante D. Henrique.

Todo turista o vê pelo menos por fora, por estar em uma área de extrema importância. Quero dizer: no mínimo, a pessoa passa em frente. Nas proximidades do monumento, encontramos a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos e a casa Pastéis de Belém.

É uma visita imperdível. E ressalto uma recomendação: não se limite a ver o exterior. Entre. Suba. Vá ao miradouro. A vista lá em cima é espetacular.

Eu estive lá muitas vezes, e agora mostro como é a experiência, com várias fotos e algumas informações.

Empolgante, Glauco! Vai ser muito bom eu me inspirar para a minha visita a Lisboa!

Pastéis de Belém.

Ótimo. Gosto de leitores empolgados. E Lisboa merece mesmo essa boa energia.

Então pegue logo sua dose de pastéis de Belém… e venha comigo.

Monumento Padrão dos Descobrimentos

A parte externa

Antes de entrarmos e de apreciarmos a vista no topo, vamos explorar a belíssima parte externa do monumento. São 56m de altura, 20m de largura e 46m de comprimento.

Exterior do Padrão dos Descobrimentos.
Entrada do Padrão dos Descobrimentos.
Entrada.

Glauco, qual o exato objetivo desse monumento? Você citou a referência aos 500 anos da morte do Infante D. Henrique. Mas como eu posso pensar com um pouco mais de detalhes?

Boa pergunta.

O Padrão dos Descobrimentos evoca a expansão ultramarina portuguesa. Evidencia um passado glorioso, com a grandeza da obra do Infante D. Henrique, o impulsionador das descobertas. Por isso, o monumento lembra uma caravela em direção ao mar. (Você havia notado isso?)

Nas laterais, esculturas representam personalidades da cultura da época, incluindo artistas, navegadores, cartógrafos, guerreiros, colonizadores, evangelizadores. À frente, a liderar, o próprio Infante D. Henrique.

O monumento, o Rio Tejo e a Ponte 25 de Abril.
Sobre o Rio Tejo, ergue-se, ali no fundo, a famosa Ponte 25 de Abril.
Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa: lateral com as figuras históricas.
Lateral externa do Padrão dos Descobrimentos.

A liderança do Infante D. Henrique é destacada no monumento

Detalhe lateral.
Outro detalhe lateral.
Mais um detalhe da lateral.

Interessante, Glauco! Agora que eu noto a semelhança com uma caravela em direção ao mar… vem uma dúvida. Como eu sei quem é representado por cada figura? Você falou do Infante D. Henrique na ponta, liderando. E os outros?

Oh, eu gosto de leitores curiosos.

No interior do monumento, eles oferecem, gratuitamente, um folheto com a indicação de todos eles, em ambos os lados da construção. Fotografei o folheto para você. Aqui está:

Bilhete de entrada para o Padrão dos Descobrimentos.
Clique/toque na foto para ampliar. Abrirá em outra janela do seu navegador.

Já que falamos em expansão ultramarina, em descobrimentos, encontramos também um folheto que indica os anos e os locais das conquistas de Portugal.

Folder distribuído no interior.

Agora, olhe para baixo, para o chão da praça que abriga o monumento. O próprio chão é uma obra de arte. Fica mais bonito ainda quando você o observa do alto (mostrarei daqui a pouco).

O chão exibe uma Rosa-dos-Ventos de 50 metros de diâmetro. Naus e caravelas embutidas marcam as principais rotas da expansão portuguesa. A obra de arte foi doada pela África do Sul.

Calçada em frente do monumento.

Muito bonito e interessante! Agora estou em grande ansiedade para ver o interior. Mais ainda: o miradouro!

Pois entre agora comigo.

No monumento

Enfim… cá estamos.

Elevador.
Dizeres em uma parede.

Hora de comprar o ticket.

Local de compra dos bilhetes.
O bilhete de entrada.
O bilhete de entrada de uma de minhas visitas (2014).

Agora, pegamos o elevador.

No 1º andar, há uma área simples (bem simples) para bebidas e pequenos lanches.

O elevador sobe até o 6º andar. No piso superior, acessível apenas por ESCADA, está o magnífico miradouro.

Escadas.

O miradouro

Uau! Estamos lá no alto!

Que tal?

Agora podemos ver alguns dos principais pontos turísticos de Lisboa. Um espetáculo à parte é contemplar uma panorâmica do Rio Tejo, com o seu desaguar no Oceano Atlântico. A cena mais bonita é o Jardim da Praça do Império, com a majestosa construção do Mosteiro dos Jerónimos ao fundo.

Se você tiver sorte, poderá ter uma vista deslumbrante do pôr-do-sol. Mas isso será possível apenas no inverno, quando o sol vai embora mais cedo.

ENTRE na Torre de Belém e no Mosteiro dos Jerónimos, que ficam perto daqui. Não os veja apenas por fora

Aprecie a vista:

No miradouro do Padrão dos Descobrimentos.
Turistas no miradouro.
Vista do Mosteiro dos Jerónimos a partir do miradouro do Padrão dos Descobrimentos.
O Jardim da Praça do Império e o Mosteiro dos Jerónimos.
Torre de Belém vista a partir do miradouro.
A Torre de Belém.
Outra vista a partir do miradouro.
A Ponte 25 de Abril. À direita, indicado pela seta, o Cristo Redentor.
Cristo Redentor.
Em zoom, o Cristo.
Mais uma vista do miradouro.
Outra vista de cima.
SETAS — Amarela: Centro Cultural de Belém | Vermelha: Restaurante Portugália | Rosa: Restaurante Nosolo

Hum… Falta algo…

Glauco, você prometeu mostrar a rosa-dos-ventos olhando lá de cima.

Bem lembrado. Veja que privilégio olhar para isto:

Rosa dos Ventos na calçada.

Localização

A via de acesso ao monumento é a Avenida Brasília.

Talvez você esteja no outro lado da avenida, na área do Jardim da Praça do Império e do Mosteiro dos Jerónimos. Localize, junto à avenida, uma passagem subterrânea que dá acesso ao lado oposto (o lado ligado ao Rio Tejo).

Como eu disse, o monumento fica perto da Torre de Belém e mais ainda do Mosteiro dos Jerónimos. Lembro que a tal casa Pastéis de Belém está a poucos passos do mosteiro. Portanto, muitas coisas boas concentradas nessa área, podendo fazer tudo a pé em um grande dia de passeios. (Há um artigo — um roteiro — sobre a visita a esses pontos.)

Para facilitar ainda mais sua vida, localize o monumento Padrão dos Descobrimentos direto no Google Mapas ou no Bing Mapas.

Agenda, preços e mobilidade

Vale lembrar: horários e preços podem alterar-se a qualquer momento.

Horários de funcionamento:

  • De março a setembro, todos os dias, das 10h às 19h.
    • Em março, excepcionalmente, não abre às segundas-feiras.
    • Última admissão às 18h30.
  • De outubro a fevereiro, de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.
    • Última admissão às 17h30.
  • Não abre em: 1 de janeiro, 1 de maio e 25 de dezembro.

Preços:

  • Bilhete simples: 3€
  • Bilhete familiar: 8€
    • 2 adultos + 2 jovens de 12-18 anos
  • Bilhete com desconto especial: 2€
    • 12 a 18 anos
    • Lisboa Card
  • Grátis:
    • Crianças até 12 anos, acompanhadas por adultos
  • Aceitam pagamento com cartão

Mobilidade:

Infelizmente, a visita não é possível para usuários de cadeira de rodas. O elevador não chega ao topo; é necessário subir uma parte por escada. A passagem é estreita, por isso ainda não colocaram ali uma plataforma de elevação.

Que você faça essa visita e aproveite-a muito bem!

NOTA:
Procura hotéis em PORTUGAL? Aproveite a parceria deste blog com a Booking. Vantagens costumam aparecer nas reservas. Siga aqui para conferir. (Esse é um link afiliado. Há uma pequena comissão ao blog, e isso ajuda a cobrir altos custos com servidor de qualidade, segurança, tratamento de imagens, etc. É assim que eu NÃO coloco aqui aquelas publicidades irritantes que atrapalham o conteúdo dos artigos. Por uma internet mais limpa! Eu agradeço.)

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

3 comentários a “O Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, oferece uma vista deslumbrante”

Olá, Glauco!
Finalmente, marcamos nossa viagem a Portugal. Um sonho antigo, agora com data para se realizar. Iremos em março de 2015.Pensei,inicialmente, em dar uma passadinha por Portugal e alguns pontos interessantes na Espanha, talvez França e Itália. Nossas passagens aéreas estão compradas e temos 15 dias para preencher nosso roteiro entre Lisboa e Roma….Suas publicações estão super interessante e tenho lido com muita empolgação seus comentários e fotos. Ando tendo dificuldade em sair de Portugal, pois quanto mais vejo, mais me apaixono e já tenho dúvidas se não gastarei todo o tempo disponível por esta terra linda…Vou acompanhar outras postagens e tenho certeza que me ajudará muito nesta viagem….

Mônica, muito obrigado por seu comentário tão gentil.
Como eu sempre digo, por mais que eu conheça países, Portugal continua em minha lista TOP 5 para turismo.

Os comentários estão fechados.