Categories
Variedades

POÇOS DE CALDAS, Minas Gerais: beleza, charme, simpatia, tranquilidade, diversão, boa gastronomia… e romantismo, é claro ;-)

Poços de Caldas

Longo o título deste post, né? Mas foi necessário para expressar parte do que encontramos na charmosa Poços de Caldas, em Minas Gerais. Ah, charmosa, veja só. Se eu tiver que escolher só uma palavra, seleciono esta — expressa bem o espírito do que encontramos por lá.

Neste post, veremos dicas de turismo por lá, com muitas fotos e vídeos.

Poços de Caldas

Poços de Caldas, Minas Gerais

Poços de Caldas é um dos mais famosos pontos turísticos do Brasil, por isso está cheia de turistas durante todo o ano. No inverno, é especialmente charmosa; seus maiores encantos, no entanto, se destacam na PRIMAVERA (por motivos óbvios…).

Durante décadas, a cidade ficou associada mais a “turismo da terceira idade” e principalmente a “turismo de noivos”. Poucos turistas fora desses “gêneros” escolhiam a cidade para passear. Essa visão sofreu mudanças. Sem dúvida, aqueles grupos de turistas ainda são o forte, mas o público visitante se diversificou. Vemos muitas famílias, jovens em turmas. Há universitários na cidade, o que atrai, naturalmente, pontos para baladas noturnas (não precisa mais reclamar que não há o que fazer à noite). Outra mudança que merece destaque é o turismo de negócios, maior a cada ano — muito graças ao trabalho da GSC Eventos, que se destaca principalmente na popularização da anual Feira do Livro de Poços de Caldas (evento que começou discretamente e, em pouco tempo, cresceu e ganhou atenção nacional).

Poços de Caldas
Participei — como autor, pela Editora Saraiva, com meu livro juvenil AVENTURA ALUCINANTE — de uma edição da Feira Nacional do Livro. Foi muito prazeroso! Agradeço muito à GSC Eventos, à Livraria Libertas e à Equipe Editora Saraiva Ribeirão Preto.

Poços de Caldas

Poços de Caldas
CALOR HUMANO é característica muito forte por lá. Logo no primeiro dia, na Feira, eu senti isso (só depois do evento eu fiz turismo). // (Eu e um simpático e inteligente leitor, o Gabriel.)

Apesar de ponto turístico famoso, a cidade não oferece acesso por meio aéreo. As pessoas chegam de carro ou de ônibus. Se a sua opção for ônibus (minha escolha), poderá ter uma boa surpresa ao chegar: a rodoviária não faz parte daquele conceito de “rodoviária sempre é um lugar podre” que temos no Brasil. O lugar é limpo e organizado. Primeira boa impressão. Vá feliz para o hotel e certifique-se de ter baterias carregadas para a sua câmera…

Poços de Caldas

…e, por favor, não saia com apenas um par de baterias! Com tanta beleza — praças, flores, montanhas etc. —, você terá vontade de fotografar o tempo todo. (Se for de “extremo exagero” com fotos, como EU, poderá tirar, quem sabe, pelo menos umas duas mil. ;-))

Poços de Caldas

Poços de Caldas
O famoso RELÓGIO FLORAL.

Poços de Caldas

Não deixe de explorar a cidade à noite. Não é momento para visitar os pontos mais famosos (veremos a seguir), mas vale passear tranquilamente pelas bonitas ruas e praças movimentadas. Jovens encontrarão “barzinhos” agitados e até boate.

Poços de Caldas
As famosas termas Antônio Carlos. É CLARO que você vai tomar um saudável e relaxante banho ali! 😉

Aproveite a noite para apreciar a deliciosa GASTRONOMIA MINEIRA. Comer bem é muito fácil em quase toda a cidade. Se você puder desfrutar a companhia de um simpático morador, melhor ainda — todos sempre com um bom papo e muito calor humano (eu sou fã dos mineiros! :-)).

Poços de Caldas

E então amanhece… Você acorda e vê Poços de Caldas pela janela do hotel, à sua espera para ser explorada. Uma boa ideia, agora, é embarcar em um grupo turístico pequeno, em van, durante algumas horas. Reserve vaga pela recepção do hotel (procure fazer a reserva pelo menos um dia antes).

A van busca os turistas bem cedinho. Geralmente, os guias (os condutores dos veículos) são MUITO simpáticos, atenciosos, pacientes. Meu guia foi excelente. Parava nos lugares, explicava, brincava, ria (foi uma tristeza quando o passeio acabou!).

Vale mesmo a pena fazer tour dessa maneira, Glauco? E preços?

Vale! Você não se preocupa em encontrar caminhos. Aliás, não se preocupa com táxi nem aluguel de carro. Perde muito menos tempo, porque o guia irá direto para os principais pontos. Mesmo em um pacote de apenas 4, 5, 6 horas, você conseguirá conhecer o melhor da cidade. O preço compensa: espere algo entre $30 e $50 reais.

Vejamos alguns dos principais pontos:

Recanto Japonês

É uma réplica de um jardim no Palácio do Imperador, no Japão.

Poços de Caldas

_________________________

Pedra Balão

Um curioso monumento com pedras sobrepostas, esculpido pela natureza

— resultado de erosões aeólica e pluvial.

Poços de Caldas

Poços de Caldas
Muito cuidado ao subir nas pedras!

_________________________

Fonte dos Amores

Este é o ponto principal dos românticos. 🙂

Dizem que os solteiros que passam por ali casam logo. (Não, eu não casei. :-D)

Poços de Caldas
ATENÇÃO: o lugar é muito bonito… mas a subida é escorregadia, traiçoeira. MUITO CUIDADO! É comum pessoas escorregarem ali!

Poços de Caldas

Poços de Caldas
O objetivo é chegar a esta estátua. Ah! Lembra-se do alerta acima? Pois é… Ao ver esta foto, ninguém imagina que EU havia acabado de levar um belo tombo… e quase fiquei sem a câmera! 😀 O simpático casal ali ao fundo me ajudou. 😛

_________________________

Cachoeira Véu das Noivas

A cachoeira é formada por três quedas d’água.

Prepare-se para se molhar… e cuidado com a câmera.

Poços de Caldas

Poços de Caldas

Poços de Caldas

Trechos dos vídeos que eu fiz perto da cachoeira:

_________________________

Fábrica de Cristais

É visita quase obrigatória.

Os turistas visitam a fábrica/loja, assistem à produção de algumas peças e,

é claro, levam umas para casa, a bons preços.

Câmeras não são permitidas ali dentro, mas… bem… ahn…

eu nunca perco uma chance — nem que seja para uma foto, apenas,

sem qualidade (um dia serei preso por causa disso! :-D).

Poços de Caldas

_________________________

Evidentemente, há outros pontos importantes. Um deles é uma loja/fábrica de sabonetes, cremes e produtos afins, muitos deles medicinais. É lá que encontramos o popular creme para dor Doutorzinho.

Espere aí! E o famoso teleférico??? Não vai mostrar nada, Glauco?!

Claro que vou! 😉

Geralmente, o teleférico não faz parte dos pacotes “expressos”. Aproveite o teleférico depois, à vontade. Vale muito a pena, mas deixo um alerta: ele sobe bem alto… as cabines balançam (normal em teleféricos, mas impressiona algumas pessoas)… você passa por cima de um bosque… Tem vertigem, labirintite, fobia de altura? Não se aproxime!

O teleférico é considerado o maior do país. O percurso de 1500 metros leva ao topo da Serra de São Domingos. Durante o trajeto, é linda a vista da cidade e da vegetação exuberante da serra. No topo, o “viajante” pode descer para visitar a famosa estátua do Cristo Redentor, a 1686 metros acima do nível do mar. (Sugestão de leitura de outro post aqui no Viagem & História: O tradicional passeio de teleférico em Lisboa, Portugal. Clique depois aqui para ler.)

Poços de Caldas
Na praça, o acesso ao teleférico. Chovia durante a minha visita. Ele ficou fechado por umas horas, por isso eu tive que esperar.
Poços de Caldas
Oooooooooopaaaaaaaaaaa! 😉 😀

Poços de Caldas

Poços de Caldas
Oi? Está aí ainda? Já desmaiou? 😛
Poços de Caldas
Pronto. Agora temos acesso ao famoso Cristo da cidade. Subimos ali e desfrutamos uma bela visão.

Poços de Caldas

Trechos do vídeo do meu passeio:

Existe outro passeio muito tradicional em Poços de Caldas: charrete. O tempo todo, nas vias principais, ouvimos sons das marchas dos cavalos. Considera-se um passeio romântico. Em teoria, é muito romântico. No entanto, como amante e defensor dos animais, não gostei do que vi. Ofereceram-me várias vezes um passeio desses, mas eu recusei. Não gostei do estado dos cavalos. No geral, não vi bons tratos, nada de sinais de “alegria” neles. Ora, usar animais para um trabalho desses já é muito; que ao menos sejam tratados com respeito, dignidade… e amor! Esse mesmo problemão eu encontrei em Monte Verde, outra cidade turística de Minas Gerais. Cadê o poder público??? Deveriam dar licença apenas a condutores que provassem, periodicamente, o estado dos animais!!! (Há passeios semelhantes em Lisboa, Portugal. Os cavalos são TÃO bem tratados que eu fiquei parado só para olhar.)

OK, Glauco. Deve ser mesmo maravilhoso visitar Poços de Caldas. Estou com vontade!… Fora isso dos cavalos, há algo negativo que você possa comentar?

Sim, há. Infelizmente. É o momento de ir embora. Acho que você desejará ficar mais… 😉

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

21 replies on “POÇOS DE CALDAS, Minas Gerais: beleza, charme, simpatia, tranquilidade, diversão, boa gastronomia… e romantismo, é claro ;-)”

Boa tarde, li sua matéria sobre Poços de Caldas e vi você falando sobre os cavalos; pois bem de bem tratados não tem nada, como diz o ditado é só pra turista ver…. muito pelo contrário os cavalos são extremamente mau tratados passam o dia inteiro em pé no sol, longe da água, passam fome sem contar que levam e trás turistas o dia inteiro sem descanso, eu mesmo já vi dois cairem e morrer na minha frente de exaustão, foi as cenas mais tristes que ja vi na vida, em outra situação o cavalo ja cansado caiu no chão e o dono ficou batendo nele para ele levantar e os turistas que estavam na charrete dando risada da cena, este é um assunto muito delicado na cidade pois existem ongs serias que estão há anos lutando para acabar com estes maus tratos, os turistas deveriam se informar e ter um pouco de noção e começar a boicotar os charreteiros não só de Poços de Caldas mais de todos os lugares que abusam de animais. Gostei muito da sua pagina falando sobre a cidade, mais quando cheguei nos cavalos sinto muito me decepcionei.

eu acho esses lugares maraviljosos!!!
e ne site fala tddo sobre cada continho de poços de caldaas

euuu adorei quando fui e vi,tdo

Oi Glauco, adorei essas informações que você tem postado aqui..
Você tem um e-mail ou msn que possa me passar?
Um abraço.

Ainda não tive o prazer de conhecer Poços de caldas,
mais com ctza na 1º oportunidade conhecerei
pois as fotos que vejo,ai é lindissimo.

Que linda essas fotos ………………

como o nosso mundo é maravilhoso em ………..

e vc como é um aventureiro descobriu…….

essa maravilha rrsrsrs voce esta de parabéns.

bjim,boa tarde.

Olá Glauco, parabéns por incluir Poços de Caldas no seu roteiro. A cidade e o povo merecem todo o nosso apreço, carinho e afeto. Tenho Poços de Caldas no meu coração, duas vezes por ano, passo alguns dias por lá. Muito importante dizer, cidade limpa, banheiros públicos limpos, povo educado, rezumindo, tudo de bom. Ah! pela manhã, ia saindo do hotel para passear, deparei com alguns homens quebrando uma parte da calçada Perguntei ao proprietário do hotel, se estava com algum problema no esgoto,presumi,pois a calçada estava levemente cedida, e para meu espanto ele respondeu: Não, são funcionários da prefeitura consertando a calçada. Não tive dúvidas, filmei o trabalho e disse que enviaria à Prefeitura de minha cidade.
Não deixem de visitar Poços quando a Orquestra Sinfonica de Poços de Caldas estiver fazendo sua apresentação na cidade, é de indescritível beleza e bom gosto.
Se eu ficar falando de Poços de Caldas, cidade que comecei a frequentar com meus pais, que eu eu me lembro, aos 4 ano de idade e hoje estou com 57, precisaria de páginas e mais páginas, acredito até que daria um livro. É um caso de amor antigo e que deu certo.

Querido Glauco nós é que ficamos felizes por ter recebido você aqui em nossa cidade e em nossa Feira do Livro. Foi muito, melhor ainda você falar tão bem assim de Poços e da GSC. Nos sentimos lisonjeados e felizes! Aproveito aqui para convdar a todos para visitar mesmo Poços de Caldas e se programarem para estar aqui no FliPoços 2011 Festival Literário que vai acontecer de 30 de abril a 08 de maio de 2011 juntamente à 6a Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas. UM dos maiores festivais literário do Brasil!! Todos convidados desde já. Beijo grande Glauco pelo apoio e gentileza. Gisele Ferreira da GSC Eventos.

Olá, Gisele.

Não foi apenas “gentileza” minha. Todos os elogios e reconhecimentos sobre Poços e sobre a GSC foram merecidos.

Oi, sou eu que deixei comentário no post da klm.

Faz 2 anos que eu falo de conhecer Poços, e agora depois que li aqui com certeza eu vou. Até dezembro estarei lá. 🙂

Glauco
Obrigada, pela atenção! Afinal, as trilhas que fiz até hoje foram supervisionadas por guias ou professores na época da graduação.A última que fiz foi em Piranapiacaba/SP.
E, rafte em Brotas.
Abraço
Albani

Bom saber. Tenho interesse no turismo de negócios na região. E estava a procura de empresa parceira. Acha viável ali unir turismo de negócios para aproveitar para oferecer passeios a clientes?

Álvares, dê uma olhada no site da GSC, indicado no post.

Sim, é uma ótima cidade para aliar tudo isso. Pode apostar!

Boa sorte! 🙂

Glauco
Fiquei encantada com a cidade!Adoro fazer trilha, e vi que tudo convida à aventura.
Parabéns, pela ressalva ao trato aos animais. Infelizmente o poder pública não proporciona fiscalização adequada.As fotos perfeitas.Coloquei a cidade, em minha lista de futura visita.
Um grande abraço
Albani

Albani, obrigado pelas palavras. Vale mesmo a visita!

E cuidado com trilhas. No Brasil, isso é um perigo!…

Oi, meu escritor preferido…

Trouxe, junto à sua magia de escrita, a beleza dessa cidade ‘magistral’. Conheço Poços de Caldas e vi toda essa beleza de perto; hoje, com certeza está ainda mais linda. Não exagerou em nada.

O povo, uma belezura de bom. Gastronomia — prove um ‘bocadim’ de tudo, uai!

Lugar sereno, lindo, onde podemos deixar nosso estresse ‘perdido’ por lá. Depois de algum tempo, é só voltar e relaxar.

*Parabéns às considerações sobre os cavalos e animais. Grande verdade. As pessoas usam os coitadinhos, mas não cuidam, ao contrário da Europa que os tratam como seres humanos — essa seria a solução para nossos amigos animais, nossos ‘superiores’.

Seu coração não é ‘adormecido’ em relação a animais… o meu também. Amo e respeito animais, como você.

Mais uma vez, presente em seu blog para parabenizá-lo: Magnífico!
Mostre mais, conte mais…

LILI, é sempre uma grande alegria receber comentários seus aqui. E melhor ainda por ser comentário de quem já conhece o lugar e pode, portanto, acrescentar informações, confirmar que vale a pena a visita. 🙂

Deixe um comentário