Categorias
Turismo

Bebidas alcoólicas no Egito: o que turistas devem saber

Bebidas alcoólicas no Egito são um tema fértil para dúvidas. Por causa deste blog e do Meu Egito, muitas pessoas me escrevem em privado sobre isso.

Exato, Glauco. Devido às tradições religiosas do Egito, eu ainda não sei se lá encontro bebidas alcoólicas. E se encontro, será que eu, turista, posso pedir umas?

Tradições religiosas, aliás, que sempre devem ser respeitadas.

Vejamos o essencial sobre o assunto.

Bebidas alcoólicas: os egípcios e os turistas

Os costumes religiosos são fortes. É quase certo que você não verá egípcios beberem álcool em lugar nenhum. Mas, curiosamente, o país produz bebidas alcoólicas.

Lá podemos conhecer, por exemplo, cervejas e vinhos egípcios. São produtos interessantes, exóticos, especialmente devido aos nomes e às ilustrações exibidas nas embalagens.

Em dias muito quentes (ou seja, quase sempre 😛 ), vinho tinto pode não cair bem, mas uma cerveja daquelas talvez refresque seu corpo. Tenho cenas memoráveis em hotéis e em navios de cruzeiro.

Sakara e Stella chamam a atenção dos turistas

Lata de cerveja egípcia Sakara.
Que tal este nome da cerveja? E esta embalagem linda? Eu acho que você vai levar uma lata dessas para casa!
Lata de cerveja egípcia Stella.
E pode querer também uma Stella.
Um brinde de cerveja com as Grandes Pirâmides no fundo.
Um brinde com a minha irmã, no hotel. O que acha DAQUELE cenário ali no fundo? Sim, isso mesmo: são as Grandes Pirâmides!
Tomando cerveja durante cruzeiro no Nilo.
Uma Sakara… e os anéis e pulseiras que comprei nessa viagem.
Turista a relaxar em cruzeiro no Nilo.
Uma cerveja… em pleno cruzeiro no Rio Nilo.

Eu ainda estranho o assunto, Glauco. Se o álcool não é rotina no Egito, como os turistas bebem? Por que você tem essas fotos? Eu posso ficar à vontade para isso?

Há tolerâncias para turistas. Mas eles não escapam de alguns cuidados.

Tenha em mente esta ideia: NUNCA tomar bebida alcoólica nas ruas. Nem mesmo em uma calçada, diante de seu hotel, exposto para todo mundo ver.

Para os próprios egípcios, isso chega a ser crime. Um turista talvez não tenha consequências sérias, mas poderá sofrer abordagem de policiais e ser bastante incomodado.

Turismo no Egito? Fale com os profissionais do MEU EGITO. Os grandes guias egípcios IHAB HAMDY & HADI SALAH, e GLAUCO DAMAS (autor deste blog), lideram um time que cuida de roteiros personalizados. Visite o fabuloso Egito do jeito que você merece. Saiba mais em meuegito.com.

Aliás, se lá a tradição é essa, por que você beberia álcool em ambiente externo? O conceito, eu sempre digo, é: respeito a eles, às tradições locais.

Por outro lado, é livre o consumo de álcool em hotéis, em cruzeiros no Nilo e em alguns restaurantes. Qual a diferença? São locais turísticos com licença especial para isso. Ambientes fechados, controlados. Os funcionários que servem estão habituados. Fique à vontade e aproveite para conhecer as tais bebidas que o país produz.

Ah, muito bem, Glauco. Então eu, que sou fã de Hard Rock Café, vou aproveitar para experimentar as cervejas egípcias no famoso Hard Rock Café Cairo! Que emoção!

Vá com calma. Para surpresa dos turistas, o Hard Rock Café Cairo não serve bebidas alcoólicas. Mas isso poderá mudar.

Além do álcool

Aprecie também as bebidas típicas não alcoólicas no Egito. Destaco especialmente duas.

Primeiro, experimente a grande tradição do chá e do sumo (suco) de hibisco. Uma delícia! Em dias muito quentes, eu tomo tanto desse sumo que fico a ponto de explodir. Bem gelado, refresca até a alma.

Hibisco é uma enorme tradição – e uma delícia

O outro destaque são os simples refrigerantes, como Coca-Cola e Pepsi. A grande diferença: o design exótico das embalagens. Incríveis!

Bebidas servidas em cruzeiro no Rio Nilo.
Bebidas não alcoólicas, servidas aos montes, em uma noite de festa no cruzeiro pelo Rio Nilo. Que saudade desta noite!
Sumo de hibisco no Egito.
Um dos muitos e muitos sumos de hibisco que eu tomei em uma viagem recente. Aqui, durante cruzeiro no Nilo.
Lata de Pepsi no Egito.
Não é INCRÍVEL esta lata de Pepsi?

Seja com álcool, hibisco, refrigerante ou simplesmente água, aprecie o Egito intensamente. Como eu sempre digo: o Egito é a viagem da minha vida!

Viva o Egito!


GLAUCO DAMAS
Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.
Saiba mais « » Contacto


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *