Categorias
Curiosidades

O que é “necroturismo”? (Oh, devo ter medo da resposta?)

Glauco, eu vi uma palavra que me fez estranhar: necroturismo. É que… bem… eu sei que necro se refere a morte. Por isso as palavras “necropsia” e “necrotério”. Como isso pode estar ligado a turismo? (Oh, já estou com medo da resposta!)

É realmente estranho, à primeira vista, falarmos disso quando a conversa é sobre turismo. Turismo é viagem de lazer, certo? Viagens devem ser animadas, encantadoras, educativas, enriquecedoras culturalmente.

Acredite se quiser: o necroturismo ganha cada vez mais popularidade. Em vários países, milhões de turistas visitam cemitérios famosos. Visitas até em família, inclusive com crianças. É tanta a procura que encontramos facilmente visitas guiadas em grupos.

Por quêêêêêê, Glauco? São vampiros? Psicopatas? Macumbeiros? Góticos?

Não. (Acho que não…)

Mas acalme-se, eu posso explicar.

Túmulos no Père-Lachaise
Cemitério do Père-Lachaise, em Paris.

Tradicionalmente, locais que unem História e um tom mórbido chamam a atenção. Isso faz parte da natureza humana. Pompeia e a Capela dos Ossos são dois exemplos.

Pompeia é o local, na Itália, devastado pelo vulcão Vesúvio no ano 79. Nas ruínas da cidade, vemos moldes de corpos de várias vítimas, criados pelas cinzas do vulcão. A sinistra Capela dos Ossos fica em Évora, Portugal. Ossos de mais de 5 mil monges “enfeitam” a construção. Pois esses dois lugares estão sempre cheios de… turistas.

Alguns cemitérios atraem visitantes por terem certa aura cultural, devido à rica arquitetura que exibem, às obras de arte e, principalmente, às ilustres personalidades mundiais sepultadas ali.

Eu mesmo faço essas visitas (não, não sou gótico, nem macumbeiro, nem vampiro, nem psicopata). Depois, escrevo artigos para este blog, e eles sempre têm grande audiência.

Túmulo de Balzac no Cemitério do Père-Lachaise
Túmulo de Balzac no Cemitério do Père-Lachaise.
Túmulo em forma de livro no Père-Lachaise
Túmulo em forma de livro no Père-Lachaise.

A grande estrela do necroturismo mundial é o Cemitério do Père-Lachaise, em Paris. Além de ser o maior cemitério da cidade, é o cemitério mais visitado do mundo. Inúmeras personalidades ilustres estão sepultadas ali, como Honoré de Balzac, Édith Piaf, Jim Morrison, Oscar Wilde, etc. Turistas brasileiros que são espíritas encantam-se por encontrarem lá o túmulo de Allan Kardec (com a esposa).

Eu estive no Père-Lachaise várias vezes. Fiz pesquisas para escrever o guia turístico Allan Kardec em Paris. Depois de uma completa reformulação (2021), esse guia logo estará disponível novamente para compra.

Túmulo em Viena
Túmulo de Beethoven em Viena.

Outra cidade com cemitérios populares entre turistas é Viena. O Cemitério Central de Viena é muito procurado principalmente pelos túmulos de grandes compositores.

O interesse pelo necroturismo tem chamado a atenção também aqui em Portugal. Em Porto, o Cemitério do Prado do Repouso faz parte da Rota Europeia de Cemitérios (!). Há até visitas guiadas com espaço para músicas ao vivo. Em Lisboa, destaca-se o Cemitério dos Prazeres. Os visitantes podem apreciar palestras e concertos de música sacra. Vale citar também o Panteão Nacional, em Lisboa. Não é um cemitério, mas lá estão sepulturas de grandes personalidades portuguesas.

Túmulo de Amália Rodrigues
Túmulo de Amália Rodrigues, no Panteão Nacional de Lisboa.
Crematório
Crematório no Père-Lachaise.

Ok, Glauco, começo a me convencer…

Ótimo.

Com ou sem fantasmas, desejo que você faça visitas muito produtivas culturalmente.

Mas falando sério: não tenha medo dessas visitas, não estranhe. Primeiro, cemitérios são uma coisa natural nesta vida. Segundo, é realmente incrível a aura cultural que podemos absorver em alguns deles.

[Publicado em 2017. Atualização: 2021]


GLAUCO DAMAS
Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.
Saiba mais « » Contacto


2 comentários a “O que é “necroturismo”? (Oh, devo ter medo da resposta?)”

Adorei seu site. Estou preparando viagem ao Egito para 2019 e suas dicas estao sendo bem uteis. Sou arquiteto e estudo sobre o Egito antigo. Quero sempre saber mais, e o Egito parece sempre surpreender com achados e pesquisas novos. Ainda nao sei se vou em um grupo Ou em dupla, mas o guia estará presente com certeza. Parabens pelos seus escritos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *