MEU EGITO: dicas especiais de GUIAS de turismo para a viagem de seus sonhos

Egito! Oh, meu amado Egito! Depois de tantos anos escrevendo sobre turismo nesse fabuloso país, é natural que muitas pessoas me peçam dicas de guias para visitá-lo. Esperam dicas transparentes.

Acho que conseguem enxergar neste blog um espaço de dicas sinceras, criado realmente para ajudar. Note, por exemplo, que eu não insiro aquelas irritantes publicidades que surgem em todos os lados nos outros sites — apesar de este blog impor pesados custos mensais de manutenção. Quero ter credibilidade. A única propaganda fixa aqui é uma discreta imagem que anuncia minha parceria com a Booking para reservas de hotéis.

Enfim, novos viajantes geralmente têm dúvidas e receios sobre o Egito. Trata-se de um destino encarado como “exótico”. Alguns detalhes assumem um ar de “mistério”.

As Grandes Pirâmides vistas a partir de um hotel em Gizé
As Grandes Pirâmides vistas a partir de um hotel em Gizé. (Todas as fotos são minhas.)

Muitas dúvidas são resolvidas em variados artigos neste blog. Entre os esclarecimentos, ressalto que o Egito requer BONS GUIAS. Não acho exagero dizer que a sua viagem ser ruim, razoável, boa ou excelente depende em grande parte dos guias. Por isso, você deve ter ENORME atenção a esse detalhe.

Vou fundo no assunto: pode economizar em companhias aéreas, em hotéis, entre outros detalhes, mas nunca na qualidade do guia de turismo. Ou dos guias, porque dificilmente será apenas um durante toda a viagem.

Navegando no Rio Nilo
Durante cruzeiro no majestoso Rio Nilo.

Guias recomendados com segurança

É uma enorme responsabilidade em meus ombros. Para recomendar um guia de turismo no Egito, eu preciso conhecê-lo pessoalmente. Preciso já ter feito muitos passeios com ele, inclusive com a minha própria família. Preciso conhecê-lo melhor também como pessoa, não apenas como profissional.

Sou exigente. Por isso, até o momento, recomendo com segurança apenas dois guias de turismo egípcios para organizar a sua viagem, e provavelmente acompanhar você nos passeios: IHAB HAMDY e HADI SALAH. São dois dos profissionais mais conhecidos e respeitados do Egito. Além disso, falam português com fluência.

Tumba no Vale dos Reis.
Entrando em uma tumba no Vale dos Reis.

Ihab e Hadi são apresentados neste blog há 13 anos. Isso mesmo: TREZE anos de confiança e satisfação com eles. Por isso não me canso de dizer: recomendar um guia para o Egito é uma profunda responsabilidade, e meu nível de exigência não permite que eu aumente com facilidade o número de profissionais indicados. Guias há aos montes no Egito, e eu poderia lotar esta página com vários nomes. Mas credibilidade é algo que se demora para conquistar.

Os guias Ihab e Hadi colecionam elogios. Agradam tanto que muitos clientes mantêm contato com eles depois da viagem. Surge uma amizade. São adicionados como amigos nas redes sociais. Ressalto: eu mesmo, com minha família, estive no Egito com eles várias vezes. Para ser sincero, eles não são bons. São mais que isso: são excelentes. Por isso eu os chamo, carinhosamente, de “faraós dos tempos modernos”, ou de “meus faraós”.

Templo de Medinat Habu
Templo de Medinat Habu, em Luxor: pouco conhecido por turistas brasileiros e portugueses.

A filosofia “Meu Egito”

O conceito de Meu Egito surgiu de uma ideia sobre como visitar o Egito de maneira mais inteligente e prazerosa, de acordo com a grandiosidade histórica desse país. Mais do que uma ideia, é uma filosofia.

As pessoas veem o Egito como o sonho de uma vida. Esforçam-se para fazer essa viagem. Então… que seja da melhor forma possível. Além de guias de alta qualidade, é necessário lidar com roteiros personalizados, sejam em privado ou em pequenos grupos (pequenos para manter a qualidade dos passeios).

Meu Egito

Ao lidar com roteiros personalizados, o turista viaja com um roteiro que ele pode chamar de “meu”: MEU roteiro, de acordo com MEUS interesses e com MINHAS possibilidades. Por isso surgiu o nome da filosofia MEU EGITO.

E o melhor: o turista negocia direto com um guia egípcio. Um profissional que sabe tudo, que tem segurança no que diz. O custo até pode ser vantajoso, por ser uma negociação direta.

Bebidas servidas durante cruzeiro no Nilo
Bebidas servidas durante cruzeiro no Rio Nilo.

Visitar o Egito por excursão é uma ideia que nunca recomendo. Por mais barato que seja, evite. São raros os turistas que não se arrependem. Já vi turistas voltarem ao Egito depois de uma visita por excursão. Voltaram por roteiro personalizado, para finalmente conhecer bem o país, as inigualáveis riquezas históricas.

Cuidado também com muitas agências que vendem viagens ao Egito “em modo automático”, sem saber explicar, sugerir, esclarecer, alertar — simplesmente, porque não entendem o assunto. Não são especialistas. (Você quer visitar o país sob essas condições???)

Templo de Abu Simbel.
O incrível Templo de Abu Simbel.

Contato direto com os guias

Ninguém melhor que Ihab Hamdy e Hadi Salah para representar a filosofia Meu Egito defendida por este blog.

Para saber mais sobre Ihab, siga aqui. Para saber mais sobre Hadi, vá por aqui. Os links levam a páginas neste próprio blog.

Entre em contato com um deles, à sua escolha. São inteligentes, atenciosos, simpáticos, prestativos. Se quiser, diga que você chega até eles por recomendação deste blog (do GLAUCO DAMAS). Eu não participarei das conversas, das negociações. Não terei nada a ver — será direto com eles. Mas eu aposto que eles darão atenção ainda maior se souberem que você chega por recomendação minha.

Depois da viagem, conte-me como foram suas experiências naquele país de tantas fábulas históricas.

Contatos com Ihab Hamdy:

WhatsApp:
+20 106 199 0092

E-mail:
egipto_1000@hotmail.com

Contatos com Hadi Salah:

WhatsApp:
+20 100 632 5832

E-mail:
hadisaladino@gmail.com

Glauco Damas, Ihab Hamdy, Hadi Salah
Eu (centro) em uma de minhas várias viagens ao Egito, mais uma vez com os grandiosos guias-faraós Hadi Salah (esquerda) e Ihab Hamdy (direita). Eu e minha própria família aos cuidados deles.

Viva o Egito!

Como sempre digo: por mais que eu conheça países, o Egito é sempre a viagem da minha vida!

Boa sorte! E que os bons deuses egípcios o acompanhem! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *