Categorias
Turismo

Dez motivos para visitar o Egito (e encantar-se)


NOTA — Agradeço à Embaixada do Egito no Brasil por ter recomendado em redes sociais este artigo sobre turismo no Egito. Eu espero agora colaborar um pouco mais para que as pessoas entendam que visitar o Egito é uma fabulosa experiência que marca pra sempre a nossa vida.

Já apontei oito motivos para visitar a minha querida Lisboa (moro em Portugal). Hoje, com um pouco mais de fôlego, trago uma lista de dez itens — dez motivos para visitar o Egito. O fabuloso Egito. O incrível Egito. O inesquecível Egito.

Ótimo, Glauco. É isso mesmo que eu preciso. Estou a pesquisar sobre turismo no Egito para decidir se faço essa viagem.

Depois de ler este artigo, acho que você não terá mais dúvidas.

Vamos logo aos itens.

Motivos para você fazer turismo no Egito

Glauco Damas em turismo no Egito: diante da entrada da Tumba de Tutancamon.
Na entrada da tumba de Tutancamon.

1) Visitar o Egito: a viagem da minha vida

Quem me acompanha por este blog ou pelo meu Facebook está acostumado com isto que eu digo: o Egito é sempre a viagem da minha vida.

Por mais que eu conheça o mundo, dificilmente um país marcará em mim impressões tão profundas como as que eu tenho no Egito. E olha que eu faço muitas viagens fantásticas.

Quer uma noção de como é isso? É comum turistas chorarem (isso mesmo!) no aeroporto do Cairo, no momento de ir embora. Abraçam o guia de turismo, cheios de lembranças incríveis que já desejam reviver.

Que tal você também experimentar essas emoções?

Glauco Damas no Egito.
No Egito, sempre fico encantado como se fosse a primeira vez.

2) História riquíssima, incomparável, insuperável

Tem paixão por História — essa aí, com H maiúsculo? Então… não há paraíso melhor para você em todo o planeta.

O Egito é uma alta concentração de História por metro quadrado. Olhe para qualquer lugar e tenha certeza de que aquele ponto está impregnado de História. Você pode viversentir, tocar e — por que não? — até cheirar tudo o que lê em livros e tudo o que vê em documentários. Sentir-me ligado a tudo aquilo é uma experiência que não sai da minha mente.

A grandiosidade histórica é tão única que um país como a bela e encantadora Grécia, também um berço da História da humanidade, quase “perde a graça” quando visitada depois do Egito.

O quê? Não posso crer, Glauco. Como alguém pode criticar a Grécia?

Não é uma crítica à Grécia. Mas eu muitas vezes noto que, depois de se deslumbrarem profundamente com os encantos históricos do Egito, turistas que partem em seguida para a Grécia acabam fazendo comparações. Comentam que, diante da extrema grandiosidade histórica do Egito, a Grécia, apesar de tantas riquezas também históricas, perde um pouco do brilho — embora essas pessoas adorem também a passagem pela Grécia. Em outras palavras: a grandiosidade histórica do Egito é tão única que qualquer outra grandiosidade em outro país perde um tanto a capacidade de nos impressionar.

Encantos de visitar o Egito: fotografar a própria sombra em estilo Indiana Jones.
Minha sombra no enigmático Vale dos Reis, perto da tumba de Ramsés VI.

3) Ooooh! Aaaah!…

Estamos habituados a ver o Egito em livros, documentários, filmes. Percebemos que, na parte histórica, tudo é grandioso, fabuloso, fantástico, impressionante, surpreendente (sempre dizemos isso). Viajamos para lá conscientes disso. No entanto, ao ver tudo pessoalmente no Egito, o turista leva um susto.

Um susto, Glauco?

Um susto. Mas um grande e bom susto.

Nós sabemos que tudo é incrível. Mas só lá percebemos que tudo é MUITO mais do que nós imaginávamos. Fotos e filmes não conseguem expressar a real grandiosidade histórica.

Eu conheço muitas coisas impressionantes em vários países. Por exemplo, o Mosteiro dos Jerónimos, em Portugal; a Catedral de Sevilha, na Espanha; as construções milenares em Atenas. Vemos essas coisas e ficamos surpresos com a sabedoria, a competência do homem daquelas épocas. Hoje, em plena era da tecnologia, o ser humano não é capaz de fazer coisas do mesmo nível. Então, nesses e em vários outros países, nossa reação é mais ou menos esta: “Uau! Incrível o homem ter feito isto naquela época!”.

A diferença do Egito é que nossas impressões vão além. Descobrimos coisas que beiram o impossível — principalmente ao considerarmos que foram criadas há milênios. Nossas reações no Egito progridem para o exagero. São dizeres assim:

O quê?!

Mas… como fizeram isso?

COMO FIZERAM?

< respiração fora de ritmo >

Não dá pra acreditar!

Não! Impossível!

Devem ter recebido ajuda alienígena!

Oooooooh! Aaaaaah!…

< de boca aberta, quase sem respirar >

Nenhum outro país nos surpreende a esse ponto!

O turismo no Egito encanta com os templos de Abu Simbel.
Templo em Abu Simbel.

4) Ótimos guias locais

Para descobrir e apreciar melhor todas as maravilhas, você precisa de… um guia de turismo egípcio, é claro. Não se faz turismo no Egito sem um guia.

Os guias de turismo egípcios estão entre os melhores guias do mundo. Você quase pode ter certeza de que seu guia será seu amigo — mesmo depois da viagem. É comum eu ver turistas que voltam para casa e continuam a ter contacto com o guia, principalmente pelo Facebook.

Os guias egípcios costumam ter bela formação arqueológica. São educados, pacientes, sempre dispostos a mostrar tudo, com muito orgulho.

Que bom, Glauco! Você pode recomendar alguém?

Claro. Sempre recomendo. Neste blog, cito o Meu Egito aos interessados em turismo no país. Eu mesmo faço parte do Meu Egito. Os grandes guias Ihab Hamdy e Hadi Salah — entre os melhores de todo o Egito — estão comigo nisso.

Pessoas em turismo no Egito visitam as Grandes Pirâmides.
Observe as pessoas lá no fundo. Compare o tamanho delas com a dimensão da pirâmide!
Nas Grandes Pirâmides.
Por coincidência, vemos aqui o famoso guia Hadi Salah (o homem à direita, em primeiro plano, vestido em azul).

5) Câmbio, gastos, compras

No geral, os preços no Egito são baixos. Para facilitar ainda mais a vida do turista, o câmbio da libra egípcia é desfavorável em relação ao euro, ao dólar e até ao real brasileiro. Em média, 1 euro é trocado por 20 libras egípcias; 1 dólar, por 17 libras egípcias; 1 real, por 5 libras egípcias. (NOTA — 2020 — O câmbio real-libra egípcia foi assim até 2018, com 1 real podendo valer até 6 libras egípcias em algumas ocasiões. Isso ajudava muito os turistas brasileiros. A política cambial do governo Bolsonaro desvalorizou o real em relação às principais moedas, e a libra egípcia entrou no meio. Agora, enquanto actualizo este artigo, 1 real vale apenas 2,80 libras egípcias. Vantajoso ainda assim, no entanto.)

Com isso, os turistas ficam felizes com os gastos locais essenciais, e podem fazer algumas compras não essenciais com mais folga. E haja mercados e lojas para visitar no Egito! Encontramos de tudo nesses locais — de simples lembranças de viagem a produtos luxuosos. Eu visito mercados e lojas e quero comprar tudo, tudo, TUDO, porque há uma coisa mais bonita e incrível que a outra.

Conhecer os tradicionais mercados é um dos encantos de visitar o Egito.
Mercado em Aswan.
Loja de papiros no Cairo.
Loja de papiros no Cairo.
Loja de tapetes em Gizé.
Loja de tapetes em Gizé.
Loja de algodão no Cairo.
Loja de produtos de algodão no Cairo.

6) Simpatia do povo

No geral, os egípcios são um povo bom, simpático, caloroso, amigável. E eles amam turistas — também porque têm noção de que a economia depende dessas pessoas. (Vale uma observação: amam de modo especial os turistas brasileiros.)

Há países que rendem ótimas viagens. Oferecem belezas naturais, História, gastronomia ímpar… mas às vezes com um povo não caloroso. Incomoda, mas, como eu disse, vale a viagem, e eu até repito. Para mim, Áustria e Grécia são exemplos do gênero. No Egito, por outro lado, encontramos aquilo que se vê muito facilmente no Brasil: calor humano, interesse real nos visitantes.

Mas Glauco… e a questão das mulheres no Egito?

Sensacionalismo barato da mídia. Falo isso mil vezes por ano. Mulheres vivem dias incríveis no país, e muitas aparecem para dar testemunhos sobre isso. Conheço inúmeros casos de mulheres que viajam sozinhas (com um guia, é claro), ou em duplas, e depois só têm elogios. O próprio Meu Egito, já citado ali em cima, vive essa rotina com turistas mulheres.

Glauco Damas ao lado de um camelo.

7) A magia do Nilo

Passamos a vida vendo referências ao enigmático e majestoso Rio Nilo. Pois lá está ele, à nossa espera para intensas aventuras e emoções.

O passeio de faluca (tradicional e rústica embarcação) é quase obrigatório no turismo por lá. Passamos por paisagens deslumbrantes e descobrimos curiosidades pelo caminho, como o Hotel Old Cataract (em Aswan), intimamente ligado à escritora Agatha Christie. O ponto alto, no entanto, é o cruzeiro no Nilo. INCRÍVEL! Definitivamente, a melhor parte do turismo no Egito.

Cruzeiro no Rio Nilo.
Em cruzeiro no enigmático Rio Nilo.

8) Viver costumes exóticos

Para a maioria dos turistas, o Egito é visto como destino exótico. Turismo em um país assim sempre tem muito a nos ensinar. Viagem é cultura. Viagem abre a mente, amplia olhares.

Em termos de costumes religiosos, comportamentais, familiares, visitar o Egito tem algumas coisas boas para nos transmitir. Seja receptivo às novidades. Observe e filtre o que pode engrandecer o seu jeito de pensar.

Estão incluídos nas experiências exóticas o contato com camelos e as visitas a povoados núbios. Fique de olho também no papiro (que tal visitar uma loja de papiros no Cairo?), na flor-de-lótus e no hibisco (usado para chás e sumos). E as tamareiras são um encanto extra.

Ao visitar o Egito, turista conhece o preparo do papiro.
Atendente em uma loja de papiros mostra a minha linda irmã como os antigos egípcios faziam o papiro.
Papiro e flor-de-lótus.
Diante do Museu do Cairo: papiro (parte superior) e flor-de-lótus.

9) Contato com a língua árabe

árabe é uma das mais belas e ricas línguas do planeta. Como é gostoso ouvir os egípcios falarem!

Em poucos dias, podemos aprender um monte de coisas. Eu observo muito e peço dicas aos guias. Por exemplo, em Marrocos, pedi a meu guia Zaky uma lista com algumas expressões em árabe para eu usar durante a viagem. Os habitantes sempre ficavam felizes quando eu tentava falar na língua deles. Sentiam orgulho. Os egípcios também são assim. Egípcios amam o Egito. Egípcios têm orgulho do Egito. Isso é lindo de ver.

أنا أحب مصر. احب الشعب المصري.

Em turismo no Egito, grupo de turistas tem uma breve aula de árabe.
Breve aula de árabe para turistas, durante uma simpática visita a um povoado núbio. Foi muito divertido!

10) Segurança

Há alguns riscos em visitar o Egito? Sim… como há em qualquer outro país. Simplesmente, devemos estar sempre atentos.

Mas o turismo no Egito não pode ser mais perigoso?

Não considero assim.

Tomemos cuidado com a mídia — mais uma vez, a mídia. Há um forte sensacionalismo ao falar sobre Egito e sobre o mundo árabe. Você fica com falsas impressões.

O Egito está a cuidar muito bem da segurança dos turistas. De modo geral, melhor que os países mais populares aqui na Europa (moro na Europa e faço comparações). Eu já escrevi um artigo sobre como sinto-me à vontade no país.

Mesquita de Alabastro, no Cairo.
Mesquita de Alabastro, no Cairo.

Eu espero que você também possa visitar o Egito. E que também diga o mesmo: que foi a viagem da sua vida. 😉

[Publicado em 2018. Revisão: 2020.]


GLAUCO DAMAS
Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.
Saiba mais « » Contacto


47 comentários a “Dez motivos para visitar o Egito (e encantar-se)”

Acabei de voltar do Egito… considero o Egito hoje como minha segunda casa smile. Fui sozinha, com a cara e coragem e posso dizer que foi a melhor viagem da minha vida! Se quiserem informações dicas e contatos de guias e hotéis, bem como apartamentos para locação ficarei muito felez em ajudar! lidiasmarcondes@gmail.com
19 993282838 WhatsApp

Gostaria de falar sobre meu trabalho:

Sou brasileira, moro no Egito 10 anos, ja passei por duas revolucoes e 3 presidente!! Sou quase uma sobrevivente.
O Egito e um pais maravilhoso, os egipcios sao acolhedores e muito diferentes entre si, e uma cultura riquissima, cheia de nuances. Andar pelas ruas empoeiradas e barulhentas do Cairo , tomar um ccha em um cafe tradicional, visitar o Mediterraneo, conhecer os templos no sul , visitar a penisula do Sinai, mergulhar no mar vermelho e contemplar a grandeza das piramides de Gize! Experiencia e lembrancas magnifica.
Aqui, trabalho com turismo, normalmente trabalho com viajantes de lingua portuguesa. Ofereco pacotes de turismo personalizados, de acordo com o interesse e disponibilidade financeira.
Trabalho somente com guia certificados pelo ministerio de turismo e patrimonio , ofereco todos os translados, hospedagem, enfim, dou toda assistencia necessaria para que o viajante tenha uma boa estadia no pais.
Se alguem precisar de maiores informacoes , meu email e DEM.MANSY@GMAIL.COM

****Obrigada pelo espaco****

9 olá Elaine pretendo visitar o Egito mas gostaria de ficar um mês e até dois para conhecer os pontos turísticos de todo o Egito, para isso gosraria de alugar um apartamento e um guia turístico que fale português, vou com família 4 pessoas, precisarei de sua ajuda,

Afim de poder tirar algumas duvidas sobre a viagem ao Egipto, vou dar -vos a conhecer a minha experiencia de ferias – 8 a 16 de agosto.
País com uma história fabulosa, assim concretizei um sonho. fica-mos sem palavras ao ver tão grandiosidade.
Agora alguns casos que lhe vou dar, claro que foi a minha experiencia…
Não fique no hotel grande Piramide, pois tem encostado 2 viaduto com 6 a 8 vias de rodagem, os condutores neste país não respeitam, não há lei, então buzinam de noite e tudo. Foram 4 noites sem dormir, Pois o transito noite e dia é uma loucura, estamos falando de uma cidade de 20 a 25 milhões de habitantes.
Se prepare para ver pontos da cidade de muita miséria, pode recuar no tempo muitos seculos … tipo ruas cheias de lixo, rebanhos nas ruas ou jardins ( fiquei com pena de não tirar foto, etc)
Se visitar EDFÚ, cuidado com os comerciante neste local, todos caiem em cima de vocês e ao comprar numa situação de pressão e falta de tempo, não dá. Comprei 2 esfinges pelo preço de 20 euros, pensando comprar um produto de qualidade… ao chegar a Luxor, vi as mesmas, 3 unidades a 1 euro… e ao chegar ao hotel reparei que as mesmas estavam partidas e coladas.
O comercio em Luxor é calmo e melhores preços. Mesmo assim regatei o preço. eu fiquei a perder porque não tenho feitio para regatear.
Prepare-se para ficar chocado com a miséria que existe. Em EDFÚ, uma criança me implorou até à ultima para lhe comprar umas coisas por 1 €, me impressionou tanto que me desorientei, ficando chocado e sem pensar… abro a carteira para comprar e não tinha moeda. fiquei a bater mal da cabeça todo o dia. Pois tinha alguns cêntimos e podia ter feito a criança feliz. Mas minha cabeça parou…
Passeio de camelo- meus colegas de fizeram este programa no inicio e eu no fim. Eles disseram que a viagem de camelo foi 5 €, meia hora, mas que na pratica são 15 minutos. No meu dia, perguntei ao guia quanto era, me disse 10 €, para não estar a contrariar aceitei… quando chego ao camelo, me pedem 40 €, fiquei passado e sai do camelo todo chateado… O individuo do camelo acabou por dizer que era para 1 hora… disfarce… aceitei a viagem, que apenas durou 10 minutos… no final o jovem que nos guia no camelo queria mais 10 €…
Conte que as excursões extras são muito caras, tipo 45€ – 62€ e muito mais. Pesquise bem sobre o assunto. Por exemplo o espetáculo de luz das pirâmides custa 45€. e Se visitar as pirâmides, talves não interesse esta visita (espetáculo de cerca de 30 minutos*- .
Refeições; os guias levam 10€ + bebida por cada refeição. Veja se não há restaurantes perto do hotel, pois segundo me disseram, as refeições rondam os 2 a 3 €.
Estude bem o programa na agencia de viagens antes de decidir: pois um programa com pouca coisa incluído, significa muitos gastos no Egipto
Alimentação; não coma nada cru, lave os dentes com água engarrafada e beba só desta. E mesmo assim muito cuidado. Recomendo a toma de um bom pró biótico.
Mas não deixe de visitar este país, enquanto não destroem este património, como já aconteceu noutros sítios.
Abraço
Cardoso

Mais uma pequena coisa; se for a uma fabrica de artesanato de pedras, como esfinges, etc. tenha cuidado com os preços e regatei, pois eu fiquei alarmado… tipo uma pequena peça em pedra, 60 € . prepare-se. Também vi nas pirâmides pessoas a vender papiros e lindos por 1 €, procurei ao guia se eram imitação, me respondeu, vamos passar num sitio onde são de confiança… ao chegar tive uma demonstração muito interessante das etapas de fazer o papiro. mas lá um pequenininho, custava 15 a 20€. fiquei na duvida entre o que vi e os da loja. Como já estava escaldado de EDFÚ e dos camelos, não comprei mais nada.
Espero ter ajudado a quem vai visitar este país.
Boa viagem
Um abraço.

Olá.

Você NÃO deve ir para lá.

O “MEU EGITO”, ligado a este blog, trabalha com os melhores guias de turismo egípcios. Nós não aceitamos levar turistas para lá.

Meus cumprimentos.

Oi!
Eu sou louca pra conhecer o Egito, mas meu marido sempre fala das guerras e insegurança no local. Por este motivo, sempre optamos por outro destino. Pode me ajudar a convencer ele do contrário?

Agradeço desde já!!!

Att, Luciana

Nossa, que legal! Meu sonho há muito tempo é conhecer o Egito, realment é UAU, como isso tudo foi construído. Já vi documentários, li artigos. Espero um dia poder contar no meu blog a experiência de ter visitado essa lugar tão maravilhoso. Adorei!

ADOREI TODOS COMENTARIOS DO EGITO, ESTOU INDO A DUBAI E VOU PASSAR PELO EGITO.
iREI FICAR 05 DIAS NO EGITO. QUAIS OS PASSEIOS QUE VOCÊ ME INDICA FAZER?
O CRUZEIRO NO NILO VOCÊ COMPROU LA OU JA COMPROU PELO BRASIL?
QUANTOS DIAS DE CRUZEIRO?
ADOREIII O SEU BLOG E CONTINUO ACOMPANHANDO

gLAUCO, ola.
Parabens pelo blog. é de grande valia. Estou querendo ir em junho do proximo ano com esposa e filho de 8 anos. Só posso ir nessa época. Entrei em contato com o Sharif (guia) que me informou que dá para ir nesta época do ano, que ruim mesmo seria julho e agosto. Mas, em outros sites dizem ser muito quente e não recomenda-se ir com crianças. Estou numa baita dúvida. O roteiro que ele fez seria cairo, alexandria, cruzeiro em luxor e prais no mar vermelho. Os passeios são realizados somente na parta da manhã cedo? de repente, como o cruzeiro tem piscina até que dava né. Eita dúvida cruel.

Glauco, teve retorno recendentemente de alguém que visitou Cairo? Estou planejando no próximo mês e queria saber como esta o clima por la nesse momento. Obrigado e parabéns pela matéria!

Olá Glauco,
Estou me programando para ir em Junho de 2017, mas preocupada como está atualmente a questão de segurança sobre atentados.
Li seu tópico sob segurança, mas como é de Abril, gostaria de saber se vc sabe atualmente se está bom para viajar lá.

obrigada,
Giovanna

Olá Glauco!
Troquei seu nome e coloquei Elaine. Enfim coisa de Idosa.
Estamos indo em quatro pessoas Idosas para o Egito, agora em abril/2016.
Gostaria de saber como contratar o tour para o cruzeiro pelo Rio Nilo, bem como de outros passeios.
Gostaria de dicas de hotéis e outras coisas que vc achar que devemos saber.
Obrigada
Nice

Olá Elaine!
Estamos indo em quatro pessoas Idosas para o Egito, agora em abril/2016.
Gostaria de saber como contratar o tour para o cruzeiro pelo Rio Nilo, bem como de outros passeios.
Gostaria de dicas de hotéis e outras coisas que vc achar que devemos saber.
Obrigada
Nice

Estive durante 1 mês no Egito, e realmente fiquei apaixonada, claro que , bem diferente do Brasil, mas o povo é caloroso e receptivo ,e quanto aos olhares, o jeito e fingir que não está vendo!!!!!!! A única palavra para descrever minha 1° viagem ,sozinha e sem inglês, totalmente novidade, é espetacular ,tudo !!!!!!!!!

Oi Elaine,

Não acredito que foi sozinha, sempre foi o destino da minha vida… quero muito ir…
Também não falo inglês e sou mulher, ou seja, estou assutada…
Gostaria de dicas, pode me escrever.

Meu querido sou brasileira e moro no Cairo !! Por favor olha como VC fala do Brasil, tenho certeza que VC como turística conhece e fala do Brasil conhecendo unicamente Rio de Janeiro e São Paulo ou cidades do centro oeste, procure conhecer o Nordeste e o Norte, infelizmente para os estrangeiros o Brasil quase só e Rio e São Paulo, onde realmente mora a peste !!

Oi Valda!
Gostaria também de dicas sobre o Egito. Gostaria de visitar Cairo e Alexandria. Na verdade gostaria de fazer algo parecido com um intercâmbio. Quero me envolver com a cultura egípcia no geral. O que vc me aconselha. Estou indo tipo mochila nas costas.

Estimada Valda,
Concordo com a Elaine, moro no Brasil e a situação da segurança está caótica por aqui. Morei no Paraná, fiz pós em Santa Catarina, morei em Belém/PA e, atualmente, moro em Brasília, em todas as regiões há insegurança e violência (assaltos, roubos e sequestros relâmpagos).
Eu também pretendo conhecer o Egito em breve.
Abs.,
Eliane

Mohamed Zakaria guía de fala português no Egito.
Os contatos:
Tel:00201114282794/00201065577451.
Email:mlgyr79@yahoo.com
Facebook:Mohamed Hussein Eldaly

Ola Aymara
Eu acho que voce Pode viajar ao Egito porque esta seguro !! acredito que depois dos ultimos acontecimentos no mondo,a decisão de viajar para qualquer país no oriente médio e muito difícil
acompanhar as noticias que chegam la mesmo da medo a quem pretende visitar.
mas como vivo em Egito portanto digo que aqui esta seguro para vivir e para fazer turismo .
Boa viagem

Ola Rita
Esse tempo e suficiente para conhecer os locais que voce mencionou , mas não existe acampamento ou programas para o deserto Branco ,ja não tem aurorizacao do Ministério do Turismo ou policia de turismo

Olá Glauco, sempre tive este sonho de visitar o Egito então no começo do ano comprei as passagens e um pacote turístico para o final do ano nos feriados de natal e ano novo, porém agora com esses ataques na Europa e esta tensão com relação aos países muçulmanos estou um pouco receosa se faço a viagem ou cancelo e espero um momento mais propício. Sei que é uma decisão muito pessoal mas gostaria de sua opinião.

Btarde Glauco, estamos (meus 2 filhos e eu) querendo visitar o Egito em fevereiro/16, no período de carnaval aqui do Brasil, ou seja, temos uns 10 dias ao todo. Fiquei mais animada ainda lendo o seu texto, super rápido, sucinto e muito informativo. Parabéns! Gostaria q vc, se possível, me esclarecesse algumas dúvidas: Esse tempo q nós dispomos é suficiente para fazermos um roteiro legal? Além dos templos/pirâmides, o que vc acha q dá pra fazer dessa lista a seguir: acampamento no west desert, passeio de fellucca no rio Nilo, visita a Alexandria, voo de balão, mar Vermelho… Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *