Categorias
Turismo

A sorte de dois turistas a caminho do Egito


Sorte. Muita sorte. Imagine dois turistas que, a caminho do fabuloso Egito, passam por uma situação que enche de ciúme qualquer fã da cultura egípcia. Eu mesmo fui consumido pelo fogo da inveja (não conta isso pra ninguém).

Este artigo narra uma história incrível vivida pela simpática brasileira Patrícia D. C. Viciana e pelo marido Elíseo – que, aliás, são meus amigos.

Rumo ao Egito: sorte… e Zahi Hawass

Tal como eu, Patrícia, principalmente, é fascinada pelo Egito. “Como fã do Indiana Jones, adoraria acompanhar uma expedição de arqueologia”, ela disse-me em um depoimento especial para este blog. “Sempre sonhei em ir ao Egito. Em 2006, meu marido me deu de presente a viagem.”

Eles nem imaginavam a grande surpresa que os esperava.

Nós, fanáticos por Antigo Egito, lemos livros e assistimos a inúmeros documentários sobre o assunto. Nos documentários, a grande estrela é o arqueólogo Zahi Hawass. Enérgico, ele mostra com paixão o universo egípcio, hipnotizando quem ama essa cultura e popularizando-a entre pessoas que ainda não a conhecem. Virou um show man. Com isso, Hawass atraiu milhões de fãs… e turistas, que são o principal meio de o Egito ganhar dinheiro.

Zahi Hawass diante das Grandes Pirâmides.
Zahi Hawass

“Eu também sempre dizia que adoraria encontrar Hawass”, disse Patrícia. “Poder tocar nas mãos dele. Seria um jeito de estar próxima de alguns tesouros ou descobertas do meu tão sonhado Egito. Meus pais e meu marido riam de mim, dizendo que jamais conseguiria chegar perto de uma escavação, muito menos perto dele.”

A moça provou que sonhar alto — sem preocupar-se com críticas — compensa. Confiante, arrematou: “Dizem que tudo o que você pede, o Universo dá”.

A grande surpresa

Patrícia e Elíseo pegaram um voo São Paulo-Cairo com conexão em Milão. Foi em Milão que um inusitado encontro aconteceu.

“Estava esperando para embarcar quando vi uns cabelinhos de algodão perambulando pelo saguão do aeroporto. Meu marido dizia que não era ele, pois estava sem o famoso chapéu, mas eu tinha certeza. E fui na maior cara de pau falar com ele. Me aproximei e perguntei se ele era arqueólogo. Ele respondeu que sim! Aí não me aguentei. Disse que era sua maior fã, que assistia a todos os programas dele, que amava o Egito, que era meu sonho desde criança. Ele ficou tão feliz de ver a minha empolgação que disse que ia me presentear com um passe livre para todos os museus e monumentos do Egito. E ele não sabia que aqui no Brasil exibiam todos os programas com ele, e que ele era tão conhecido. Ele foi extremamente simpático e atencioso.”

Turista com Zahi Hawass: sorte a caminho do Egito.
Que raiva, que inveja da sorte da Patrícia! 😀

Dizem que tudo o que você pede, o Universo dá

Um turista com Zahi Hawass: mais um com sorte a caminho do Egito
À esquerda (é claro!), Elíseo.

Você processou toda a informação? Além de encontrar Hawass e tirar fotos com ele, Patrícia e Elíseo ganharam, do próprio Hawass, um passe livre para museus e monumentos. ZZzzTTcccxxzzz! [Perdão, foi uma onda de inveja percorrendo meu corpo.]

Espere. ZZzzxxxTcHzzz! Patrícia ganhou também um autógrafo.

E mais: Hawass estava a caminho do Cairo, e ia pegar o mesmo voo deles.

Autógrafo de Zahi Hawass
Autógrafo de Hawass.

Ahn…

Que os bons deuses egípcios limpem a inveja do meu corpo! 😛 😀

(Artigo publicado em 2012. Actualização: 2020.)


GLAUCO DAMAS
Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.
Saiba mais « » Contacto


20 comentários a “A sorte de dois turistas a caminho do Egito”

Meu sonho desde de criança era conhecer o Egito. Digo para meus amigos e para família, que fui Cleópatra na outra encarnação (ahahah. Faz quinze anos que viajei para esse país maravilhoso. Tive o prazer de entrar nas pirâmides, conhecer o túmulo de Tutankamon e vários outros lugares. Espero voltar um dia, pois não deu tempo de conhecer tudo…. E navegar no Nilo é algo impagável…

Faraó Glauco eu ri muito lendo esse post pena que vc foi consumido pelo calor da inveja kkk. Estou me programando para viajar ao Egito em janeiro/2013 e suas informações são muito uteis será sem sombra de duvida : A viagem da minha vida !!!

Glauco
Inveja mata, cuidado! A sua amiga Patriacia, ja sabe que vc é ima múmia
lendária? O grande Faraó Glaucokhamon?
Fiquei, cá a me corroer de inveja também, Nossa, isso pega, Glauco e Estela!Hhehehehe

Realmente foi um momento mágico e inesquecível !!!
Adorei seu post ,Glauco !!
Não deixe a inveja te consumir…senão , Tutankamon e Ramsés II virão puxar teus pés !!! rsrs
Beijos =]]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *