Categorias
Variedades

Algumas vantagens do poderoso TELEGRAM

A maioria das pessoas finalmente percebeu o mal que o WhatsApp representa em nossa vida. Por causa disso, há agora um enorme fluxo de pesquisas sobre o Telegram e o Signal.

Eu, que advogo contra o WhatsApp há anos, aceito apenas aqueles dois concorrentes. Ambos usufruem grande credibilidade mundial. Mas, para ser sincero, uso muito mais o poder, a leveza, a segurança e a estabilidade do fenômeno TELEGRAM. É incomparavelmente superior em recursos. Compreende-se facilmente por que ele segue em um crescimento vertiginoso. Chegou a ser a app mais baixada do mundo, em dispositivos móveis, durante todo um mês, e rapidamente ultrapassou 500 milhões de usuários.

Glauco, é difícil incorporar mudanças em nossa vida. São anos com o WhatsApp. Eu estranho o visual diferente, as funções diferentes dos outros.

Eu penso o contrário. Mudanças tornam minha vida mais interessante. Estimulam a mente. E lembre-se de que não estamos a falar agora de uma simples mudança, algo por mero gosto. Quando se discute o WhatsApp, trata-se de uma necessidade de mudar.

Entendo, Glauco. Mas eu não quero perder os históricos de conversas do meu WhatsApp.

Nem isso mais é desculpa para não mudar. Desde Janeiro de 2021, o Telegram permite importar históricos do WhatsApp (a partir de um backup do WhatsApp feito em seu telefone).

Ótimo, Glauco. Mas… Bem, eu ainda tenho um mas. Eu ouço algumas coisas estranhas e preocupantes sobre o Telegram.

Eu compreendo seu receio. Também vejo comentários equivocados (e acho que o Facebook — dono do WhatsApp — começará a plantar notícias falsas para prejudicar a concorrência). Por isso, no final deste longo artigo, falarei sobre alguns mitos que dizem contra o Telegram.

Recursos notáveis do Telegram

Apresento agora vantagens insuperáveis do Telegram. Que a lista lhe sirva de inspiração para abrir a mente.

Antes, uma nota: o que você verá aqui são recursos que o WhatsApp talvez copie daqui a alguns meses ou anos. 😉 (Isso mesmo. Geralmente, “novidade” apresentada pelo WhatsApp é algo que existe bem antes no Telegram. Mas mesmo ao copiar o WhatsApp faz mal o trabalho…)

Não perturbe seus contatos

Fim de noite. Ou madrugada. Talvez o início de uma manhã de domingo. Você quer enviar uma mensagem, mas receia perturbar seu contato com o som de notificação.

O Telegram oferece duas soluções para esse dilema.

Agendar a entrega

Escreva a mensagem normalmente e escolha dia, hora e minuto para a entrega a seu contato. Por exemplo, programar para a manhã seguinte quando não for recomendável enviar em um fim de noite.

Como fazer isso?

Em vez de simplesmente tocar no ícone de envio da mensagem, toque e mantenha seu dedo. Aparece um menu com duas opções. Uma delas é agendar a entrega.

Programar envio de mensagem no Telegram, ou enviar sem som de notificação.
Eu uso sistema em inglês, mas dá para você perceber aqui, caso use em português. Depois de tocar e manter o dedo no ícone de envio de mensagem, aparece o menu com duas opções. Escolho a número 1 para agendar o envio.

É necessário fazer isso para cada mensagem que você quiser agendar.

Quando o chat com a pessoa tiver alguma mensagem programada, aparecerá um ícone na parte inferior para você administrar o que está para ser enviado. Poderá apenas ler a mensagem, enviá-la imediatamente, mudar dia e hora de envio ou mandá-la para o lixo.

O recurso revela-se útil em várias outras situações. Sua criatividade é o limite. Por exemplo, agendar mensagens a clientes para evitar esquecimentos (aniversários, datas de entregas, etc.).

Enviar sem som

Observe novamente a imagem acima. Veja a opção número 2 no menu: “Send without sound” — enviar sem som.

A mensagem será enviada imediatamente, mas não haverá som de notificação no telefone de seu contato. Enfim, liberdade total para escrever e enviar, sem riscos de incomodar ou acordar a pessoa.

Vale ressaltar que isso deve ser feito para cada mensagem. Por hábito, podemos tocar no ícone de envio, esquecendo que precisamos tocar e manter no ícone para abrir aquele menu especial.

Ouvir mais rápido os áudios longos

Recebeu um áudio daqueles? Looooongo? É importante e você precisa ouvir tudo? Está sem tempo ou sem paciência?

Tranquilo.

Com o áudio em andamento, toque no ícone “2X” que aparece no alto.

Ouvir áudio em velocidade 2x no Telegram.

O que acontece é óbvio: o áudio corre em dobro de velocidade. Dá para entender bem. Parece narração de futebol nas antigas rádios AM.

Para desativar isso, toque no ícone novamente.

Detalhe: algumas pessoas reclamam que não podem avançar, saltar trechos nos áudios. Essa falsa impressão acontece porque não há uma tradicional barra de progresso. No Telegram, vemos barras sonoras. Basta tocar o dedo nas barras e arrastar suavemente para a esquerda ou para a direita.

Barra de áudio no Telegram.
Tocar nestas barras e deslizar o dedo para a esquerda ou a direita.

Editar mensagens

Há duas maneiras de interagirmos com uma mensagem enviada: tocar nela e manter o dedo ou simplesmente dar um toque rápido. Aparecem as tradicionais opções de responder à mensagem, encaminhar, apagar, copiar.

Mas o Telegram, sempre à frente, traz um grande benefício: editar a mensagem. Isso mesmo: editar uma mensagem já enviada (se ela ainda não foi lida pelo destinatário).

Edição de mensagens no Telegram.
O lápis, marcado em vermelho, permite editar uma mensagem já entregue.

Nada mais de enviar uma mensagem e apagá-la por causa de um erro — e reenviar, corrigida. Muito menos aquela mania de deixar a mensagem com erro, mas em seguida enviar outra com um * e a correção.

Apagar mensagens

Quer algo mais drástico? Apagar uma mensagem, em vez de editar?

No pobre WhatsApp, você tem uma hora para mudar de opinião e apagar uma mensagem.

Não há limite no Telegram. Pode ser mensagem de cinco horas atrás, de ontem, de uma semana, de dois anos atrás. Seu contato fica sem nenhum vestígio da mensagem. Não há nem mesmo indicação de que uma mensagem foi apagada (como vemos no WhatsApp).

Estranhamente, você pode apagar até a mensagem da outra pessoa. E nem ela verá o que escreveu. Essa é uma parte que eu não gosto no Telegram. Mas há quem enxergue como grande benefício. Eu simplesmente não gosto que a outra pessoa tenha o poder de apagar uma mensagem minha de modo que nem mesmo eu possa ver o que escrevi (ou o que mandei como áudio, foto ou vídeo).

Também é possível programar mensagens para serem apagadas automaticamente. Isso você programa no próprio chat com cada pessoa. Escolha o prazo de 24 horas ou de uma semana.

Apagar mensagens automaticamente em chat do Telegram
Na janela de conversa, toque nos três pontinhos no alto, à direita, para abrir o menu mostrado nesta imagem. Escolha “Clear history” (limpar histórico).
Apagar mensagens automaticamente em chat do Telegram
Na janela seguinte, podemos apagar todo o histórico de conversa com a pessoa (apagar inclusive para a outra pessoa!). Mas não é o que queremos agora. Um pouco abaixo na janela, vemos o que é mostrado aqui. Para apagar automaticamente mensagens, escolhemos 24 horas ou 7 dias.

Glauco, há pouco tempo o WhatsApp fez isso também.

Sim. Mas, como sempre, de modo insatisfatório, simplista. No WhatsApp, há apenas um prazo para apagar automaticamente as mensagens de um chat: uma semana. Não seria muito para quem se preocupa a mais com a privacidade de uma conversa?

Além disso, daqui a pouco, no item “Chats secretos”, você verá que o Telegram oferece mais opções de escolha de tempo: segundos, minutos, horas, dias.

Proteger seu número de telefone

Uma das maiores críticas contra o deprimente WhatsApp e até contra o ótimo Signal é a obrigatoriedade de você informar seu número de telefone para qualquer pessoa com quem queira trocar mensagens.

No Telegram, opcionalmente (e deve fazer isso!), você cria um nome de usuário único. Em vez de dar a alguém seu número de telefone, pode passar seu nome de usuário. Isso é ótimo, por exemplo, para expor em sites o seu contato por Telegram. Fica lá o seu nome de usuário, não seu telefone, que é algo tão pessoal.

No próprio Telegram, para adicionar uma pessoa por nome de usuário, você usa o símbolo @ e o nome. Se uma pessoa me diz que o nome de usuário dela é xyz, eu a encontro no Telegram ao fazer busca por @xyz.

Nome de usuário no Telegram.
Configurações do Telegram. Aqui eu vejo meu nome, minha foto, etc. A seta vermelha indica o campo para definir “username”, ou nome de usuário.

Isso fica ainda melhor. O Telegram permite usar seu nome de usuário como link de internet. É sempre o endereço “t.me” + / + nome de usuário.

Imagine novamente o nome de usuário xyz. O link seria: t.me/xyz. Simples, não? Prático. Com esse link, qualquer pessoa verá o Telegram abrir uma janela de conversa diretamente com xyz. Tudo sem expor nenhum número de telefone. (Atenção — O chat funcionará normalmente com a pessoa, mesmo que você não a adicione a seus contatos. Mas, se você a adicionar oficialmente a seus contatos, ela poderá ver seu número de telefone.)

Tudo na nuvem (sincronizando até rascunhos de mensagens!)

O WhatsApp está vinculado ao smartphone do usuário. Mesmo quando a pessoa acessa os chats por um computador, o serviço está diretamente conectado ao telefone. Não é independente. Na verdade, ali, pelo computador, ele está a espelhar o conteúdo da aplicação no telefone.

O Telegram é independente disso. Funciona na nuvem. Você acessa todo o conteúdo por qualquer smartphone, tablet ou computador que tenha acesso a sua conta. Seu telefone até pode estar desligado quando você acessar o conteúdo por seu computador.

Simplesmente, você começa uma conversa por seu telefone, continua pelo seu computador, depois em seu tablet (mas é só pelo smartphone que você tem acesso a todos os recursos). Uma das coisas mais incríveis proporcionadas por essa estrutura: você pode até salvar o rascunho de uma mensagem em um telefone (por exemplo) para retomar o mesmo rascunho depois em seu computador.

Por causa disso, as conversas não são criptografadas ponto a ponto por padrão (se fossem, você não poderia começar uma conversa em um dispositivo para continuar depois em outro). Mas o serviço em si funciona em uma estrutura de sólida segurança, já criptografado — e que tem provado, cada vez mais, a competência dos desenvolvedores.

Atenção: não deixe de habilitar em sua conta a autenticação em duas etapas (quando você insere um código extra, recebido por SMS, por exemplo). Então um código será exigido antes de acessar sua conta em cada dispositivo.

Chats secretos

Como eu disse no item acima, as conversas não são criptografadas ponto a ponto por padrão. Mas há momentos de maior exigência em termos de privacidade e segurança.

Mesmo que você já tenha aberto um chat normal com uma pessoa, pode abrir outro com ela, em modo secreto. Agora, sim, tudo funciona com criptografia ponto a ponto.

Se o chat normal já promete funcionar em ambiente seguro, por que eu abriria um chat secreto?

Porque o secreto traz vantagens extras, mas que nem sempre são necessárias.

Primeiro: há proteção contra cópias de telas. Em um smartphone Android, será impedida qualquer tentativa disso. Em um iPhone, devido a uma limitação do sistema da Apple, consegue-se tirar cópia da tela, mas a outra pessoa na conversa será notificada sobre isso. É poderá questionar. Ora, qual a intenção daquela pessoa? (Cuidado: nada impede que a pessoa fotografe a tela do smartphone usando uma câmera ou um outro smartphone.)

Outra vantagem é não ser possível encaminhar nenhuma das mensagens. Se a conversa é tão privada, nada tem de ser encaminhado.

O mais admirável é a possibilidade de enviar todas as mensagens em modo de autodestruição. Elas desaparecem automaticamente, sem deixar nenhum vestígio (somem do seu Telegram, somem do Telegram da outra pessoa, somem dos arquivos do Telegram na nuvem).

Quanto tempo para a autodestruição? O próprio usuário escolhe. Alguns segundos? Minutos? Horas? Dias?

Em casos extremos de sigilo, escolher alguns segundos é o ideal. A outra pessoa mal tem tempo para ler a mensagem (ou ver a imagem, ou ouvir o áudio). Uns segundos depois e… PUF!, adeus para sempre. Ótimo, por exemplo, para empresas quando trocam ideias sobre um projeto sigiloso.

(No início de 2021, o WhatsApp copiou essa função do Telegram. Mas deu sete dias [!!!] como única opção para as mensagens desaparecerem.)

Chat secreto, grupos e canais no Telegram.
A seta rosa aponta a opção para criar um chat secreto.

Nota — Chats secretos, por serem criptografados de ponta a ponta, não permitem começar a conversa em um dispositivo para depois continuar em outro. Você tem de criar e manter a conversa por seu smartphone Android ou iOS. Funciona também na app específica para macOS.

Mensagens apenas com o destinatário online

Quando uma mensagem chega a seu telefone enquanto a tela está bloqueada, é possível ver uma notificação que traz as primeiras palavras do conteúdo. Qualquer outra pessoa, mesmo sem saber a senha de desbloqueio, pode ter uma ideia do assunto.

Por questões de privacidade, em alguns momentos é interessante que ninguém tenha acesso a isso. O Telegram, é claro, traz uma solução.

Mensagens podem ser enviadas de um modo que o destinatário as receba apenas quando estiver on-line. Assim que ele abrir o Telegram, as mensagens chegarão. Supõe-se, portanto, que ele seja o real destinatário, porque usou a senha de desbloqueio de tela para ter acesso ao telefone.

O caminho para fazer isso nos leva novamente à função de agendar envio de mensagem.

Envio de mensagem com o destinatário online
Toque e mantenha o dedo no ícone de envio da mensagem. Escolha a primeira opção, “Schedule message” (agendar mensagem).
Envio de mensagem com o destinatário online.
Em vez de marcar dia e hora para o envio, toque no menu de três pontinhos.
Envio de mensagem com o destinatário online
Escolha a opção “Send when [nome da pessoa] comes online” (envie quando [a pessoa] estiver online).

Alerta — Isso é possível apenas quando o destinatário permite que você veja quando ele esteve online pela última vez. (Se ele permite, você verá uma informação específica. Exemplo: última vez online hoje às 4:44h. Caso contrário, você verá algo genérico: última vez online recentemente, no prazo de uma semana, um mês, ou muito tempo atrás.)

Grupos poderosos

As pessoas adoram grupos no WhatsApp. Acostumaram-se com a pobreza de recursos. Quando veem a extrema riqueza oferecida pelo Telegram, ficam encantadas. (Veja, no item “Chats secretos”, a seta verde apontar para a criação de grupo — “New group”.)

Os grupos no Telegram são realmente PODEROSOS. Para você ter uma ideia: suportam até 200.000 integrantes (contra 256 no WhatsApp, mas tudo bem, é raro chegar a 200 mil).

Não seria exagero, Glauco? Eles podem anunciar um enorme número de integrantes para impressionar, mas um grupo com muita gente assim seria inviável.

Seria. Mas o Telegram é esperto. Há ricas ferramentas de controle dos grupos. Tudo fica mais organizado, mais fluido, mais seguro. De acordo com o que o administrador do grupo quiser.

O administrador especifica se os integrantes podem enviar qualquer tipo de conteúdo. Ou se não podem mandar GIFs animados. Ou se não enviam áudios. Ou stickers. Há várias opções.

As pessoas no grupo escrevem demais e ninguém consegue acompanhar o ritmo? O administrador pode abrandar tudo, especificando intervalo obrigatório entre os envios de mensagens (e pode criar exceções para algumas pessoas).

Deseja mais? Basta procurar e encontramos. Por exemplo, grupos permitem o envio de enquetes aos participantes.

Por enquanto, um detalhe final: grupos podem ser públicos e ter um link de acesso.

Canais

Em que um canal difere de um grupo?

No canal, os integrantes apenas observam. Não publicam nada. Isso serve como boletim, como broadcasting. O dono do canal publica conteúdo para os incritos acompanharem. (No item “Chats secretos”, a seta vermelha aponta a criação de um canal.)

Comemore: não há limite para o número de integrantes (e com estatísticas para canais com mais de mil integrantes). Imagine os benefícios que você pode tirar disso.

Um canal também pode ser público e ter link para acesso direto. Qualquer pessoa se inscreve.

Nota — Desde 2020, é possível associar um canal a um grupo. O canal continua igual, como broadcasting. Quem quiser comentar uma mensagem recebida será redirecionado para o grupo ligado ao canal.

Organização com pastas

Muitas conversas no Telegram? Mistura de vida pessoal com vida profissional? A melhor atitude é usar pastas para separar conversas por temas, assuntos ou importância.

Nas configurações da app, encontramos algumas sugestões de pastas. Mas podemos criar quantas quisermos.

Eu separo pastas para família, amigos mais íntimos, grupos, etc. Fica ótimo especialmente para separar conversas da vida profissional. Há uma pasta, por exemplo, para o Meu Egito, uma sociedade minha que leva turistas ao Egito com roteiros de viagem personalizados. É mais prático encontrar lá as tantas conversas com clientes.

Uso de pastas no Telegram.

Na barra horizontal que mostra as pastas em uso, o primeiro item à esquerda é sempre “All” (Todas). Obviamente, ali encontramos todas as conversas, sem separação — exceto as conversas arquivadas.

Mensagens salvas, arquivos guardados e lembretes

Na janela principal, que lista nossas conversas, encontramos o item “Saved Messages” (mensagens salvas). Para ali vão as mensagens — de qualquer contato — que consideramos mais importantes.

Para salvar desse modo uma mensagem, tocamos nela e, no menu que aparece, escolhemos a opção “Forward” (encaminhar). Encaminhamos então para a pasta “Saved Messages”.

Mensagens salvas
“Saved Messages” aparece em minha janela principal.
Mensagens salvas
Toque na mensagem que você deseja salvar…
Mensagens salvas
…e, no menu, escolha “Forward” (encaminhar). Mande a mensagem para a pasta de mensagens salvas.

Até aqui, trivial. Mas podemos explorar esse recurso com mais esperteza e praticidade.

Abra o seu item “Saved Messages” e veja que na parte inferior da tela há um campo para escrever um novo texto e enviar. Ora, enviar para quem, se ali não se trata de um contato?

Eis o segredo. Estamos a escrever para nós mesmos.

Coisa estranha, Glauco. Por que eu faria isso? Ou será que funciona como um bloco de notas?

Até pode ser. Mas vamos muito além.

Turismo no Egito? Fale com os profissionais do MEU EGITO. Os grandes guias egípcios IHAB HAMDY & HADI SALAH, e GLAUCO DAMAS (autor deste blog), lideram um time que cuida de roteiros personalizados. Visite o fabuloso Egito do jeito que você merece. Saiba mais em meuegito.com.

É uma ideia excelente para você anexar arquivos, como faria com um outro contato qualquer. Com isso, está a guardar arquivos importantes onde apenas você pode ver. Arquivos de quaisquer tipos: fotos, PDFs, textos, etc. Cada arquivo pode ter o incrível tamanho máximo de 2 GB. O melhor de tudo: o espaço para armazenamento é ilimitado. E fica sincronizado na nuvem. Portanto, espertamente, o Telegram pode funcionar também como um tipo de Google Drive ou Microsoft OneDrive.

Tenho receio disso, Glauco. E se o Telegram perceber, achar que é abuso e apagar os meus arquivos?

Pois saiba que Durov, próprio pai do Telegram, divulga essa ideia. Ele já escreveu sobre isso no Twitter.

Mas não pense que as vantagens param aqui. O Telegram sempre tem surpresas (que o pobre WhatsApp copia com anos de atraso).

Ao escrevermos um texto para nós mesmos naquele campo, podemos agendar um lembrete. Isso mesmo, um lembrete para nós mesmos, que vai despertar em dia e horário especificados. Portanto, o Telegram também pode funcionar como um assistente para lembretes.

Para criar um lembrete, escreva algo naquele campo de texto. Toque no ícone de envio da mensagem e mantenha. Aparecerá a opção de escolher dia e hora para o lembrete.

Salvando mensagens
Em “Saved Messages”, escrevo algo. Toco no ícone de envio e mantenho. Aparece a opção “Set a reminder” (criar um lembrete). Escolho então dia e hora.
Mensagens salvas
Em minha janela de mensagens salvas, o ponto vermelho mostra que há mensagens com lembretes. Toco ali…
Mensagens agendadas
…para ver o que está agendado.
Notificação de mensagem agendada
Notificação que apareceu para mim depois.

Pensemos agora em um uso ainda mais esperto.

Quando salvamos mensagens, textos, arquivos naquela pasta especial, tudo fica misturado. Com o tempo, haverá uma lista enorme de coisas guardadas. Que tal separar tudo por temas?

Seja criativo. Lembre-se de um outro recurso do Telegram: os já citados canais.

Você pode criar canais não públicos, sem mais nenhum integrante. Será você a única pessoa a ver o conteúdo de cada um. Crie canais com tópicos diferentes.

Podemos tornar isso ainda mais interessante. Se um dia você quiser que mais alguém veja seu conteúdo salvo em um desses canais, basta adicionar a pessoa (ou pessoas) como integrante do canal. Automaticamente, você partilha o conteúdo guardado. Da mesma forma que você partilha o conteúdo de uma pasta sua guardada no Google Drive ou no Microsoft OneDrive.

Pin, pin, pin para facilitar nossa vida

A lista de conversas na janela principal da app logo fica cheia. Claro que podemos arquivar conversas para manter a lista menos poluída. Mas sempre há as conversas que desejamos acessar rapidamente. Para isso, existe a função pin (fixar), que “prende” no alto da janela o acesso a uma conversa.

O miserável WhatsApp permite usar pin em no máximo três conversas. Apenas três conversas, fixas no alto, para você acessar rapidamente. Mas agora você já sabe: o Telegram vai sempre além. Nele, podemos usar pin à vontade. Não apenas na janela principal: também nas pastas criadas.

Pin de mensagens

E…

Já sei, Glauco. Há mais. Como sempre, o Telegram vai além.

Exato! Podemos usar pin de modo mais avançado, extremamente útil.

Refiro-me agora a pin em mensagens dentro de conversas. Marcamos as mais importantes e temos acesso a todas em um piscar de olhos. Isso também pode ser feito em grupos — perfeito para grupos com excesso de mensagens.

Marcamos mensagens sem limites. Quando uma conversa ou grupo tem mensagens com pin, aparece no alto uma pequena barra de acesso a esse conteúdo. Podemos ver o conteúdo de duas maneiras, que explico por legendas nas imagens a seguir.

Pin de mensagens
Toco na mensagem que desejo destacar e escolho “Pin” (fixar).
Pin de mensagens
Incrivelmente, sabiamente, o Telegram permite que eu marque só para mim ou também para a outra pessoa (ou outras pessoas, caso seja um grupo).
Pin de mensagens
Imagine agora que tenho 15 mensagens com pin em uma conversa. Se eu tocar na barra indicada aqui (seta esquerda), a cada toque serei levado a uma mensagem com pin. Uma a uma. Se, em vez disso, eu tocar no ícone apontado pela seta à direita, vejo direto uma janela que exibe uma sequência de todas as mensagens com pin. E aparece uma opção para apagar, limpar todos os pins.

Libere espaço em seu telefone

Usuários do WhatsApp reclamam do espaço ocupado pela app no telefone. Quanto mais conversas, mais áudios, mais fotos, mais vídeos, mais “inchada” fica a app — e isso reflete-se no backup (cópia de segurança) das conversas. Chega a um ponto em que as pessoas, contra a vontade, apagam conteúdo de várias conversas.

Ok, você já pode imaginar: isso não é um problema no Telegram.

Todas as conversas pelo Telegram ficam salvas — sim, com segurança — na nuvem. Por isso, não precisamos nos preocupar com backups regulares. O telefone avariou-se? Foi perdido? Basta entrar com sua conta Telegram no telefone novo e todo o conteúdo estará lá automaticamente.

Essa facilidade permite-nos apagar, tranquilamente, conteúdos de conversas da memória de nosso telefone. Atenção: eu disse apagar o conteúdo da memória do telefone, não apagar o conteúdo em definitivo. O que isso significa?

Apagamos um conteúdo da memória de telefone simplesmente para liberar espaço. Se um dia precisarmos novamente de um vídeo, de uma foto, de um áudio, bastará tocar no item para ele voltar (download) à memória de seu telefone. Imagine o quanto isso é útil em conversas já muito cheias, especialmente em grupos.

Claro que podemos apagar conteúdo manualmente. Mas o mais interessante é fazer isso de modo automático, mexendo nas configurações da app.

Liberar espaço ocupado por mensagens
Nas configurações, escolho “Data and storage” (dados e armazenamento).
Liberar espaço ocupado por mensagens
Em seguida, “Storage usage” (uso de armazenamento). Antes, note uma outra coisa aqui — o item inferior, “Automatic media download”. Configuramos quando a app vai baixar automaticamente conteúdos de mídia, de acordo com o tamanho de cada arquivo recebido. Isso é para quem precisa economizar dados de Internet. Enfim, continuemos naquele “Storage usage”.
Liberar espaço ocupado por mensagens
Escolho manter arquivos de mídia por 3 dias, 1 semana, 1 mês ou para sempre (área apontada pela seta vermelha). A seta verde aponta o caminho para apagarmos manualmente.
Liberar espaço ocupado por mensagens
Aqui está — depois de tocarmos naquele “Clear Telegram cache” (apagar cache do Telegram) apontado pela seta verde na imagem anterior. Aqui, escolhemos manualmente o que apagar. Lembro: apagar apenas da memória do telefone.

Envio de fotos e vídeos sem compressão

O WhatsApp e outros serviços do gênero são famosos por usarem forte compressão em imagens e vídeos. A qualidade do que o destinatário recebe fica muito inferior, em baixa resolução.

O Telegram também faz isso. Há uma boa razão: economia no uso de dados de Internet.

Mas às vezes nós queremos ou até precisamos enviar um arquivo daqueles em formato original, sem nenhuma compressão. Mais uma vez, entre em cena o nosso querido Telegram.

Sem compressão em fotos e vídeos
Uma das maneiras de enviar arquivos em uma conversa é por este ícone de um clipe.
Sem compressão em fotos e vídeos
Na galeria de imagens, escolho o que desejo enviar e toco no menu dos três pontinhos, apontados pela seta vermelha.
Sem compressão em fotos e vídeos
Surge a opção “Send without compression” (enviar sem compressão).

Pronto. A imagem ou vídeo seguirá sem nenhuma alteração.

Enviar imagens sem que apareçam agrupadas em miniaturas

Quando enviamos a alguém várias imagens ou vídeos ao mesmo tempo, eles aparecem para o destinatário agrupados em uma galeria de miniaturas. A pessoa precisa tocar para abrir em tamanho maior.

Isso é apresentado como uma vantagem. O WhatsApp também faz isso.

Sinceramente, eu não gosto. Pode ser exagero meu, eu admito.

No Telegram, é possível forçar o envio das imagens de modo que apareçam uma a uma para o destinatário, inteiras, sem galeria de miniaturas.

Imagens desagrupadas
Seguimos o mesmo caminho mostrado no item acima — “Envio de fotos e vídeos sem compressão”. Mas agora estamos a falar sobre o envio de mais de um arquivo ao mesmo tempo. Depois da seleção das imagens ou vídeos, use aquele mesmo menu dos três pontinhos. Desta vez, teremos uma opção a mais. Além de podermos enviar as imagens sem compressão (item com realce verde), encontramos a possibilidade de enviar tudo sem que apareça agrupado em galeria para o destinatário: “Send without grouping” (enviar sem agrupar).

Ouça áudios com mais liberdade

Ao ouvir um áudio no WhatsApp, o som continua se você sair da app. Mas a janela da conversa tem de permanecer aberta. Se você mudar para uma janela de conversa com outra pessoa, o áudio ser á interrompido.

O Telegram dá total liberdade. Posso sair da app e posso até mudar de janela de conversa. O áudio que estou a ouvir continua. Isso porque o controle de play/pausa/parar desse áudio fica de forma independente, acessível por uma fina barra fixa no alto.

Ouvir áudios
Quando começo a ouvir um áudio, aparece a pequena barra, aqui realçada em amarelo.
Ouvir áudios
Vou então para a janela principal da app e a barra permanece. Posso abrir várias outras conversas enquanto mantenho essa barra, ouvindo o mesmo áudio. Ainda posso dar pausa, selecionar para ouvir em dupla velocidade ou simplesmente descartar o áudio, fazendo a barra sumir (o pequeno X circulado em vermelho).

Um modo curioso de gravar áudios

Na janela de uma conversa, você pode gravar áudios de dois modos.

O primeiro é o tradicional, usando o ícone de gravação de áudio. Também é possível tocar no ícone e deslizar o dedo para cima, para travar a função, ou seja, manter a gravação em andamento.

Eu percebo, Glauco. Isso é igual ao que se faz no WhatsApp.

Sim. Mas, como sempre, o Telegram inventou isso antes, e depois o WhatsApp copiou. Praticamente tudo o que aparece como “novidade” no WhatsApp é algo que eles copiam do Telegram com bastante atraso.

Enfim…

O segundo modo de gravar áudio é levar o fone à orelha (como fazemos em uma chamada telefônica regular) quando a janela de conversa está aberta. Sente-se uma leve vibração no aparelho, que indica o início da gravação. Ao concluir, afaste o telefone da orelha para a gravação parar. Aparecerá na parte inferior o áudio gravado.

Outro meio de gravar áudio no Telegram.
Agora posso dar play no áudio ou enviá-lo imediatamente. Ou, é claro, apagá-lo.

Essa função deve ser ativada nas configurações da app.

Os melhores stickers

O Telegram oferece os mais bonitos, mais criativos e mais divertidos stickers. Incomparáveis. E sempre há novidades.

Para lidar com a frustração dos stickers sem graça do WhatsApp, há usuários deste que copiam stickers exclusivos do Telegram para usar. (Não surpreende. Lembro que o WhatsApp vive de copiar — com anos de atraso — as coisas boas do Telegram.)

Veja as amostras a seguir. Na realidade, muitas delas são animadas.

Edição de fotos e vídeos

O Telegram oferece edição interessante de fotos e vídeos. Podemos editar, como de hábito, logo antes de enviar a nosso contato. Mas também editamos o que foi enviado ou recebido.

Editando vídeos e fotos
Claro que podemos editar uma foto antes de enviá-la. Mas que tal editar uma enviada? Toco então na primeira foto acima para abri-la.
Editando vídeos e fotos
Toco no ícone do pincel para entrar em edição.
Editando vídeos e fotos
Escolho ferramentas para edição.
Editando vídeos e fotos
Também posso usar stickers e máscaras.
Editando vídeos e fotos
Vídeos trazem ferramentas extremamente úteis. Podemos recortar (destaque amarelo), escrever ou adicionar stickers (destaque vermelho), ajustar a imagem (azul), escolher a forma de compressão (rosa) e até programar autodestruição (verde).
Editando vídeos e fotos
Texto e stickers.
Editando vídeos e fotos
Para mim, a ferramenta mais útil para vídeos (destacada em branco): escolher a qualidade, o tamanho do arquivo de vídeo a ser enviado.
Editando vídeos e fotos
E é possível até programar autodestruição.

O que há nas proximidades

O Telegram assume também um lado social.

Pessoas próximas

É possível que pessoas nas proximidades vejam-se na app e comecem a conversar. Claro que, para ser visto por outros, você deve ativar essa função (isso fica desativado por padrão).

Não gosto da ideia. Neste mundo louco, não quero que estranhos vejam-me online nas proximidades. É possível saber a que distância está uma pessoa da outra. Mas você, enfim, pode gostar disso.

Pessoas próximas
“People nearby” é a opção que leva-nos a ver pessoas que estão nas proximidades.
Pessoas próximas
Para estar visível a outras pessoas, eu teria de ativar “Make myself visible” (tornar-me visível). Observe também a seta azul. Podemos ver a que distância está cada pessoa.

Grupos próximos

Podemos encontrar também grupos ligados a locais próximos. Isso eu acho interessante.

Imagine um grupo sobre livros vinculado a uma cafetaria. Quem estiver nas proximidades da cafetaria verá o grupo na lista. Pense também em um grupo ligado a um abrigo de animais. A um colégio. A um evento.

Grupos próximos
Os grupos nas proximidades aparecem logo abaixo da lista de pessoas próximas. Note que você pode criar seu próprio grupo (“Create a local group”).

Atenção — Falamos aqui de grupos locais, não de grupos comuns. Se você criar um grupo local com outras intenções, poderá ser punido com essa função desabilitada em sua conta.

A sagrada privacidade

Privacidade é uma palavra que NUNCA pode estar associada ao WhatsApp. Por trás dele está o império Facebook, incluindo aí o Instagram. Acreditar em privacidade no WhatsApp é uma inocência tão infantil quanto pensar que um coelhinho vai entregar-lhe um chocolate na Páscoa.

O serviço promete criptografia, segurança ponto a ponto. Mas prometer é fácil. Políticos vivem disso. Quem realmente verifica a criptografia do WhatsApp? Como levar a sério uma empresa cuja credibilidade está no chão?

Acontece frequentemente uma coisa sinistra. Você já deve ter sido vítima disso. A pessoa escreve sobre um assunto no WhatsApp e depois começa a ver no Facebook ou no Instagram uns anúncios a respeito. Se há segurança ponto a ponto no WhatsApp, como isso se explica? Pense. Questione. (Questione sempre!)

Entram em cena, então, o Telegram e o Signal, que já nasceram com foco em privacidade dos usuários. Deixam-nos praticamente blindados. Não vendem nossa vida (nossos dados) a empresas. Não lucram com manipulações.

Você prefere as artimanhas e manipulações do WhatsApp ou o foco em privacidade que está no DNA do Telegram e do Signal? A que ponto você se respeita?

Segurança

Nos últimos anos, o Telegram tem provado segurança e estabilidade de maneira impressionante.

Isso chega a causar situações cômicas. Governos autoritários que tentaram derrubar o serviço ou invadir o sistema acabaram sendo humilhados. Por exemplo, a Rússia, tentando pôr abaixo o Telegram, fez um ataque virtual tão violento que derrubou vários outros serviços, mas não o Telegram (cujos criadores devem ter dado muitas risadas).

Portanto, ao usar o Telegram em sua vida pessoal, e também na vida profissional, podemos ter mais tranquilidade quanto ao ambiente em que trocamos mensagens e arquivos.

Evidentemente, não existe perfeição no mundo. Se você pesquisar mais, encontrará umas histórias de falhas no Telegram. Nunca há garantia de segurança total on-line, em nenhum produto ou serviço (por isso, aliás, eu acho absurda a ideia das urnas eletrônicas lá no Brasil). Mas pode-se trabalhar para garantir o máximo possível de qualidade, com intenções sérias e transparentes.

Vale ressaltar agora que “intenções sérias e transparentes” não são um atributo que consigo enxergar — nem de longe — no WhatsApp.

Sem Zuckerberg

Por fim, uma vantagem sensacional: um produto que NÃO tem Mark Zuckerberg por trás!

Viva!

Mark Zuckerberg.

Zuckerberg, vale lembrar, comanda Facebook, Instagram, WhatsApp. Não confio em nada que tenha ele por trás. O Instagram e o WhatsApp eu já abandonei. Facebook ainda uso, mas menos frequentemente e em condições especiais, limitando a app e acessando por meio de VPN (detalhes sobre isso ficam para outro artigo).

Alguns mitos sobre o Telegram

Não se deixe enganar por manipulações.

No Brasil, o caso Moro & Dallagnol

Poucos anos atrás, no Brasil, Moro e Dallagnol tiveram o Telegram invadido por culpa deles próprios. Fizeram uso indevido, de um jeito largado e ignorante. Não haviam configurado nem mesmo a autenticação em dois passos na conta. Além disso, devido à natureza das mensagens que trocavam, eu recomendaria o uso de chats secretos com autodestruição do conteúdo.

De nada adianta você ter uma excelente ferramenta se faz mau uso dela. É o mesmo que ter alarme em casa e não o ativar, mas reclamar do produto quando houver uma invasão sem as sirenes tocarem.

Portanto, não julgue o Telegram por esse caso. O argumento “Moro e Dallagnol”, repetido por alguns brasileiros, já cansou, e peço desculpa por dizer isso.

“Coisa de russo”

Também não siga o caminho de atacar o Telegram porque ele está ligado a dois russos (os irmãos Durov). Primeiro, é triste ter esse tipo de preconceito. Segundo, quem associa o Telegram à Rússia não conhece o que há por trás da história.

Não há ligações do Telegram com a Rússia. Nenhum escritório. Os irmãos Durov, que o criaram, nem moram lá, e tenho quase certeza de que não ousariam voltar.

Na verdade, o Telegram é perseguido na Rússia. Chegou a ser oficialmente banido, porque recusou-se a entregar dados de clientes ao governo. Enquanto isso, o WhatsApp volta e meia não hesita em vender a alma ao diabo, traindo usuários.

É curioso ver o Telegram banido por governos autoritários ou ditatoriais, também como o do Irã, enquanto o WhatsApp permanece funcional. Por quê?

“Coisa de terroristas”

Dizer que Telegram é de pirataria, de terroristas, essas coisas… chega. Isso cansa.

Sim, houve uso do Telegram associado a terroristas. Procuravam justamente a segurança e a privacidade que ele oferece. Quem pode evitar o mau uso de um bom produto ou serviço?

O importante é que o Telegram atua para detectar, receber denúncias e encerrar contas ligadas a qualquer tipo de violência ou ameaça.

“Pirata e terrorista”, em outro sentido, é o dono do WhatsApp, sempre a ameaçar nossa segurança e privacidade on-line. Constantemente pronto a nos manipular.

“Ah, vai haver publicidade”

Sim, haverá publicidade no Telegram. Mas apenas nos canais. E isso poderá gerar alguma receita para donos de canais com muitos assinantes.

A grande diferença, em relação a WhatsApp e Facebook, é que não serão os dados dos usuários a serem explorados para marketing direcionado. O Telegram não explora essa parte. Serão usados os temas dos canais para o direcionamento de marketing. Por exemplo, se você administra um grande canal sobre Paris, poderá exibir anúncios ligados a turismo em Paris. O tema do canal foi aproveitado para o direcionamento de marketing, não as informações pessoais de cada assinante presente no canal.

Não podemos esquecer que não há nenhum erro em querer receitas e lucros. Imagine os custos para manter toda a gigantesca estrutura do Telegram. Qual o problema de os desenvolvedores quererem dinheiro? Há formas decentes de ganhar dinheiro. Se Facebook/WhatsApp/Instagram não sabem como fazer isso, outros podem saber.

Dica final: Pavel Durov

Pavel Durov, um dos irmãos criadores e empreendedores, está mais à frente, mais exposto. É a cara do Telegram. Siga-o no Twitter e não deixe de acompanhar o canal oficial dele no próprio Telegram.

É SAUDÁVEL TER MENTE ABERTA. Dê uma chance ao Telegram.

Boa sorte… e boas conversas.

[Publicado em 2018. Atualização: 2021.]


GLAUCO DAMAS
Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.
Saiba mais « » Contacto


16 comentários a “Algumas vantagens do poderoso TELEGRAM”

Muito obrigado.
Neste exato momento em que você escreveu este comentário, estou a atualizar o artigo. Revisando o texto, adicionando itens sobre novos recursos do Telegram e comentando mitos sobre ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *