Categorias
Turismo

A incrível visita à tumba de Tutancâmon, no Vale dos Reis

O turismo no Egito rende emoções intensas, incríveis, incomparáveis. Um dos momentos de maior impacto é a visita ao Vale dos Reis, em Luxor. Nesse vale, o ponto mais popular é—

Já sei, Glauco! Ele! Ele! Tu-tan-câ-mon!

Isso mesmo! Para ser exato, a tumba de Tutancâmon. Ou, como vemos na entrada da tumba, Tut Ankh Amun. Ou — que tal? — Rei Tut.

Você vai entrar agora na tumba comigo. Tenho fotos para mostrar, em detalhes. Entre outras coisas, veremos a múmia do faraó.

Já vestiu seus trajes de Indiana Jones ou de Lara Croft?

Faz tempo, Glauco! Olha aqui que beleza!

Lara Croft e Indiana Jones

Ótimo!

Segure a minha mão e venha nessa grande aventura. Antes de entrarmos na tumba, vejamos um pouco de História.

Tutancâmon

Tutancâmon governou em um breve período, de 1336 a 1327 a.C., na 18ª Dinastia (ou no período 1332–1323, se considerarmos a cronologia aplicada por outros historiadores). Ele morreu jovem, aos 19 anos, por causas discutidas até hoje.

O pouco tempo de reinado não foi suficiente para a construção de uma tumba pomposa. A dele é uma das mais simples no Vale dos Reis. Especula-se, aliás, que tenham aproveitado uma tumba feita para outra pessoa, devido à morte que ocorreu tão cedo. Por isso, turistas se surpreendem quando comparam a tumba de Tutancâmon com outras tumbas por lá — por exemplo, a enorme e luxuosa tumba de Ramsés VI.

Tutancâmon é a figura de maior apelo popular no Egito

Historicamente, Tutancâmon foi um dos faraós menos expressivos. Seu governo não registra grandes batalhas nem fabulosas construções. Mas ele causa um fenômeno que nenhum outro faraó conseguiu conquistar: é a figura egípcia que mais cativa a imaginação das pessoas no mundo todo (acima até mesmo de Cleópatra). Natural, portanto, que no Vale dos Reis os turistas corram até a tumba dele, como se atraídos por um ímã.

Busto de Tutancamon feito de madeira
Busto de Tutancâmon feito em madeira. Foi encontrado na tumba. Você pode vê-lo no Museu do Cairo (logo, no novo Grande Museu Egípcio).

A descoberta da tumba de Tutancâmon

A glória da descoberta da tumba está principalmente nas mãos de Howard Carter. Financiado por Lord Carnarvon, ele teve sucesso em 1922. O achado ganhou todos os holofotes da imprensa mundial, como nunca havia acontecido e como nunca mais aconteceu com uma descoberta arqueológica. Com isso, Tutancâmon passou a ser a figura egípcia número um na imaginação popular.

A tumba estava quase intacta. Isso é uma raridade, devido a castigos do tempo e a ações de saqueadores.

Os tesouros encontrados no interior deixaram todo mundo de queixo caído. Em quatro câmaras, havia joias, móveis, estátuas, carruagens, instrumentos musicais, armas, caixas, jarros, alimentos. A maior parte das peças está no Museu do Cairo (logo, no Grande Museu Egípcio). Há algumas também no Museu de Luxor.

No Museu do Cairo, as peças mais populares são os elementos do sarcófago, as joias e a fabulosa máscara dourada. Eu quase choro de emoção toda vez que fico a poucos centímetros da máscara!

Máscara de ouro de Tutancamon
Gostaria de ver foto em alta resolução desta máscara, para não perder nenhum detalhe? Tenho um artigo sobre isso. Leia depois aqui.
Howard Carter
Howard Carter

Incrível, Glauco! Posso pedir uma coisa? Eu gostaria de ver imagens da época da descoberta.

Gosto de leitores curiosos. Consegui umas imagens para você. E coloridas!

Se hoje podemos ver na tumba e nos museus os tesouros dessa descoberta, temos de agradecer pelos trabalhos de catalogação, identificação, transporte e estudo das peças. As tarefas só terminaram em 1930. Foram incríveis oito anos de atividades intensas.

A persistência de Carter é um exemplo para todos nós

O processo foi fotografado por Harry Burton, que ganhou renome mundial. Ao todo, ele produziu 2800 fotos. Muitas são famosas, reproduzidas incansavelmente na mídia.

Evidentemente, as fotos foram em preto e branco. Hoje, com tanta tecnologia à disposição, vem a pergunta: que tal ver versões colorizadas das fotos de Burton?

Graças à empresa Dynamichrome, as famosas fotos ganharam cores esplêndidas. O trabalho foi encomendado especialmente para uma exposição sobre Tutancâmon em Nova York, a partir de 2015.

Veja estas imagens impressionantes:

Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
A máscara, ainda no sarcófago de ouro. Eram três sarcófagos, um dentro do outro.
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Howard Carter trabalhando.
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Carter e um trabalhador egípcio.
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Na antecâmara, estátuas de sentinelas guardam a porta selada que leva à câmara mortuária.
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Na antecâmara, vemos as famosas carruagens (desmontadas) de Tutancâmon. E diversas outras peças, como a cama mortuária.
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Uma das raras fotos de Howard Carter (esquerda) e Lord Carnarvon juntos na tumba. O segundo morreu menos de dois meses depois desta foto. Isso gerou boatos sobre “a maldição do faraó”.
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Turistas observam os trabalhos (sortudos!).
Tumba de Tutancamon na época da descoberta, ainda sem restauração.
Transporte de objetos da tumba.

Que tal?

Eu adorei, Glauco! Agora… você pode mostrar o interior da tumba hoje e contar como é a visita?

Com prazer! Vamos lá!

Voltemos, então, às minhas fotos.

Pausa na leitura
» Vai fazer turismo no Egito? Se deseja viagem com mais qualidade, em roteiros personalizados, privados, conheça o MEU EGITO. É uma criação minha e de dois grandes guias egípcios: Ihab Hamdy & Hadi Salah. Leia depois aqui.

Preparativos para a tumba

Pagam-se 100 libras egípcias para visitar o Vale dos Reis. Geralmente, esse valor já faz parte do pacote de viagem ao Egito. (Lembre-se: preços podem mudar a qualquer momento.) Com o bilhete, o turista tem direito de escolher três tumbas para entrar, sem pagar nada extra.

É claro, Glauco, que a tumba de Tut será uma das três!

Oh, todo mundo pensa assim. Então o governo egípcio, espertamente, determina que a tumba de Tutancâmon não se inclui entre as três opções. Exige-se um bilhete extra, também de 100 libras egípcias.

Não se impressione com os valores. Para brasileiros, 100 libras egípcias correspondem a aproximadamente 36 reais. Para portugueses, a uns 5,50 euros.

Bilhetes para entrar na tumba de Tutancamon.

Preparado? Já tem seus bilhetes? Respirou fundo?

Muito, Glauco! Vamos entrar logo! Pare com esse suspense!

Cruze a entrada que aparece na foto abaixo… e viva a sua aventura!

Entrada da tumba de Tutancamon.

Entrando na tumba de Tutancâmon

Depois de passar por aquele portão (na KV 62), desça a escada e passe pelos vigias.

Caso tenha câmara fotográfica, deixe-a ali. O smartphone você pode levar, mas fotos com ele também são proibidas. Eu, por causa deste blog, tive uma licença para fotos. (Detalhe: estranhamente, não é mais permitido fotografar na área externa do Vale dos Reis. Para fotografar nas tumbas, pagam-se 300 libras egípcias por cada uma. A tumba de Tutancâmon é exceção: nunca permite fotos a turistas.)

Em seguida, descemos por mais uma escada.

Chegou O GRANDE MOMENTO! A nossa respiração fica descompassada. O coração acelera.

A múmia de Tutancâmon

De repente, logo nos primeiros passos, uma vista impressionante.

IMPRESSIONANTE.

Ali… bem ali… em uma caixa de vidro climatizada… está eleO próprio. Tanto ouvimos falar dele, desde a época do colégio… e agora ele está diante de nós. Um corpo tão miúdo que, à primeira vista, parece ser de criança.

Múmia de Tutancamon na tumba do Vale dos Reis.

O jovem faraó espera pelos turistas na tumba

Múmia de Tutancamon na tumba do Vale dos Reis.
Múmia de Tutancamon na tumba do Vale dos Reis.
Múmia de Tutancamon na tumba do Vale dos Reis.

A área do sarcófago

A poucos passos da múmia, ficamos então deslumbrados com a área do sarcófago, cheia de pinturas nas paredes — ainda com um colorido vivo. Os desenhos retratam Tutancâmon diante de deuses. Também vemos cenas do funeral do faraó. Os 12 babuínos, do Livro de Amduat, representam as doze horas da noite.

Nenhuma peça dos tesouros está ali. Lembre-se: elas encontram-se no Museu do Cairo, principalmente, e no Museu de Luxor (logo, no novo Grande Museu Egípcio). A única exceção, na tumba, é uma parte do sarcófago de Tutancâmon. O corpo estava em um total de três sarcófagos, um dentro do outro. A parte exposta na tumba é o sarcófago mais interior, o que estava em contato direto com a múmia. É de ouro maciço e pesa 110 quilos!

Você pode não ver os tesouros, mas está a viver o privilégio de visitar a tumba. E isso, sozinho, já é um tesouro em sua vida! Um tesouro histórico!

Quando visito um lugar histórico, eu faço a minha imaginação ferver. Vejo como era na época, sinto o ambiente, ouço os barulhos, sinto cheiros. Imagine Tutancâmon sendo levado para esse local, no sarcófago. Depois, visualize essa tumba selada, repleta de tesouros, em um silêncio pesado e sepulcral. Você vai se arrepiar!

Dentro da tumba de Tutancamon; pinturas nas paredes.
Dentro da tumba de Tutancamon; pinturas nas paredes.
Dentro da tumba de Tutancamon; pinturas nas paredes.

Acima de tudo, tenha respeito ali dentro. É uma tumba.

Dentro da tumba de Tutancamon; pinturas nas paredes.

Gostou?

Que arrepio, Glauco! Haja emoção! Agora eu começo a pensar: será tão emocionante assim visitar a tumba de Cleópatra, outra grande celebridade no Egito?

Sua curiosidade é natural. Depois de explorarem o local com a múmia de Tutancâmon, muitos turistas ficam curiosos sobre a tumba de Cleópatra. Será que você consegue ver a tumba dela? Saiba aqui.

Por enquanto, com nosso Tut, repito algo que digo com frequência: o Egito é sempre a viagem da minha vida!

Viva Tutancâmon!

Viva o Egito!


GLAUCO DAMAS
Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.
Saiba mais « » Contacto


20 comentários a “A incrível visita à tumba de Tutancâmon, no Vale dos Reis”

Glauco, sou um grande apreciador da história e ler seus posts sobre o Egito foi incrível. Que estímulo para um dia eu visitar esse lugar…
Parabéns pela linguagem simples e fortemente atrativa e elucidativa.

Edivaldo Medeiros – PB

Olá Glauco, tudo bem? Pode tirar uma dúvida? Irei viajar mais pra frente e gostaria de visitar a tumba dele. Porém, hoje sai na Globo que após uma década de reparo na tumba, será reaberta ao público. Mas como assim reparo? pelo que sei dava pra voce visitar normal não é? E tbm falam que vai colocar uma réplica no lugar dele. Não entendi muito bem. Você sabe realmente se está tendo isso? Se sim, então quer dizer que não verei a muminha dele?
https://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/2019/02/01/tumba-de-tutancamon-e-reaberta-apos-uma-decada-de-reparos.ghtml

O acesso à tumba está normal. Além disso, a múmia continuará lá. Foi discutida a ideia de levá-la ao Grande Museu Egípcio, em Gizé, mas isso foi descartado. Nesse novo museu estarão os itens encontrados na tumba.

Parabéns, que fotos e histórico fantásticos. Preciso muito visitar o Egito, será uma viagem mágica, aguardo por esse dia!
Quero ir com uma pessoa inspiradora, como você!
Telma-Pa

Maria Telma… mais um comentário aqui tão gentil e incentivador! Você fez meu dia feliz! Que os bons deuses egípcios a levem ao Egito! 😉

Glauco o seu jeito de falar sobre o Egito é único, você me inspirou a conhecer o Egito em abril desse ano. Fomos eu e mais 5 pessoas da minha família. Dias muito emocionante lá ! !

Rubens, sinto profunda satisfação ao saber que inspirei alguém a visitar esse fabuloso país. Muito obrigado por seu comentário!

Glauco, o seu jeito de falar, de descrever, de incentivar, isso foi o responsável por eu visitar o Egito com a minha família em maio. Parabéns e agora eu vou visitar Portugal também muito por graças as suas dicas e comentários.

Parabéns Glauco , adorei seu Post .! Conseguiu com simplicidade e com incríveis fotos , passar tudo que precisamos saber sobre a mais famosa tumba do Egito , adorei! Me deixou ainda mais empolgado em conhecer luxor. Estou viajando essa semana para o Egito . valeu!

Amei ver as fotos e seus comentários. Como você fez para adquirir os bilhetes para visitar o Vale dos Reis? Foi fora do pacote de viagens ou estava incluso no roteiro?

Os bilhetes costumam fazer parte dos pacotes de viagem. Tenha atenção a isso, para não ter surpresas durante a viagem.

O bilhete para a tumba de Tut é pago lá mesmo na bilheteria.

Foi literalmente de arrancar suspiros. Ao terminar de ler seu texto e ver as fotos…sem perceber dei aquele suspiro lá do fundo da alma.
Muito obrigado pelas fieis informações e pelas belíssimas fotos.
Também é um sono conhecer o Egito e fiquei surpreso ao saber o preço em Real da visitação ao vale dos reis e em especial a tumba do Grande Rei Tut.
Com certeza não morrerei sem antes conhecer.

Oi, Éder!

Eu é que dei um suspiro ao ler seu comentário! Emocionante! Uma pessoa que se emociona assim ao ler sobre Egito é a pessoa que merece mesmo visitar o país e conhecer aquela História fabulosa!

Que os deuses egípcios o ajudem a ir para lá! 😉 E você fará uma boa viagem!

Amei ver as fotos e ler seu texto ,sou apaixonada pelo Egito e realmente será a viagem da minha vida ❤️Obrigada por compartilhar conosco esse sonho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *