Categories
Turismo

Roteiro para algumas HORAS em Lisboa

Eu já publiquei aqui uma sugestão de roteiro para um dia inteiro em Lisboa.

Relógio | PressaCom um roteiro de apenas um dia, limitei ao máximo as opções de passeio — por motivos óbvios. Agora, passo ainda mais a peneira para transformar o roteiro em idéia adequada para algumas horas em Lisboa, durante o dia.

Por que pensar em um roteiro para algumas horas? Muitas pessoas têm interesse nisso. Geralmente, o vôo delas fará uma conexão demorada na capital portuguesa. Em vez de ficarem paradas no aeroporto por algumas horas, elas querem explorar um pouquinho da cidade. Espertas! 😉

Torre de Belém, em Lisboa

Algumas horas em Lisboa

Há dia ruim para isso?

Não.

O roteiro para um dia fica em grande desvantagem se acontecer em uma segunda-feira, porque alguns pontos turísticos importantes (monumentos, museus, castelos) fecham nesse dia.

Esse não é seu caso. Para desfrutar apenas algumas horas em Lisboa, você não entrará em nenhum ponto histórico famoso. As visitas serão limitadas a vê-los por fora. No máximo, você terá tempo para entrar em um bar ou restaurante.

Nem mesmo o inverno – baixa temporada em Lisboa – deve atrapalhar seus planos. Nessa época, alguns pontos históricos funcionam em horários reduzidos. Isso não fará diferença para você. Eba!

Garfield disposto
ENTÃO VAMOS COMEÇAR LOGO O ROTEIRO! ESTOU EMPOLGADO!

Que bom ver esse ânimo! Mas, antes, tenho mais duas observações.

.

Transporte

Esqueça a idéia de usar autocarro (ônibus) ou metro (metrô). Funcionam bem em Lisboa, e são serviços baratos, mas não são boas opções para turistas com poucas horas para explorar a cidade. Você não tem o luxo de se perder, de entender o sistema.

Andando de carroTáxi em Lisboa é ótima opção, por ser barato. Aliás, de todas as cidades européias que eu conheço, é em Lisboa que vejo o serviço mais barato de táxi. Portanto, aproveite! Vá direto ao ponto!

Do aeroporto até a região que eu vou recomendar abaixo, são apenas 16km. Em média, isso representa 15 minutos de carro. Claro que o trânsito pode estar mais complicado no momento, elevando o tempo do percurso.

.

A volta ao aeroporto

Relógio | PressaCuidado com a volta ao aeroporto. Durante o passeio, fique de olho no relógio. Se você é distraído, ative um alarme no relógio ou no smartphone.

Não deixe o regresso para a última hora. Imprevistos acontecem! O trânsito pode complicar-se de repente. Talvez coincida com um dos momentos de pico. Ou pode haver um acidente a bloquear uma rua.

Garfield impaciente
OK! MAS FALE LOGO SOBRE O ROTEIRO SUGERIDO. JÁ ESTOU IMPACIENTE…

Ooooook!

.

Vamos a Belém!

Você deve imaginar: Lisboa é tão rica e encantadora que seriam necessárias pelo menos umas dez viagens para conhecer o que há de melhor por lá. Agora, ao peneirar várias vezes o roteiro para a capital portuguesa, o que sobra é o mais básico, o indispensável: BELÉM. Um turista que não passasse por Belém seria o mesmo que um turista que visitasse Paris sem ver a Torre Eiffel nem mesmo de longe.

Em Belém, admiramos a majestade do Rio Tejo e conhecemos vários pontos nobres, como a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos e o monumento Padrão dos Descobrimentos. (Em Portugal, é “Jerónimos” mesmo, não “Jerônimos”.) Para coroar a visita, comemos os famosos e supertradicionais pastéis de Belém.

OlhandoEu sempre comento, aqui no blog, que é um grande erro o turista ver esses monumentos apenas por fora. Muitas pessoas perdem as incríveis emoções de entrar neles. Em seu caso, com apenas algumas horas para explorar, eu infelizmente não recomendo mesmo entrar em nenhum. Seria loucura, um enorme risco de perder o vôo. Quase sempre há filas, e algumas dessas visitas são demoradas.

.

Rio Tejo

O Rio Tejo, um dos mais importantes da Europa, marca a sua majestade em Belém. Ele próprio é uma atração turística, pronto a encantar as pessoas. Milhares de turistas param ali para contemplar. E haja selfie!

Faça uma breve caminhada ali. Observe. Admire. Namore as águas. Respire o ar pacificador.

Roteiro para Lisboa em apenas 1 dia
O Rio Tejo. No fundo, à esquerda, vemos o monumento Padrão dos Descobrimentos. Sobre a água, a Ponte 25 de Abril, eleita uma das mais bonitas da Europa. Mais à direita, logo depois da ponte, aparece, discreto na imagem, o Cristo Redentor.

.

Torre de Belém

Conheça agora o maior ícone não só de Lisboa, mas de Portugal. (Localize direto no Google Mapas.)

É uma pena você não ter tempo de entrar na Torre de Belém. Mas eu tenho um consolo: já publiquei, aqui no blog, um artigo sobre como é a visita lá dentro. Há muitas fotos e dicas. O artigo é, na verdade, uma visita virtual à torre.

Roteiro para Lisboa em apenas 1 dia

.

Padrão dos Descobrimentos

Seguindo agora pela margem do Rio Tejo, em uma caminhada de aproximadamente 11 minutos, você chega ao monumento Padrão dos Descobrimentos, outro grande ícone português. (Google Mapas)

Quem pode subir até o topo é abençoado com uma vista espetacular. Além do Tejo, que sempre rende belas fotos, a vista do Mosteiro dos Jerónimos, com o jardim em frente, é um presente para todos.

Mais uma vez, tenho um consolo. Este blog também oferece um artigo que é uma visita virtual ao monumento.

Roteiro para Lisboa em apenas 1 dia

Caminhada da Torre de Belém até o Padrão dos Descobrimentos
Atenção para não cair em um engano que muitos turistas cometem — e perdem tempo. Ao sair da área da Torre de Belém, em direção ao Padrão dos Descobrimentos, não siga direto pela margem do Tejo. Observe, nesta imagem, que não há continuidade no caminho. Ele é interrompido para o acesso de barcos na doca. Portanto, contorne a doca, como se vê aqui pelas bolinhas azuis.

.

Jardim da Praça do Império

Até agora, você está junto à margem do Rio Tejo. Atravesse a Avenida Brasília para chegar ao outro lado. (Cuidado: essa passagem é subterrânea. Você não pode cruzar a avenida.)

O belíssimo jardim à sua frente é o Jardim da Praça do Império. (Google Mapas)

Observe as árvores por ali. Muitas delas são oliveiras. Se você é um leitor brasileiro, vai ficar encantado por saber isso. Não há oliveiras no Brasil, por isso os turistas que vêm de lá sempre se encantam com essas árvores. (Qual a diferença entre oliveiras de azeitonas verdes e oliveiras de azeitonas pretas? Você pode apanhar uma azeitona da árvore e já comer? Leia depois um artigo que publiquei sobre isso.)

Roteiro para Lisboa em apenas 1 dia
No alto do Padrão dos Descobrimentos, observamos o Mosteiro dos Jerónimos. Em frente, o Jardim da Praça do Império.

.

Mosteiro dos Jerónimos

Acabamos de ver o mosteiro em plano geral, a partir do Padrão dos Descobrimentos. Está diante do jardim.

É uma das construções mais bonitas que eu já vi em toda a minha vida. (Google Mapas)

Você não vai entrar, mas pode – e deve – conhecer a igreja que faz parte dele: Igreja Santa Maria de Belém. O acesso a ela é gratuito e não depende de filas. Lá dentro estão dois dos mais populares túmulos que podemos visitar em Portugal: túmulo de Camões e túmulo de Vasco da Gama.

Mosteiro dos Jerónimos

Igreja de Santa Maria de Belém | Mosteiro dos Jerónimos
Igreja do mosteiro.

Igreja de Santa Maria de Belém | Mosteiro dos Jerónimos

Igreja de Santa Maria de Belém | Mosteiro dos Jerónimos | Túmulo de Camões
Túmulo de Camões

.

Casa Pastéis de Belém

Huuuuummmmmm! Nham-nham-nham!

Qual turista em Lisboa não experimenta os tradicionais pastéis? (Atenção. Cuidado para não confundir com o pastel brasileiro. Os pastéis de Portugal são doces.)

É na Casa Pastéis de Belém – e somente nela – que você come os originais, únicos, tradicionalíssimos pastéis. Ela fica a poucos passos do mosteiro, à direita. (Google Mapas)

Screenshot 2016-01-29 at 6.35.55 PM

Por que pastéis “únicos”? A casa tem a fórmula original, guardada a sete chaves. E detém os direitos do nome “pastel de Belém”. Por isso, outros estabelecimentos podem anunciar a venda de “pastéis de nata” (as imitações), mas nunca de “pastéis de Belém”.

Fique atento aqui. Pode haver grandes filas e demora no atendimento. Você voltará ao aeroporto daqui a pouco!

Roteiro para Lisboa em apenas 1 dia

Pastéis de Belém, em Lisboa

Gostou?

Quero comer
GOSTEI! MAS… EU ESTOU COM FOME! VOCÊ ME MANDA AGORA COMER DOCES?! E EU BEM QUERO EXPERIMENTAR ALGO EM UM RESTAURANTE…

Depende de seu tempo ainda disponível. Se o tempo for escasso, experimente agora os pastéis. Então, volte ao aeroporto, para garantir sua presença, e coma por ali mesmo, em um restaurante. Não recomendo, neste caso, que compre os pastéis para comer depois da refeição no aeroporto. Minutos depois, quando esfriam, os pastéis perdem muito a graça. Eu sei, é desagradável comer doces antes de uma refeição, mas… vale a observação de sempre: você não tem tempo a perder, por isso não pode fazer grandes escolhas.

Se você ainda tiver um tempo razoável para usufruir em Belém, vá a um dos bons restaurantes da região. Depois, pode ir à Casa Pastéis de Belém. Mas aqui há um risco. Pode demorar um pouco no restaurante. E, quando finalmente chegar à casa dos pastéis, talvez haja grande fila e demora no atendimento. Você vai embora sem conhecer um pastel sequer. Não é muito difícil isso acontecer, porque o atendimento na casa é lento — há poucos funcionários para tantos clientes (um absurdo, aliás).

Quer conhecer um restaurante? Tenho sugestões.

.

Rua Vieira Portuense

A poucos metros da casa dos pastéis, há uma pequena rua com restaurantes: Rua Vieira Portuense. Turistas que passam por ali com pressa geralmente nem notam que a rua existe. Mas eu estou aqui pra te passar a dica. A comida por ali é boa. Depois de almoçar, vá comer os tão esperados pastéis.

Roteiro para Lisboa em apenas 1 dia

Rua Vieira Portuense, Lisboa
O balão vermelho indica a Casa Pastéis de Belém. (Um pouco à esquerda, fora da imagem, está o Mosteiro dos Jerónimos.) Um pouco abaixo, vemos a Rua Vieira Portuense. É ali que você pode comer. Marque como referência o McDonald’s, que fica na esquina. Para que você se localize melhor, aqui está o link para o McDonald’s no Google Mapas. (Não vá comer no McDonald’s! O que essa rede serve é lixo! E você está em Lisboa. Experimente os restaurantes locais.)

.

Nosolo & Portugália

Ao lado do monumento Padrão dos Descobrimentos, você encontra o Restaurante Nosolo (Google Mapas) e o Restaurante Portugália (Google Mapas). Ficam junto ao Rio Tejo. Ambos são muito bons, pitorescos, com uma vista incrível através de paredes de vidros ou em esplanadas (áreas externas).

Restaurantes ao lado do Padrão dos Descobrimentos

.

Café In

Um pouco mais distante da área, também na margem do Tejo, o Café In (Google Mapas) é opção para quem procura algo mais sofisticado — e mais caro, embora sem abusos em preços.

Fica a 2km do Mosteiro dos Jerónimos, em uma caminhada de aproximadamente 25 minutos. Como você não pode perder tempo, o ideal é ir de táxi. Não se importe se o taxista mostrar frustração por ser um percurso muito curto. É obrigação dele aceitar a corrida.

.

Mapa com todos os pontos

Veja a região, com todos os pontos comentados acima. Você pode clicar/tocar no mapa para vê-lo maior, em outra janela do navegador. Para facilitar sua vida, eu criei o mapa pelo Google Mapas e deixei o acesso a ele aberto ao público. Para acessar, siga este link.

NOTA:
Procura hotéis em PORTUGAL? Aproveite a parceria deste blog com a Booking. Vantagens costumam aparecer nas reservas. Siga aqui para conferir. (Esse é um link afiliado. Há uma pequena comissão ao blog, e isso ajuda a cobrir altos custos com servidor de qualidade, segurança, tratamento de imagens, etc. É assim que eu NÃO coloco aqui aquelas publicidades irritantes que atrapalham o conteúdo dos artigos. Por uma internet mais limpa! Eu agradeço.)

Mapa para algumas horas em Lisboa
VERMELHO: Torre de Belém. VERDE: Padrão dos Descobrimentos. ROSA: Jardim da Praça do Império. AZUL: Mosteiro dos Jerónimos. LARANJA: Casa Pastéis de Belém. AMARELO: Rua Vieira Portuense. PRETO: Café In.

A visita será curta. Mas eu espero que você viva momentos inesquecíveis nessa fantástica cidade. 🙂

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

10 replies on “Roteiro para algumas HORAS em Lisboa”

Olá! Você acha que daria para fazer esse passeio (torre de belém, monumento do descobrimento e mosteiro) em cerca de 3h em um domingo de manhã?
Muito obrigada

Parabéns pelo blog!
Quanto tempo você estima durar esse roteiro?
Chegarei em Lisboa numa manhã de sexta-feira (9h) e o vôo está previsto para 19h.

Puxa… Eu já estava emocionada lendo sobre o Martinho dá Arcada, mas ele não abre aos domingos!!! Buá… 🙁
Vai ficar pra próxima.
Estranho ter tantos restaurantes fechados aos domingos em áreas turísticas de Lisboa!!
Abs.

Leo… Que erro meu! É verdade! Você disse que seria em um domingo, é o Martinho da Arcada não abre aos domingos. Dê uma olhada no Restaurante Museu da Cerveja.

Parabéns pelo site. Estou exatamente na situação que vc descreveu: escala em Lisboa. Mas com os seguintes detalhes: chegamos no aeroporto meio-dia e embarcamos às 23h (queremos chegar ao aeroporto às 20h, mais ou menos), de um domingo de janeiro!!…Então, além de frio e talvez chuva, estamos com problema de horário, pq parece que tudo fecha no inverno por volta das 18h. Já conhecemos Lisboa, mas nossa filha não lembra de nada. Nossa equação é visitar o que der a ponto de não congelarmos, mas aproveitando a cidade já sem sol, ir a algum bar ou restaurante típico, de preferência com vista… Acho que sua sugestão de ir a Belém fica meio inviável no inverno, não é?! Lá deve ventar muito!…
Alguma ideia? Se puder nos ajudar com dicas, agradeço de coração.
Abs.
Leo.

Oi, Leo!

Portugal perde muito turismo no inverno. Uma pena. Mas há pessoas a trabalharem para mudar isso, inclusive no Algarve (sul), onde mais cai o turismo nessa época.

Eu ainda assim acho que seria uma boa idéia ir a Belém. Em todo caso, considere a região da Praça do Comércio. Há muitas coisas para ver por ali, e vocês ainda podem esticar com uma rápida visita a Chiado, por exemplo. Quanto a lugar para beber e comer, observe o Museu da Cerveja e o Martinho da Arcada, restaurantes na Praça do Comércio. O Restaurante Museu da Cerveja é incrível. E o Restaurante Martinho da Arcada é pura história — uma visita emocionante a um local frequentado por Fernando Pessoa. (Já mostrei no blog: http://gdamas.com/restaurante-martinho-da-arcada-lisboa/)

Lembre-se da dica que já dei no blog: em tempo escasso assim, não se aventurem a usar transporte público coletivo. Usem táxi.

Bons passeios! Lisboa sempre vale uma nova visita! 🙂

Deixe um comentário