Categories
Turismo

TOMAR, Portugal: “viagem templária”

NOTA — O vídeo mostrado abaixo está temporariamente fora do ar. Peço desculpa. Recebi uma crítica sobre ele, e isso me fez pensar. O leitor do blog foi extremamente mal-educado, mas depois eu refleti e percebi que ele tinha razão em parte da crítica feita. Portanto, vou refazer o vídeo. Depois eu publico de novo aqui. Apesar da agressividade dele, eu agora até agradeço, pois poderei deixar melhor o que apresento a vocês.

~~~~~~~~

Há dez dias, estive em TOMARPortugal. A visita incluiu localidades próximas, como Vila Nova da BarquinhaTancos.

Foi uma viagem inesquecível. Trouxe aproximadamente mil fotos e filmei muito. O vídeo, editado, tem quase 45 minutos.

Publicarei aqui um post especial sobre as cidades e os pontos turísticos. A região é intimamente ligada aos misteriosos templários. Visitei dois castelos dos templários!

Enquanto não publico o post, cheio de fotos e dicas, divirta-se com o vídeo abaixo. Os destaques do vídeo são o Hotel dos Templários, onde fiquei; o Castelo dos Templários e o Convento de Cristo; e o Castelo de Almourol.

NOTA:
Procura hotéis em PORTUGAL? Aproveite a parceria deste blog com a Booking. Vantagens costumam aparecer nas reservas. Siga aqui para conferir. (Esse é um link afiliado. Há uma pequena comissão ao blog, e isso ajuda a cobrir altos custos com servidor de qualidade, segurança, tratamento de imagens, etc. É assim que eu NÃO coloco aqui aquelas publicidades irritantes que atrapalham o conteúdo dos artigos. Por uma internet mais limpa! Eu agradeço.)

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

3 comentários a “TOMAR, Portugal: “viagem templária””

Muito bom, muito lindo!!! Valeu. Assisti ao filme, fiquei com “inveja”… K K K K K! Parabéns.
Não estive por aí. Curti Lagos, Algarve. Sagres também. Praias lindas. O mar de Portugal parece ser mais belo do que em qualquer lugar que já conheci. Saudade…

Uma bela viagem. Só é pena ter sido em ano de seca. O Almourol em anos normais é uma pequena ilha. Fica mas peculiar…

Mesmo assim, foi tudo muito bonito e emocionante, Bessa. Como sempre digo, Portugal é fantástico em todas as épocas do ano. 😉

Deixe um comentário