Categories
Turismo Variedades

Vai viajar com criança? Cuidado com seu passaporte!

Viajar com crianças exige cuidados extras dos pais. Um dos cuidados passa pela cabeça de poucas pessoas, e uma notícia que surgiu hoje serve de alerta: não deixar passaportes ao alcance de crianças.

Um chinês viajou com o filho de 4 anos de idade para a Coréia do Sul. Na hora de voltar para casa, o pai teve uma surpresinha. O filho, inocente, havia desenhado e rabiscado no passaporte do pai. Resultado: tiveram de passar um tempo a mais no país, até acertarem o problema.

Passaportes: cuidado ao viajar com crianças
E o filho mostrou com orgulho a “obra” ao pai!

Em casa, não deixe passaportes à vista dos filhos. Em hotel, guarde-os no cofre do quarto. E, é claro, converse com seus filhos, explique que aquilo não é objeto para “obra de arte”.

Isso me fez lembrar de uma coisa que minha irmã fez quando tinha 5 anos. Ela desenhou e rabiscou nas paredes de casa com giz de cera. Depois, orgulhosa, chamou minha mãe para ver. As paredes tiveram que ser raspadas e pintadas. Minha mãe conversou bastante com ela, para explicar o que a “artista rejeitada” havia feito.

Por acaso você quer é uma viagem SEM crianças? Então pode gostar de um artigo que publiquei aqui sobre hotéis que não aceitam crianças. 😉

E não custa nada ler o artigo sobre 20 itens essenciais de segurança para a sua viagem internacional.

By GLAUCO DAMAS

Moro em Portugal. Atuo como autor desde 2001. Publiquei livros infanto-juvenis, inclusive pela Editora Saraiva. Em 2013, surgiram o primeiro livro técnico e o primeiro guia de viagem.

2 comentários a “Vai viajar com criança? Cuidado com seu passaporte!”

Amei a postagem! Hilário, se não fosse triste.
É preciso muito cuidado. Se acontecer, não grite, não bata, não faça nada além de uma boa conversa aberta, suave, sem dramas. Apenas explique. Contudo, não é melhor reconhecer que o pai é o errado? Claro! Deixar um documento tão importante à vista de uma criança, não é correto.
Pense nisso.

Amei a postagem! Hilário, se não fosse triste.
É preciso muito cuidado. Se acontecer, não grite, não bata, não faça nada além de uma boa conversa, aberta, suave, sem dramas. Apenas explique. Contudo, não é melhor reconhecer que o pai é o errado? Claro! Deixar um documento tão importante à vista de uma criança, não é correto.
Pense nisso.

Deixe um comentário